25 dezembro 2011

with love ♥

Nem acreditei quando o meu amor passou-me para as mãos uma caixa comprida e disse: abre!
Eram elas, as galochas mais fofinhas que alguma vez vi. Lindas de morte.

No dia em que escrevi este post comentei com o namorado "oh, descobri uma loja em Londres que vende as galochas mais lindas deste mundo. Achas que se eu pedir ao B. ele me compra? Eu depois dou-lhe o dinheiro..." e ele respondeu: "Humm o B. é muito distraído e não percebe nada de lojas. É gajo, nada a fazer. Mas tenta. Manda-lhe por sms o modelo e a loja onde vende, não perdes nada ". 

E pronto, lá mandei um sms ao meu cunhado [que foi passar uns dias em Londres] a explicar o que eu queria e blá blá blá. Ontem de tarde fui com o M. buscar o B. no aeroporto mas nada de galochas. O B. disse-me que não tinha tido tempo de procurar as galochas porque o sítio onde a loja ficava era do outro lado da cidade. Ok, não faz mal, respondi-lhe, resignada.

E hoje recebo-as, como presente do meu amor. Que é, de longe, o namorado mais dedicado de Lisboa e arredores :P

P.S: As galochas são forradas por dentro com um material tão quentinho... e são tão leves como umas pantufas. Adoro-as. Será que é muito mal começar a desejar que chova? É que estou mortinha para estreá-las.

P.S: Lembram-se disto? Pois é, também veio de Londres directamente para mim [prenda do cunhado, que viu este guarda-chuva na loja onde comprou as galochas, achou diferente e trouxe para mim]. E pronto, tenho ou não tenho motivos de sobra para desejar que caia uma chuvinha boa por Lisboa?
SHARE:

Sem comentários

Enviar um comentário

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig