31 agosto 2012

my fedora hat.

Andava à procura de um chapéu de abas curtas há algum tempo mas ainda não tinha me engraçado com nenhum. Todos os que encontrava ou eram demasiado chamativos {gosto de coisas mais clássicas} ou tinham abas grandes à la Indiana Jones ou o preço era proibitivo.

Bem sei que o verão já está mesmo no fim mas não resisti quando vi este chapéu ontem, no Continente {o último sítio onde eu procuraria...}. É branquinho {cor que adoro} mas também havia em azul escuro e em preto. Tem detalhes giros, como as tachinhas a circundar e o preço foi super amigo.

Adoro o contraste do branco do chapéu com o preto do meu cabelo.
SHARE:

30 agosto 2012

Das diferenças climáticas:

Ontem passei o dia em Coimbra. Saí de casa às 10h e fui de carro até a cidade dos estudantes. Foi o aniversário de uma grande amiga minha e fiz-lhe essa surpresa, aparecendo por lá sem avisar. Adoro os meus amigos e esta, em especial, merece todas as surpresas boas deste mundo ;)

O tempo em Coimbra estava cinzento e havia avisos de chuva. Optei por ir de botins e levei uma écharpe mais grossinha para o caso de esfriar {recuso-me a usar casacos no verão}. Conheci o Fórum Coimbra, tirei montes de fotos no Rio Mondego, almocei com a minha amiga e tive direito a um bolo delicioso de sobremesa.

É incrível como quase não há verão lá para cima, no Norte. Quer dizer, estamos {ainda} em Agosto e andava tudo de casaco, credo. Acho que não era capaz de viver numa cidade sem sol, tipo Londres, por exemplo. Morria deprimida enfiada em vinte casacos. E hoje, como que a comprovar que amo o sol, o dia estava maravilhoso e corri para a Praia da Rainha, em Cascais, para gastar os últimos cartuchos e aproveitar o restinho do verão.

Ah, e para encerrar o dia em grande estilo, quando estava a sair da praia o meu telemóvel toca {era a minha avó} e eu atendo. Começamos a conversar {em brasileiro} e reparo num homenzinho sentado ali ao pé, com um acordeão. Sento-me num daqueles bancos que ficam ao pé das esplanadas, mesmo em frente à praia da Rainha e continuo a conversar no telemóvel. Ele deve ter ouvido algum trecho da conversa porque de repente começa a tocar... isto. Olho para o homem e ele pisca-me o olho. Desato a rir e a minha avó não percebe nada, do outro lado da linha. Apeteceu-me fazer um vídeo enquanto ele tocava a música mas fiquei com vergonha. Foi um daqueles momentos que parecem retirados de filme, sabem? Adorei!
SHARE:

29 agosto 2012

Das coisas que a minha mãe diz {2}

- Mãe, tô um pouco sem equílibrio, quase caí hoje. Será que tenho labirintite como tu e a avó?
- Bobagem, filha. Se tiveres saído a mim só vais ter isso depois de adulta.

- Ahn?!

(Diálogo ocorrido ONTEM)

 
SHARE:

28 agosto 2012

Do fim de semana. {2}


No sábado de manhã: Praia. Gelados. Sol a bater no rosto. Pés sempre na água. Bronze. Risadas.

E para encerrar o dia, uma passagem pelas Festas do Mar para ouvir o Pedro Abrunhosa {que adoro} levar a platéia ao delírio... O M. passou o concerto todo em pé atrás de mim, abraçando-me pela cintura, com o queixo encostado no topo da minha cabeça {sinto-me uma anã mas pronto...} enquanto ouvíamos aquelas canções melosas e poéticas que só o Abrunhosa faz. E na altura da minha música {esta}, ele cantou-a inteirinha ao meu ouvido. E arrepiou-me até a alma. ❤
SHARE:

1991.

Eu, com quatro anos e uma tromba descomunal porque a minha mãe não me tinha comprado uma Barbie. Ele, do alto dos seus dez anos e com um ar de beto que até metia medo.Eu andava numa creche chamada "Casinha da vovó", na zona norte do Rio. E ele já estava no 4º ano do colégio Santa Dorotéia, em Lisboa.

Destinos e vidas tão diferentes... Um oceano e 7700 km de distância. Nada fazia prever que um dia eu cruzaria com o meu rapaz, naquela tarde de inverno de 2005. Mas aconteceu. E passei a acreditar que o que é para ser nosso, ninguém nos tira. Passe o tempo que passar, aconteça o que acontecer, seja como for. Na hora certa, acontece.
Te amo, neném.
SHARE:

the answers.

Qual o teu signo?
Sou de Capricórnio, faço anos no início de Janeiro.

Em que universidade andas?
Ando numa universidade pública em Lisboa e mais não digo =X

Quantos anos tem o teu namorado? Que curso ele tirou?
O M. tem 31 anos e tirou a licenciatura em Engenharia Informática com mestrado em Inteligência Artificial, no IST. Sim, ele é nerd. {e eu adoro nerds!}

Nome próprio e fotos com cabeça?
Anne, prazer. Sim, o nome é enfeitado com 2 "enes" porque a minha mãe é uma pirosa do pior. E, horror, o meu segundo nome tem um "ypsilon". Sou uma bimbalhona, pá! Quanto às fotos com cabeça, já publiquei uma no blog {aqui}.

É verdade que as brasileiras são um furacão na cama? O que pensas acerca deste "mito"?
Ahahaha tive que rir. Bom, se são um furacão na cama, isso não sei {nunca dormi com nenhuma} mas acho que é mais fama do que qualquer outras coisa. Para já, não gosto de generalizações e acredito que existam mulheres fogosas independentemente de nacionalidade ou sotaque. Em relação ao mito, acho que há uma péssima fama da mulher brasileira no exterior mas atribuo grande parte dessa "fama" às próprias brasileiras. Penso que grande parte do problema seria evitado se as brasileiras tentassem adequar a postura/modo de vida ao país em que vivem {por exemplo, já vi uma conterrânea de top decotado e micro-calções em pleno inverno em Barcelona... se isso não é querer chamar atenção, então não sei mais nada...}. Há que ter bom-senso.

Qual o teu maior medo?
O maior de todos é perder a minha mãe {na verdade, gostava mesmo que houvesse um elixir da longevidade que tornasse todas as mães eternas} porque deve ser a maior dor que uma pessoa pode enfrentar e às vezes, só de pensar que isso um dia virá a acontecer, dá-me para abrir o berreiro {sozinha, é claro}. Nem gosto de pensar em tal coisa.

Qual foi o dia mais feliz da tua vida?
O dia em que nasceu a pessoinha mais carinhosa e fofa desse mundo. Lembro-me tão bem do dia em que nasceu a Vi... Eu já era uma mocinha e fiquei ali, embasbacada, a olhar para ela no vidro e a pensar: caramba! depois de tanta dificuldade, nasceu a nossa princesinha... Foi incrível!

Gostas mais de viver em Portugal ou no Brasil?
Gosto muito mais de viver em Portugal, sem dúvida. Amo o meu Rio e é dos melhores sítios que conheço para passar férias mas para viver é complicado. Nós decidimos morar em Portugal depois da minha mãe ter sofrido um sequestro-relâmpago enquanto andava de carro na Tijuca, portanto, acho que isso resume tudo. O nosso maior problema sempre foi a segurança, que é inexistente no Rio. Eu nunca tinha saído para uma discoteca até vir para Portugal, por exemplo. A minha mãe só me deixava ficar na rua até as 22h, eu não podia sair do colégio sozinha, mesmo no secundário, era sempre a carrinha a levar-me para casa. A minha vida era numa gaiola e aqui é infinitamente mais seguro, não há comparação possível. Eu costumo andar no Bairro Alto às três da manhã com o Ipad na mala, eu posso parar em todos os sinais de trânsito com o vidro do carro aberto sem correr o risco de meterem uma arma na minha cabeça, posso atender chamadas dentro do autocarro sem temer ficar sem o telemóvel. Enfim...

O que pensas das mulheres portuguesas? O que achas que deviam melhorar?
Acho que as mulheres portuguesas são interessantíssimas. As minhas melhores amigas são todas portuguesas e acho-as pessoas fantásticas. Regra geral, as portuguesas que conheço são sempre super-mães, daquelas que vivem para os filhos e são muito lutadoras. Acho isso incrível. Penso que as mulheres portuguesas {e os homens, já agora} poderiam ser um bocadinho mais bem dispostos e optimistas no futuro, que até pode parecer sombrio, mas com um sorriso no rosto tudo parece melhor. Palavra de quem já experimentou ;)

Quais as principais dificuldades quando te mudaste para Portugal?
Sem dúvida, o clima. Chegámos em Lisboa em Dezembro de 2004 {auge no verão no Rio} e mal aterrei na Portela e levei com um vento de 10ºC na tromba, pensei: quero voltaaaar! Passei muito, muito mal no inicio. Todo o meu corpo tremia e eu sentia uma dor horrível nos ossos, parecia uma velha com artrose. Tivemos de comprar três aquecedores no primeiro mês {e mais dois no segundo ahaha} porque eu só conseguia dormir toda enchouriçada e mesmo assim, acordava com o nariz tipo cubo de gelo. Foi terrível e eu só pensava: Meu Deus, como esse povo consegue sair para trabalhar e estudar com um frio desses? É desumano! ahahaha. Aliás, quando estive no Rio este ano, senti muita diferença porque eu morria de calor mesmo com 25ºC à sombra, prova de que o meu termostato já é, definitivamente, europeu ;)

Quem te faz a gestão do html do blog? 
Eu mesma faço as alterações aqui no blog, por incrível que isso possa parecer, já que percebo muito pouco do assunto. Poderia pedir ajuda ao M. e ele fazia-me um site todo xpto em meia hora mas quero manter o blog em segredo então tive de ler tutoriais na net e desenrascar-me. O meu template é o Extreme Georgia e foi todo modificado por mim, tudo muito básico. O header também fui eu que fiz com o auxílio do Photoshop, of course. Está bem que demorei quase uma semana a pôr tudo como eu queria, mas lá consegui!

Gostava de saber qual o segredo para estares sempre assim em cima? :) essa boa disposição contagia mesmo ;) 
segredo é tentar sempre enxergar o lado bom das coisas e pensar que, se a situação já é complicada por si só, se ficarmos com umas trombas ou mal dispostas, a tendência é que tudo fique ainda pior. Felizmente, sou naturalmente bem-disposta e alegre. Aliás, sou das poucas pessoas que conheço que tomam o pequeno-almoço a sorrir {facto que irrita o senhor meu namorado, que resmunga: porra, mas precisas ser tão feliz às seis da manhã? ahahah, ele é um mal humorado!}. Não perco tempo com coisinhas pequenas e detesto perder energia a discutir por merdinhas. Há coisas tão mais importantes...

Gostaria de saber como organizas o teu dia-a-dia?
Normalmente tenho aulas das 8h às 15h, então acordo às sete, vou para a universidade, tomo o pequeno-almoço por lá e normalmente almoço na esplanada do edifício principal. Depois das aulas vou logo para casa, revejo os principais pontos que aprendi de manhã e faço os trabalhos {relatórios, ler papers, preparar seminários, etc}. Lá para as sete termino de estudar e fico um tempinho no computador, a ler blogs, no facebook ou a responder mails. À noite costumo combinar alguma coisa com o M. {jantar, cinema, café, ver séries em casa dele, essas coisas} ou então saio com amigos. Este mês inscrevi-me no ginásio, portanto, calculo que quando as aulas começarem terei menos tempo para os amigos... Costumo montar o horário do semestre de forma a conseguir ter um dia livre durante a semana porque trabalho só ao sábado e ao domingo e convém ter um dia para estar em casa a descansar. Esse dia sem aulas na semana é o dia em que não faço nada de útil à sociedade: arranjo as unhas, vou à esteticista, vou às compras, faço posts para o blog e deixo agendado, passo a tarde a ver filmes no sofá, enfim...

Que idade pensas que tem a tua leitora mais nova? 
Bom, tendo em vista que eu não costumo falar muitas asneiras no blog e não abordo temas impróprios {ahahaha}, acho que a minha leitora mais nova até pode ter dez anos. Não sei, não faço idéia, mas normalmente, imagino sempre que sou lida por mulheres entre os 20-30 anos. Acho que esse é meu público-alvo ;)

Pensas em casar? 
Penso, é claro. Estaria a mentir se dissesse que é o grande sonho da minha vida, que não é. O grande sonho da minha vida é ser mãe. Mas voltando ao assunto, casar não é a minha prioridade mas sei que para a minha família seria uma vergonha eu viver junto sem ser casada {sim, são antiquados, tradicionais e tudo isso} portanto, sempre disse que só sairia da casa da minha mãe quando estivesse casada e assim será. O M. preocupa-se mais com isso do que eu, talvez por já ter passado dos trinta, mas eu não tenho grande pressa. Daqui há uns dois anos penso nisso seriamente. Até lá, fico com a lembrança do meu pseudo-casamento.

O teu namorado sabe que este blog existe e, se sim, lê o que escreves? o que acha?
Não, o meu namorado não sabe da existência do blog e eu prefiro que seja assim. Só três pessoas sabem que o meu blog existe e eu adoro essa sensação de anonimato que isso me dá. Já pensei uma ou duas vezes em contar ao meu namorado sobre o blog mas acho sempre que é melhor deixar como está. Um dia, quem sabe?

Quais as 5 dicas de beleza que darias a alguém?
Nunca durmas com o rosto maquilhado, bebe sempre muita água e chás durante o dia, separa um dia no mês para tratar dos teus assuntos: depilação, unhas, cabelo, massagens..., faz exercícios físicos pelo menos uma vez por semana e, dica primordial: sorria! Qualquer pessoa fica mais bonita com um sorriso no rosto {mas se tiveres dentes feios, pula essa dica}

Porque não mostras fotos tuas?
Mostro fotos minhas, apenas não exponho o rosto. A maioria das pessoas que convive comigo {família, namorado, amigos, colegas de trabalho} não sabe que este blog existe e se eu espetar aqui com fotos minhas, aumento exponencialmente a chance de vir a ser descoberta. Para além disso, sou naturalmente uma pessoa tímida {embora não o pareça, eu sei} e jamais faria posts no estilo "outfit of the day". Não levo jeito :P

Em que é que gastas mais dinheiro?
Em viagens, em roupas e em produtos de beleza. Apesar de andar mais poupada nos últimos tempos, sou uma consumista nata.

Qual a peça mais cara que tens e quanto custou?
Não sou de gastar muito dinheiro numa peça. Não ligo nada à marcas e adoro comprar em lojas populares tipo Zara, H&M e Primark. Assim de repente, acho que a peça mais cara que tenho são umas botas da Aldo que me custaram, na altura, 145€ e valem cada cêntimo que paguei.

Onde te imaginas daqui a cinco anos?
Imagino-me em Lisboa ou, na loucura, de volta ao Rio de Janeiro, se as coisas por lá melhorarem. Quero tirar mais uma licenciatura e, daqui a cinco anos, espero contar com dois cursos no currículo e estar a viver em um país que saiba valorizar a minha qualificação.

Pensas em casar? Se sim, quando?
Penso em casar, talvez daqui há uns dois, três anos. Mas é como se costuma dizer: o futuro a Deus pertence, por isso, não faço grandes planos. Na hora certa, acontece ;)
SHARE:

25 agosto 2012

Question time!

Em jeito de comemoração por termos alcançado a marca dos 200 seguidores e para interagir mais com vocês, deixo aqui uma pergunta: o que gostavam de saber sobre mim? Dúvidas, perguntas, curiosidades ou apenas para dizer um oi, estejam à vontade na caixa de comentários {espero não me vir a arrepender deste acto de loucura ahaha}. Podem perguntar à vontade {mas com bom senso, minha gente} e prometo responder a tudo na segunda-feira. Vá, aproveitem que tão cedo não torno a fazer outro post desses...
SHARE:

24 agosto 2012

yey!

E de repente, chegámos aos duzentos seguidores. Ena, que já somos tantos... É engraçado pensar que na altura em que criei este blog não dava nada por ele e podia jurar que ao fim de três ou quatro posts já estaria farta de escrever. Enganei-me, porque a cada dia que passa mais gosto deste espaço e mais vontade tenho de partilhar um bocadinho da minha vida com vocês.
Obrigada, minha gente! ;)
SHARE:

♫ Anda comigo ver os aviões levantar voo...♫

E que eu morra aqui
Se um dia que não te levo à América
Nem que eu leve a América até ti.
SHARE:

23 agosto 2012

Das maluquices dele.

Desde que mudei-me para Carcavelos que faço uso intensivo do GPS do carro. Nunca gostei muito do bichinho, confesso. Tinho uma certa implicância com ele e o coitado esteve uns bons dois anos guardado na arrecadação. Mas como ainda não conheço grande coisa da zona Oeiras-Carcavelos-Parede e detesto ficar perdida, lá fui buscar o GPS. Entretanto, e sabe-se lá o porquê, a "menina" do GPS só fala em brasileiro. Não sei que raio de configuração o meu irmão pôs no aparelhinho mas não há maneira de pôr o GPS a falar no português de Camões.

Comentei sobre o assunto com o M., a ver se ele conseguia arranjar uma solução, quando ele vira-se para mim e diz:

- Oh, então trocas com o meu... O meu fala em português.
- E tu? Ficas com o GPS a falar em brasileiro?
- Fico... Eu até gosto, assim fico a lembrar de ti quando ouvir a gaja a falar: "no próximo cruzamento, vire à sua direita..." com aquela vozinha doce...
- ahahaha tu não és bom da cabeça.

E pronto, trocámos os GPS´s e o assunto ficou arrumado. Somos mesmo uma bela dupla: eu adoro ouvi-lo a falar em espanhol, a língua materna do menino e ele adora que eu fale com sotaque brasileiro e use expressões típicas da minha terra ;)
SHARE:

22 agosto 2012

☼ lazy days ♒

Com o meu amor de férias todos os dias são sinónimos de praia, gelados, beijos e de muito mel. Ontem fomos à praia de Carcavelos mas a bandeirinha vermelha chateou-nos, uma vez que as ondas estavam e-nor-mes e eu não tive coragem {ao contrário dos muitos malucos e crianças que por lá andavam} de entrar naquele mar agitado. Ficámos pela areia, a ler e apanhar sol. Depois passámos o restinho da tarde no bar da praia, onde experimentei um gelado delicioso, com sabor a Kit Kat e pedaços de biscoito. Uma perdição.

Hoje foi dia de acordar cedo e alugar uma das famosas BiCas {bicicletas de Cascais} para darmos uma voltinha até a praia do Guincho e à Boca do Inferno. Uma tarde deliciosa, como todas as que passo com ele. E agora vou só ali colocar a picanha e a linguiça no espeto enquanto ele termina de preparar a sangria. Sim, hoje é noite de churrascada no terraço com dois casais de amigos.
Ai, como eu gosto do verão!
SHARE:

21 agosto 2012

room details. {2}

Ganhei de uma amiga a letra mais linda do alfabeto {e, obviamente, a inicial do meu nome} para pôr na parede do quarto. Ainda pensei em pintá-la de dourado mas depois achei que seria too much e deixei ficar ao natural ;)
Esse nicho "sobrou" do quarto da princesa e fiquei com pena de arrumá-lo de vez na arrecadação. E é branquinho, por isso ficou bem na parede azul do meu quarto. Adorei ;)
Essas bolas decorativas vieram da loja Bonvida no Freeport e custaram... 1€ cada. São em loiça e bastante pesadinhas e acho que dão um toque fresh ao quarto...
A moldura estilo vintage também veio da loja Bonvida, no Freeport. Havia em imensas cores e diversos tamanhos. Comprei o tamanho básico, 10x15cm e paguei 1.50€ pela moldura. Qual chineses, qual quê! Opto sempre, sempre, pelo Freeport no que toca à lojas de decoração. Há com cada pechincha...
Andava há que tempos à procura de flores para pôr no vasinho fofo que comprei na IKEA mas todas que encontrava tinham um aspecto fuleiro e artificial {flores verdadeiras morrem em dois tempos comigo}. Encontrei estas no bazar chinês da Parede e são super parecidas com flores verdadeiras, não concordam?
Foi uma tarefa complicada encontrar imagens para pôr nas molduras que tenho por cima da cómoda. Como é um cantinho muito feminino, cheio de vernizes e perfumes, achei que precisava de imagens suaves e amorosas. Encontrei estas no Etsy {eu sei, as imagens estão para venda e eu surrupiei-as. Não se faz...} e fiz download. Imprimi na Staples, em papel couché {o melhor para poster} et voilà ;)
Todos os vidrinhos vieram da IKEA {com excepção da garrafinha com tampa de flor roxa - da loja Casa} e o ovinho de cristal que comprei numa loja de decoração no Rio de Janeiro.
Como os meus móveis são branquinhos, decidi pintar a parede principal do quarto de um tom turquesa clarinho, só para dar aquele contraste bonito com os móveis {e para não ficar com cara de quarto de hospital ahaha}.
O candeeiro escolhido foi este branquinho da IKEA {custou menos de dez euros} por ser simples, actual e baratinho. Deixei o fio pendurado, para não colar o candeeiro ao tecto e dar aquele ar charmosinho do lustre a balançar {adoro!}
Como tenho uma salinha anexa ao quarto {onde montei o closet} decidi pôr uns cortinados leves para individualizar as duas zonas e ao mesmo tempo, deixar passar a luz que vem do janelão que tenho no anexo. Escolhi em tons de turquesa e comprei dois cortinados lisos na IKEA {da nova colecção} e um cheio de paetês turquesas {meu lado perua fala mais alto} n´A Loja do Gato Preto. Achei a combinação invulgar e gostei ;)
A moldura que dá para pôr quatro fotos veio dos saldos da Casa e custou menos de cinco euros. Decidi pôr as fotos dos meus tesourinhos {vulgo irmãos} para estarem sempre perto dos olhos... porque do coração nunca saem ❤.
SHARE:

20 agosto 2012

Do fim de semana.

Eu não sei o que é pior: se é estar cheia de dores nos pés por ter passado as duas últimas noites a dançar em cima de um mega salto e hoje sentir que sou um farrapo humano... ou se é aturar o M. semi-bêbedo a falar asneiras em espanhol {a língua materna do rapaz} e a rir-se como um perdido. Bem me parecia que um fim-de-semana com duas noitadas era um exagero mas ninguém me deu ouvidos... Isto está bonito, está.
SHARE:

17 agosto 2012

Das maravilhas da tecnologia:

Estou completamente maravilhada com o tal do aplicativo WhatsApp... Estou naquela do "como eu pude viver tanto tempo sem essa maravilha?!". Agora é ver-me, tal e qual maluquinha, sempre agarrada ao telemóvel a enviar mensagens ao restinho da família que ficou longe. É só fofocas e risadas, em modo non-stop. Estou deliciada.

Foto acabadinha de tirar. Cheira-me que hoje a noite vai ser looonga.
Já conheciam o aplicativo? Recomendadíssimo! Em especial para quem, como eu, vive com o coração meio lá e meio cá ;)
SHARE:

Alguém vai?

E diz que sim, que hoje começam as Festas do Mar em Cascais. E eu vou, é claro que vou. Não tanto pelo cartaz, que não me convenceu {tirando ali o Pedro Abrunhosa, que adoro de paixão, e o Boss AC que gosto assim assim} todo o resto é-me indiferente. Não sei o que a Zélia Duncan vem cá fazer {tenho implicância com a mulher} mas ganhavam mais se tivessem posto a Ana Carolina ou a diva Alcione {eu sei, sou brega}. Enfim, vou mais pelo convívio com o meu pessoal, pelas risadas e pela cowboiada que isto vai ser.

Esta é a primeira vez que vou ao evento, portanto, quem já foi, recomenda? É calminho ou há muita confusão? Vá, esclareçam esta alminha...
SHARE:

15 agosto 2012

Das invenções.

Contei-vos neste post o drama da minha poltrona manchada, lembram-se? Pois bem, tingi a capa da poltrona de preto mas como era muito tecido a tingir, o tom acabou por descambar para um cinza azulado que eu acabei por gostar mais do que do tal preto. Achei diferente...
A minha empregada até ficou vesga quando viu a máquina de lavar roupa toda manchada de tinta preta {que, obviamente, saiu depois}. Ela só dizia: "ai menina, isso vai dar cabo das próximas lavagens e vai manchar as roupas todas...". E eu lá tentei explicar que a tinta para tingir era própria para ir à máquina e blá blá blá. É preciso uma paciência...
500 g de sal + uma embalagem de tinge tecidos + máquina de lavar no programa completo a 40ºC = tecido tingido na perfeição, sem manchas ou nódoas. Adorei!
A cor ficou assim um cinzento rato que eu gostei muito. Ah, e está visto que preciso comprar capas novas para as almofadas, essas ficam terríveis aí :P
Essa cómoda tem uma grande história por trás. A minha sogra foi de férias e quis, antes de viajar, redecorar a casa toda. Vai daí, toca a mandar fora os móveis que estão velhos, fora de moda e assim-assim. Foi o que aconteceu com essa cómoda, que era de quando o M. era bebé {ownn...}, ou seja, tem mais de trinta anos {sim, o meu homem é cota} e a minha sogra mandou-a para o lixo. Quando soube, disse imediatamente ao M. "corre lá fora e pega a cómoda pra mim, que eu tive uma idéia!" Estava decidida a comprar esta cómoda no final do mês e acabei por economizar uns trocos e ganhar uma cómoda cheia de história, em madeira de verdade e muito mais gira {opinião totalmente imparcial}.

Levei a cómoda para o terraço, lixei-a com a lixadora eléctrica, desaparafusei os puxadores {que são de madeira} e pintei-os com tinta spray prateada. Dei três camadas de tinta esmalte branca e deixei secar de um dia para o outro. A cómoda ficou transformada! Estava com o tampo todo riscado, os puxadores arranhados, enfim... uma lástima. Agora que a cómoda está de cara nova, a minha sogra disse, a brincar, que queria-a de volta. Não dou... hunf =/

Autocolantes de parede que comprei no chinês para criar um ambiente florido para a princesinha da casa. Ela adorou ;)
SHARE:

14 agosto 2012

Os saldos da IKEA!

Mini vasinhos por 0.49€ cada.
Molduras prateadas 21x30 cm por 1.99€ {preço normal: 7.99€}
Taça em vidro {da mesma linha dos vidrinhos de perfume antigos} por 0.99€.
Almofada 40x60cm de penas de pato {uma delícia!} por 1.99€ e fronha de veludo azul também por 1.99€.
Almofadas 50x50cm por 2.99€ para finalmente, estrear as capas bordadas à mão que a minha avó trouxe-me do Rio.
No sábado à tarde fiz uma visita à IKEA para espreitar os saldos {que, infelizmente, acabaram no domingo} e trouxe algumas coisinhas mesmo úteis e ao preço da uva mijona {adoro essa expressão!}. É claro que uma pessoa não sai da IKEA só com artigos de saldo e lá vieram três ou quatro coisinhas da nova colecção que são mesmo de babar.  Ainda trouxe comigo o catálogo 2013 e já ando com várias páginas marcadas e idéias debaixo do olho, ai ai.

Agora vou só ali despedir-me do meu amor e vê-lo ficar cada vez mais pequenino e pequenino... até sumir da minha vista, naquele aeroporto. Detesto despedidas, é um facto. Odeio o clima que antecede os vôos, aquele abraço apertado, o bolo na garganta, o ardor nos olhos e a vontade louca de ir junto. Mas passa rápido, são só cinco dias e logo logo o meu branquinho está de volta ;)
SHARE:

13 agosto 2012

Acabo de descobrir uma pequena maravilha:

Os novos Magnum Infinity {na versão chocolate ou chocolate com caramelo} são de comer e chorar por mais. Uma perdição, senhores. Descobri estes meninos ontem, na praia de Carcavelos e desde então já enfiei dois exemplares no bucho. É simplesmente o gelado mais delicioso que já provei {e já provei muitos...}. Ide experimentar, ide. 

Adeus Magnum Double Caramel.
Adeus Feast. 
SHARE:

my sunday.

Volta, domingo, que já tenho saudades tuas! ;)
SHARE:

11 agosto 2012

Para começar bem o sábado!

Não resisto a lojas de decoração... Então se estiverem com saldos daqueles mesmo bons, ui adoro! 

SHARE:

E não é que é verdade e eu nem me tinha dado conta?

Essas minhas amigas lembram-se de casa coisa... É claro que nem sempre consigo ir ao Brasil na altura do verão {este ano, por exemplo, foi na Páscoa} mas ao que tudo indica, estarei novamente no Rio em Dezembro para passar as festas de fim-de-ano com o resto da família. E, cá entre nós, não há festa mais bonita do que o Reveillon nas areias de Copacabana, é uma emoção indescritível. Eu bem tento ir assistir aos fogos na Praça do Comércio mas, senhores, não é a mesma coisa e está tanto frio que eu não aguento nem meia hora lá parada.

Certa vez uma amiga disse-me: "mas porque vais ao Rio todos os anos? Tipo, não era mais útil usares o dinheiro da viagem, que não é pouco, para conheceres outros países? Ou para ires à Nova York? Sei lá... a passagem é tão cara e ir tantas vezes acaba por não compensar." Concordo em parte. A passagem é cara e realmente só compensa se for para ficar mais de quinze dias {na minha opinião, é claro}. E sim, é verdade que eu poderia usar o dinheiro para rodar o mundo {então eu que adoro viajar...} mas quanto mais o tempo passa e mais velhinha fica a minha avó, mais vontade eu tenho de estar o máximo de tempo possível com ela. Nunca sei quando será a última vez. E amo-a tanto, mas tanto... que vale a pena fazer esse sacrifício {se bem que ir ao Rio no verão não é sacrifício nenhum, mas faz de conta} e por isso, em dezembro, lá estarei. Mi espera, vai!
SHARE:

10 agosto 2012

beach ☀


Os dias por aqui têm sido assim: de manhã substituo a recepcionista na clínica em Cascais e saio às duas. Em quinze minutos me ponho em casa, tomo um banho, almoço uma coisinha leve, agarro na badocha e siga para praia de Carcavelos. Tenho seguido este mini ritual desde segunda feira e não consigo ficar farta. Que bem que sabe poder ir à praia à pé, sem carregar este mundo e o outro... É só agarrar na toalha, no protector solar, no chapéu e no porta-moedas e ala que se faz tarde. Um paraíso, senhores!

Vamos as duas a caminhar e a tomar o nosso gelado, felizes da vida. Na volta da praia, uma paragem num café mesmo giro que descobri na rua por trás de casa e venha daí um lanchinho mesmo bom. A Vi chega a casa, toma um banho, mete o pijaminha e capota. Eu ainda arranjo disposição para sair com ele ou terminar o dia numa esplanada com as minhas babes.

Já disse que adoro estar de férias?
SHARE:

E fez-se luz:

Uma leitora deu-me a sugestão de tingir a capa da poltrona e olha, porque não? Pior do que está não fica então... bora lá arriscar! Fui ao Jumbo e comprei esta caixinha que promete transformar o meu branco-encardido num preto intenso. A ver vamos. Cheira-me que, desastrada como sou, o resultado vai ser uma bela porcaria mas uma pessoa não perde nada em tentar, não é?
SHARE:

Ai, IKEA, se eu te pego...

No final de 2006 comprei uma poltrona no IKEA {modelo Lund Bjuv} por míseros 30€. Lembro-me que a poltrona custava 30€ e as capas custavam 5€ e havia em imensas cores. Não me recordo o motivo mas na altura ignorei as capas e trouxe só a poltrona. Burra, mil vezes burra.

Acontece que eu tenho esta poltrona há quase seis anos e ela continua impecável: confortável, macia e gira. O problema é que a capa branca original está um terror, cheia de nódoas {ao longo dos anos foram acontecendo vários acidentes: uma caneta cuja carga estourou bem no braço da poltrona, uma taça de vinho entornada, enfim...}. Já lavei, já pus lixívia, já fiz de um tudo. Nada da capa ficar como deve ser.

Para minha infinita tristeza, a IKEA descontinuou a poltrona {por isso ela custou-me os tais 30€ na altura} e não há maneira de encontrar as capas para este modelo. Hoje lembrei-me de ir espreitar no Ebay para ver se encontrava o raio da capa e adivinhem? Wow, 80 dólares?! Quer dizer, pago 30€ pela poltrona e o dobro pela capa? Deve ser, deve.

Resignada, falei com uma costureira amiga da minha mãe e perguntar se ela conseguia fazer uma capa igual se eu comprasse o tecido. Diz que sim, que faz. Mas pediu-me quarenta euros e eu achei caro.

Portanto, não sei o que faça. Até o momento, a opção mais barata é mandar fazer a capa mas quer dizer, ainda soa-me a balúrdio. Não queria ter que me desfazer da poltrona porque ela é mesmo confortável e adoro-a mas como está também não tenho coragem de pôr no quarto. Odeio quando gosto de uma coisa e logo a seguir percebo que foi descontinuado e não há maneira de voltar a ser produzido, arre!
Alguém me dá uma luz? Sugestões?
SHARE:

09 agosto 2012

room details.

Uma nova bracelete para o meu Watx, naquela que é a minha cor do momento. E uma óptima surpresa: encontrei, finalmente, capas para o meu LG amado! E cor de rosinha {a branca também já cá canta que eu não resisti}
Ontem foi dia de ir ao IKEA trazer mariquices para o quarto. Estas molduras são a minha cara... Hoje vou à Staples mandar imprimir as fotos da viagem ao Rio e escolher as melhores para emoldurar. {essa imagem é do panfleto do Feel Rio e coloquei só para não deixar vazio - detesto molduras vazias}
E por falar em Rio... a minha plaquinha ganhou lugar de destaque em cima da estante de livros.
Porque uma vez ouvi, de uma pessoa muito especial, que o sorriso era a curva mais linda do nosso corpo. E concordo!
Meu cantinho zen. Não passo sem o meu incenso de Orange Blossom {Zara Home}, sem as mini velas do IKEA e sem o meu queimador da The Body Shop. Vícios...
SHARE:
© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig