19 setembro 2012

Para os fãs de "Gabriela"

Já aqui disse algumas vezes que sou fã da obra de Jorge Amado e, como tal, não poderia deixar de assistir ao remake de Gabriela. Nos primeiros capítulos eu assistia com o M. e o moço interrompia-me a cada cinco minutos: "o que é quitute?", "o que é fazer lelê?", "o que é uma quenga?" ou então perdia a paciência e disparava: "Aii, que merda de sotaque. Não percebo um caralho do que eles dizem" {sim, o meu moço tem um palavreado exemplar... not!}.

E lá comecei a traduzir, pouco e pouco, as expressões mais estranhas. Ainda gozei com ele no início: "Não me digas que não percebes sotaque brasileiro... Estás comigo há sete anos e ainda não percebes as palavras?" e ele, meio revoltado, responde: "Pois, mas tu não falas assim. Só falas com sotaque quando queres..." E sim, ele tem razão. Reconheço que, para quem não está habituado, deve ser impossível assistir a essa novela com tantas palavras diferentes. O que é uma pena porque acho a novela divertida e leve, exactamente o que se quer depois de um dia cheio ;)
    SHARE:

    9 comentários

    1. Secalhar por ser uma "noveleira" percebo tudo. Mas sinceramente não gosto muito de ver a Juliana Paes como Gabriela. Não sei...acho estranho.

      ResponderEliminar
    2. Estou a gostar imenso, não vi a outra versão mas estou a gostar bastante desta e percebo tudo o que dizem e sou portuguesa :) Deve ter sido muita novela brasileira enquanto crescia...

      ResponderEliminar
    3. Eu também li o livro há uns anos e gostei muito da história. Não tenho visto a novela pois dá muito cedo para mim...mas eu gosto daquele sotaque mais carregado e antigo, dá um toque mais realista e original á época!! :)

      ResponderEliminar
    4. Eu estou a adorar ver.Lá em casa paramos completamente para ver é muito divertida.
      Bjs
      Betty

      ResponderEliminar
    5. "Quer que eu lhe digue uma coisa?" Sou fã da novela, estou a adorar. O sotaque, as relações estranhas marido/mulher, e até as quengas e teúdas e manteúdas :)

      ResponderEliminar
    6. Eu adoro a telenovela.. e como estou habituada a novelas brasileiras já não estranho...

      kisses***

      http://rosa-xhiclet.blogspot.pt/2012/09/passatempo-rosa-chiclet-buhh.html

      ResponderEliminar
    7. lelê não faço ideia do que seja, mas o quitute tenho ideia que é um doce.
      Mas a quenga nunca me esqueci de onde aprendi, foi na novela da Tieta, ainda hoje me lembro da Pérpetua a dizer: Tieta é quenga, é quenga sim!! lol

      ResponderEliminar
    8. O sotaque desta novela é demais!! Eu e o meu marido só nos rimos a tentar imitar! Muitas vezes perguntamos: O que é que disse??? lolololololo

      ResponderEliminar
    9. @sandra: Ahaha eu raramente assisto novelas mas estou fã da Gabriela. E adoro ver a Ju Paes na pele da morena cor de canela, mas lá está, não vi a primeira versão, logo, não tenho como comparar...

      @Sayuri: Ah, é capaz de ser das novelas... Algumas das minhas amigas portuguesas sabem mais "calão" em brasileiro que eu, de tanta novela que já paparam ehehe.

      @Filipa Lemos: Sim, também adoro o sotaque carregado, acho super característico da época.

      @Betty: Ahaha que máximo! ;) Também adoramos por aqui :*

      @Carla - Arte e Manha: Também estou a adorar e adoro quando eles falam "ela é minha teúda e manteúda" ehehe e morro de revolta ao ver como as mulheres eram submissas naquela altura...

      @rosa_chiclet: Boa! Já percebes tudo então =)

      @Madrigal: Fazer lelê é fazer amor ;) Quitute é tipo... petiscos, por exemplo. Pode ser doce ou salgado ;) Ahahaha quenga dispensa explicações não é? :P

      @Sini: Ahahaha imagino a risada!

      ResponderEliminar

    © A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
    MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig