01 março 2012

Dos estereótipos.

Há estereótipos e idéias tão enraizadas que por mais voltas que uma pessoa dê acaba sempre por cair no lugar-comum, já perceberam? Acho engraçado os filmes que as pessoas fazem baseadas apenas em suposições.

Hoje disseram-me: "ah e tal, se vivesses bem no Rio nunca terias vindo para Portugal" e eu fiquei a pensar: mas será que toda gente acha mesmo isso? Que uma pessoa só muda de país quando está na mó de baixo? Há tantos motivos que não os financeiros... Mas nem vale a pena perder tempo a explicar.

Como no outro dia que ouvi uma cliente discutir com uma colega da loja onde trabalho. A meio da discussão, a cliente diz: "ah vocês, vendedoras, não possuem nem o nono ano e acham que são muito espertas, blá blá blá". Na loja somos oito vendedoras. Destas, cinco possuem cursos superiores completos [e destas cinco, duas estão em mestrado, eu incluída], outras duas possuem a licenciatura a meio [porque desistiram] e só uma rapariga é que tem apenas o 12º.

Coisas deste tipo conseguem acabar com o meu bom humor. Nunca, em nenhuma circunstância, devemos julgar um livro apenas pela capa. Podemos acabar surpreendidos...
SHARE:

5 comentários

  1. Mesmo...concordo inteiramente! Essa da loja é típica..tb atendi clientes que me olhavam de alto a baixo quando a Dra. ali era eu...

    ResponderEliminar
  2. bem verdade. se as pessoas soubessem estavam tão caladinhas! não suporto generalizações!
    ***

    ResponderEliminar
  3. Sinceramente? Nunca achei que a maior parte das vendedoras tivesse menos que o 9º ano e explico porquê. Conhecendo as dificuldades do mercado de trabalho (e para isso basta tomar atenção às notícias que nos chegam todos os dias...) é muito fácil de imaginar que existam muitas pessoas a trabalharem em lojas, macdonalds e afins que tenham formação superior muitas vezes que vai além de uma simples licenciatura. Sinceramente quem faz uma afirmação assim apenas pode andar muito desligada da realidade...

    ResponderEliminar
  4. E se tivessem só o nono ano??? há muita gente com cursos universitários que nem falar sabe, e a escrever até dá medo.

    ResponderEliminar
  5. @mrfashionmood: Ahahah essa parte do "ali a Dra. era eu" é tão verdade... Também já me aconteceu. Enfim, há com cada uma!

    @t: Concordo contigo. Às vezes ganhamos mais em estarmos com a boca fechada :)

    @Fiona: Tens toda a razão. Nunca menosprezei nenhuma vendedora [até porque faço parte do grupo] por achar que tinham pouca escolaridade porque com a crise, as lojas e os "sub empregos" acabam por ter cada vez mais pessoal com estudos avançados. É uma tristeza que ainda há quem pense que as vendedoras só possuem a quarta classe. Enfim...

    @paula: Pois, também não percebo. Fizeste-me lembrar uma amiga, que está a estudar enfermagem e consegue dar mais erros gramaticais do que a minha irmã de 11 anos. Uma tristeza, é o que é. Em contrapartida, conheço pessoal que só tem a quarta classe [como a minha avó] mas que é culto até dizer chega.

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig