04 julho 2012

Diário de uma vendedora em part-time {5}

Na loja onde eu trabalho os saldos {vulgo promoções} já começaram e isso implica que os meus dias de trabalho sejam um terror {ainda por cima só trabalho aos fins-de-semana e feriados}: tudo revirado, montanhas de roupa nos provadores, gente a gamar como se não houvesse amanhã e coisas do género.

Pois bem, no outro dia estava na caixa a atender quando me aparece uma senhora com ar de tia de Cascais e espeta com três peças de roupa no balcão. Todas peças de saldo. Sorrio, cumprimento a senhora e registo as peças. Ela interrompe-me:

Tia de Cascais: Olhe, desculpe, é para oferta.
Eu: Peço desculpas, mas não fazemos embrulhos. Posso cortar os preços e dar-lhe o talão de oferta.
Tia de Cascais: Como não fazem embrulhos? Ainda no outro dia vim cá e fizeram.
Eu: Sim, mas nesta altura ainda não estávamos em saldos. Em altura de saldos não podemos fazer embrulhos.
Tia de Cascais: Oiça lá, mas qual o problema em fazer o embrulho?
Eu: Não é por mim, são mesmo as regras da empresa. Peço desculpa... 
Tia de Cascais: É claro que não é por si, isso é que era bom... Não lhe custa nada fazer o embrulho, é por causa de pessoas como si que o país está como está. Você devia era de ir para o desemprego...Vá, meta cada peça em um saco e agrafe.

Eu já estava a bufar, a fila atrás da mulher aumentava a olhos vistos e lá tive de abrir o meu sorriso nº 45 e responder: "com certeza". Nessas horas tenho que abstrair, pensar em colinas e montes verdejantes porque a vontade que eu estava era de espetar com o rolo do papel de embrulho na tromba da mulher.

Querem ver que eu devia passar por cima das ordens da gerente e desatar a fazer embrulhos ao pessoal? Sim, que a fila estava grande e basta que se abra uma excepção para um cliente e já todas querem embrulhos e "ai menina, mas fez embrulho à outra senhora e isto também era para oferecer..." e patati patatá. A minha gerente todos os dias nos PROÍBE de fazer embrulhos - diz que a roupa já está tão barata que qualquer dia não ganhamos nem para pagar os sacos e os talões de oferta.

Há clientes educados e queridos que até dizem "ah, deixe estar que eu depois corto o preço em casa, não se preocupe" mas depois há outros que querem papel de seda, laçarotes, bombons e fitas de cetim quando pagaram 5€ por um top em saldos. Será que as pessoas não percebem que, para a grande maioria das lojas, não compensa estar a fazer embrulhos nos saldos? É o mesmo que ir a Primark comprar um monte de merdinhas a 3€ e exigir que a vendedora faça um embrulho para cada peça. Há com cada uma... E ainda por cima são estúpidas como tudo! Haja paciência, senhores, haja paciência para esta gentinha.
SHARE:

10 comentários

  1. Realmente! Se são ordens da gerente o que é que ela queria? Esta gente só pode ser parva!
    Não sei como te controlaste quando ela disse que era por causa de pessoas como tu que o país estava assim e que devias estar no desemprego...enfim...gentinha...

    ResponderEliminar
  2. eheheh...com certeza não era uma "tia" verdadeira. Muito menos uma senhora. Que imbecil!

    ResponderEliminar
  3. sei bem o que isso é! é respirar fundo e sorrir :)

    pelo menos na altura era o que eu fazia lol

    Beijinhos
    www.myfashionscript.com

    ResponderEliminar
  4. E ainda mantiveste a serenidade já foi de louvar. Eu acho que não conseguiria. Odeio essas tiazinhas de Cascais, que para além do mais só deveriam fazer compras nas lojas de alta costura ou algo do género. Mas depois vão reclamar para as lojas do "povão".

    ResponderEliminar
  5. E as que têm ar de "tia de cascais" são as piores...

    ResponderEliminar
  6. Mas infelizmente isto está de uma maneira que não é só nas lojas de roupa que se passa isto, eu tenho um negócio de alimentação em que o prato do dia custa 3,5€, tendo a possibilidade de escolher entre 6 diferentes todos os dias. Há dias uma "esperta" também me perguntou se aquele montante incluía o pão, a sopa, a bebida o prato, a sobremesa e o café. Só me apeteceu perguntar-lhe se achava que eu tinha cara de parva, mas engoli em seco e disse-lhe que incluia aquilo tudo e mais um bilhetinho para o cinema....ás vezes gente estúpida merece respostas ainda piores. Respeitem quem trabalha, a crise não é desculpa para tudo!!!

    ResponderEliminar
  7. @Sini: Mesmo! Nem eu sei como conseguir manter a calma e responder com educação... Estava em ponto de ebulição lol. A cena do desemprego caiu tão mal e eu fiquei de tal maneira sentida que a cliente que veio pagar a seguir disse-me: oh, menina, não ligue. Estas pessoas não estão bem e andam a descarregar nos outros" e eu não poderia concordar mais. Enfim...

    @Imperatriz Sissi: Ahahaha era uma tia "dos chineses" porque classe e elegância, não tinha nenhuma lol.

    @Síl: Pois é, nestas alturas temos de abstrair e fingir que não é connosco, afinal, temos um emprego para manter... Mas é difícil :S Beijinhos :*

    @Martini Bianco: Logo eu, que normalmente sou "esquentadinha", consegui manter as aparências mas acredita, não foi fácil. Pensei o mesmo que tu: ora, se és tão fina e estás com tantas exigências, porque não vais fazer compras para o El Corte Inglés? Lá é que os empregados ficam a correr atrás dos clientes como cãezinhos e até levam as sacolas. A sério, não tenho "saco" pra esta gente. Irra!

    @Cacau: ehehehe também penso assim.

    @Paula: Que absurdo! 3.5€ já está super barato, quer dizer, não chega nem para pagar um lanche completo no Mc Donalds, quanto mais um prato a sério! E ainda perguntam se inclui café e sobremesa? Esta gente é maluca ou então gostam de gozar com a cara dos outros. Não admito! A tua resposta do bilhete de cinema foi PERFEITA ahahaha. Haja pachorra!

    ResponderEliminar
  8. Que descaramento...no outro dia na mango tb comprei uma carteira para oferecer e tb me disseram isso e eu k remedio, e nem saco de papel me deram..por isso, isso, tive que me desenrascar. Isso é de quem se acha mais do que é. :) bj*

    ResponderEliminar
  9. É mesmo como te disse a outra cliente, "as pessoas não estão bem e descarregam nos outros". Se calhar, essa titia antes podia comprar prendas no El Corte Ingles e outras lojas finas, agora tem de se contentar com menos e isso deve fazê-la roer-se toda, vai daí descasca no mais fraco, pois claro... Gabo o teu sangue frio!

    ResponderEliminar
  10. @mrfashionmood: Eu percebo que é chato comprar uma prenda numa loja e ter que estar a gastar com papel de embrulho, fita cola e afins, mas há que ter discernimento em perceber que para os lojistas não compensa o embrulho. Eu, quando compro prendas em saldos, compro uma caixinha gira de cartão decorado, nos chineses, e meto a prenda e o cartão dentro. E a caixinha sai quase ao mesmo preço do embrulho e ainda serve para a pessoa guardar qualquer coisa depois ;)

    @Rita: Concordo contigo. Há pessoas que, de uma hora para a outra, deixaram de ter o poder de compra que tinham antes e, insatisfeitas, andam pelas lojas "populares" com ares de rainha. Santa paciência!

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig