25 janeiro 2012

Ai a minha vida!

Prefiro aturar dez [d-e-z] gajas doentes do que um único homem. São uns maricas. Tudo dói, tudo incomoda, ai que a comida não sabe a nada, ai que a minha cabeça vai estourar, ai que estou às portas da morte. Haja paciência, é o que eu vos digo! Vocês não imaginam a criatura chata, resmungona e enjoada em que o meu gajo se transforma quando está doente. Uma seca.

Havia de ser bonito um homem passar por todas as torturas pelas quais nós passamos [depilação todo mês com cera quente, ter filhos de parto normal, andar horas a fio em cima de uns saltos, fazer o exame de prevenção do cancro do útero, ter cólicas e TPM... havia de ser bonito] E depois ainda possuem a lata de dizer que nós, mulheres, é que somos o sexo frágil.
Tá bem, abelha...
SHARE:

2 comentários

  1. Concordo plenamente ! O meu há uns tempos teve uma gastroentrite e parecia que ia morrer ! Dias e noites a gritar parecia que o estavam a mutilar ! Que marias antonietas -.-

    ResponderEliminar
  2. @Liliana Henriques: ahahaha os homens são umas florzinhas de estufa, é essa a conclusão a que eu chego. O meu sofre de sinusites e tem umas crises violentas de vez em quando. Faz tanto drama que parece que está a parir uma criança. Ninguém merece =/

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig