15 novembro 2012

A experiência mais assustadora de Londres:

Nos cinco dias em que estivémos em Londres andamos quase sempre de metro. O nosso passe dava-nos quantas viagens de metros quiséssemos, por um valor fixo diário, de modo que andávamos praí umas seis/sete vezes de metro por dia.

No dia em que fomos visitar o British Museum ficámos tão empolgados que fomos os últimos a sair, quando o museu já estava a fechar. Paramos para jantar num restaurante lá perto e quando decidimos ir para o hotel já passavam das 22h. Virei-me para o M. e disse que era melhor irmos de táxi porque eu não gostava muito da idéia de andar de metro àquela hora da noite, numa cidade estranha.

"Ah, não sejas mariquinhas, o metro é super seguro, a estação de Tottenham Court Road {nunca mais me vou esquecer desse nome e já vão perceber o porquê} fica já aqui ao lado..." e lá fui convencida. Andámos até a estação e assim que entramos reparei que éramos os únicos que lá estavam. Aquele silêncio intimidante e eu ca-ga-da de medo.

Continuamos a andar pelos corredores, sempre seguindo as placas que indicavam a nossa plataforma e nada de chegar na bendita. O cenário cada vez mais sombrio, a estação toda suja, cheia de teias de aranha no tecto e eu juro-vos, pensei que estávamos num lugar errado {na minha cabeça, era impossível aquilo ser o caminho habitual para apanhar o metro, era impróprio!}.

Sem exagero, nós andámos quase cinco minutos por corredores nojentos, desertos e sempre com uma sensação estranha {eu virava-me para trás o tempo todo, foi assustador}. A meio do caminho quis voltar para trás porque, na minha cabeça, era impossível que aquele sítio fosse o metro. Quer dizer, nem o metro do Zimbábue é tão nojento e sem condições como esse:

Entretanto chegámos a esse cruzamento da imagem, todo depredado e com instruções para descermos pelas escadas. Eu já nem me atrevia a respirar, só pensava que nesses corredores nojentos estaria um maluco qualquer com uma faca ou coisa pior, à nossa espera. Eis que começamos a descer os degraus e... eles nunca mais acabavam. Foram, sem dúvida, mais de 100 degraus. Desci tantos degraus que mais um bocado e chegava ao núcleo da terra.

A escada em espiral era enorme e descemos os degraus quase a correr. Eu só pensava no que encontraria lá embaixo, se haveria metro, se não... Sim, porque uma coisa é descer duzentos degraus a correr, outra coisa é ter que subi-los sempre a abrir.

Para nossa sorte, chegamos lá embaixo e sim, havia um metro. Deserto, é óbvio, mas havia. Entrámos a correr dentro dele e lá ficámos, com o coração a bater na garganta e com a certeza de que nunca mais voltaremos a pisar em Tottenham Court Road. 

SHARE:

10 comentários

  1. Que caminho mais estranho. Até eu ficava cag... de medo.
    Que aventura :O)
    Bjs

    ResponderEliminar
  2. Até parece mentira!...Parece saído de um filme de terror da saga Saw.

    ResponderEliminar
  3. Ui medo! Que raio de caminho foram vocês encontrar logo a essas horas...

    ResponderEliminar
  4. Olá outra vez! De facto voces foram pelo caminho menos usado para irem para a Northern Line. Mas nunca estiveram em perigo! No metro de Londres so entram com bilhetes e os bandidos nao se poem la dentro a espera das pessoas!! Eu uso essa estacao todos os dias já que trabalho aqui mesmo ao pé do British Museum, vou imensas vezes para casa no ultimo metro e nunca me senti ameacada de modo nenhum!! A estacao e muito antiga e uma das mais movimentadas dai ter esse ar um pouco "cansado"!!
    Em Londres tem que se ter medo é nas ruas, em especial em algumas areas! O metro tem mais camaras que uma casa do Big Brother!! lololol :) Ainda bem que gostaste de Londres e nao deixaste que uma estacao velhinha te fizesse ter medo da cidade!!

    ResponderEliminar
  5. Bem que imagens medonhas lolol tem mesmo mau aspeto!!!

    ResponderEliminar
  6. mas em londres o melhor é mesmo os autocarros! há imensos, quer de dia quer de noite, são super faceis de usar, e ficam mais baratos! tanto que a partir da 4ª xs (creio eu), nem se paga o resto das xs! muito melhor, vê-se paisagens também... e é bem menos assustador.
    das duas vezes que fui a londres só andei de metro para aí uma vez, e foi logo ao inicio para ir para o hotel. não gostei lá muito do aspecto, não :P

    ResponderEliminar
  7. Ai eu morria!!!! LOL eu percebo perfeitamente a tua descrição, porque eu sou assim tal e qual!!!! LOL

    ResponderEliminar
  8. As estações são todas "gastas"!! Também ao uso que aquilo tem... mas eu não me arrisco andar em transportes públicos a essas horas seja em que cidade for! Também ficava cheia de medo! Não sei cm ainda sacaste do tlm pr tirar fotos!!! :/

    ResponderEliminar
  9. Eu já tive que SUBIR esses degraus!!!
    É preciso lembrar que o metro de Londres é o mais antigo do mundo!!

    Mas passear em Londres é maravilhoso :)

    ResponderEliminar
  10. @Betty: Descobri que esta é uma entrada secundária e pouco utilizada... Tivémos azar :P

    @Carla - Arte e Manha: Eu também não queria acreditar que "aquilo" era o metro de Londres ahaha. Muito surreal!

    @Fiona: Só a nós mesmo... porra! :P

    @Nessi: Olá! Ahhh logo vi que essa não poderia ser a entrada principal... Eu tenho um certo "trauma" de sítios escuros à noite (culpa da vivência no Rio de Janeiro) e detesto andar em lugares desertos. Logo, fiquei em pânico nessa estação. Mas depois vi que, apesar da aparência sinistra, era cheio de câmeras e afins. E sim, eu ameeei Londres e espero voltar logo logo ;)

    @Rute: Ahahah pois tem!

    @Anónimo: Desculpa mas discordo. Os autocarros são ícones de Londres e é quase obrigatório dar uma voltinha num deles agora daí a dizer que são o melhor... não concordo. Há imenso trânsito e os autocarros não podem passar de uma certa velocidade (mínima), logo, um percurso de metro levaria 20 min de autocarro demora o triplo. Adorei andar no autocarro vermelhinho de dois andares mas a turismo... para quem tem pressa, acho que é do pior :P

    @xana: Ahahaha alguém que compreende o meu fanico!

    @Sini: Eu estava acompanhada do M., logo, até me sinto segura para andar nestes sítios... mas confesso que morri de medo dessa estação.

    @Dear Daisy: Oh-My-God! Subir?! Eu tinha um AVC, de certezinha. Ahaha

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig