20 novembro 2012

Depressão pré-Natal

Falei há bocado com o senhor simpático e querido da agências de viagens e estou ligeiramente assombrada. Tinha planos de passar o Natal e o Reveillon no Rio de Janeiro mas não estou a imaginar-me a pagar 1750€ por um bilhete de avião {neste caso dois, um de ida e um de volta}.
Mil setecentos e cinquenta euros por uma merda de bilhete? Só podem estar a gozar!

É obsceno! É ultrajante! Ou então sou eu que sou uma pobretanas mas posso jurar que na Páscoa, quando fui de férias para lá {há sete meses, portanto} paguei quase 1/3 desse valor. Estou completamente lixada porque, apesar de já estar mentalizada que os preços estavam altos, jamais pensei que pudessem estar tão absurdos... Olha, é da maneira que só vou ao Rio em 2013, porra.

Entretanto a minha mãe e a Vi já compraram as passagens há mais de um mês {eu fiquei de comprar por último por causa das férias no trabalho e olha, lixei-me}. Ma-ra-vi-lha. Estou a ter um pequeno fanico em pensar que vou passar o natal longe da minha mãe, da minha irmã e da minha avó. Isto de ser pobre é uma bela merda, é o que vos digo. {ou, como diz o meu namorado: isto de ter nascido numa cidade toda "in" e para onde meio mundo quer ir na altura do natal não está com nada!}

Mamãe e o M. já se disponibilizaram para pagar a minha passagem {como se alguma vez fosse aceitar ir de férias com o dinheiro deles} e o que ambos não percebem é que eu posso pagar pelo bilhete mas simplesmente não tenho coragem! Porra, é muito money, minha gente. Não rola.

Preciso pensar em uma solução rápida... ou corro o sério risco de atirar-me para a linha do comboio em profunda depressão {pessoas, em vinte e cinco anos de vida eu jamais passei um único natal que fosse sem a minha mãe, chamem-me infantil mas acho que vai me dar uma coisinha má, ai vai vai}. Oh, céus!

SHARE:

17 comentários

  1. É bastante, sem dúvida...o ideal seria arranjar uma alternativa. Talvez numa dessas agências de viagens online com preços estrambólicos. Percebo completamente a depressão! Eu sou doida pela minha família e detestaria passar as festas longe. Se há a possibilidade de fazer um sacrifício entre todos para comprar o bilhete, bem...o dinheiro não serve para nada se não for para nos fazer felizes, eu acho. E um dia não são dias...boa sorte :)

    ResponderEliminar
  2. Pois é... um dia acaba por acontecer! Já aconteceu comigo também... Doeu mas passou, espero que essa depressão seja só brincadeirinha, viu??? Deixa o comboio quieto. (já nos basta as greves...)

    ResponderEliminar
  3. Não são só as viagens para o Brasil, até qualquer voo mesmo dentro da Europa na altura do Natal fica estupidamente caro se não for marcado com muita antecedência.

    Inclusivamente para Lisbooa, os preços disparam como se não houvesse amanhã. Tenho o mesmo problema se quiser estar com a minha família...

    Um beijinho

    ResponderEliminar
  4. Há solução para tudo! De certeza que vais encontrar alguma.

    Eu vou a 2 de Dezembro de Cruzeiro que vai até Santos (SP), mas antes para no Rio (que é onde vou ficar). Custou-me 600 euros (599, vai dar tudo no mesmo) e são 14 dias de viagem. A passagem de regresso fica por nossa conta, mas isso também se arranja. Conheço pessoas que regressam sem comprar passagem área dias antes; chegam no aeroporto, dizem o voo e, se tiverem sorte, alguém que cancelou ou desistiu da viagem, ficam com o lugar dessa pessoa e até pagam mais barato.

    Uma amiga minha foi este mês e outras duas decidiram ir com ela (de última hora) e compraram uma semana antes. Conseguiram, foram e estão a gostar. Compraram através da Agência Abreu. Lá no site tem preços/informações/etc sobre cruzeiros.


    Bom, fica aqui uma dica. Boa sorte e espero que encontres a melhor das soluções porque não é vergonha nenhum querer passar o Natal com a família. Nem sequer infantil.

    Bjs,
    A.

    ResponderEliminar
  5. experimenta ver online : logitravel, lufthansa (aqui és capaz de fazer 2 escalas mas é uma seca mas ja arranjei através do site da lufthansa por pouco mais de 400euros viagem de ida e volta para s.paulo, do porto, numa época perto do natal) . pesquisa bem online vais encontrar um preço melhor de certeza! boa sorte :) *

    ResponderEliminar
  6. ligada cm és a tua família tenho CERTEZA q vaos perder a cabeça e ir ao RJ mm pagando uma fortuna!

    ResponderEliminar
  7. MEU DEUS!!!!!!!!

    Tenho sorteio no meu blog de uns brincos da Anna dello Russo para a H&M!!!

    http://www.facebook.com/estilohedonico
    http://estilohedonico.blogspot.pt/

    xoxo

    ResponderEliminar
  8. Acho errado dizeres que ser pobre é uma merda quando não o és. Pobre não tem 1750€ que possa dar para viajar, aliás, pobre não tem 1750€ para comprar comida. É óbvio que isso é um preço ultrajante e compreendo que seja difícil pagá-lo pela sua natureza exploratória. Mas não querer pagar um absurdo e não poder fazê-lo, são coisas bastante diferentes. Não se chama pobreza, chama-se discernimento.

    ResponderEliminar
  9. Efetivamente é alucinante o preço dessa passagem mas não posso deixar de comentar que qualquer pessoa que lance um olhar sobre as tuas publicações rapidamente concluiu que problemas financeiros é o que menos existe pelas tuas bandas! Compras tudo o que precisas, compras tudo o que gostas, compras por impulso, presenteias a tua família, acabaste de chegar de Londres...pobre é que não és! Com isto não estou a querer criticar-te até porque se estivesse desse lado seria igual ou pior! Adoro compras, moda, maquiagem, decoração mas nunca viajei porque sou pobre! E deixa-me que te diga que vida de pobre não é de todo fácil, posso dizer-te que o desemprego é o meu maior pesadelo, os estudos o meu maior sonho, os meus compromissos mensais fixos a minha maior preocupação e o que mais falta me faz é ter dinheiro para comer! Vale-me o pouco que a minha família pode ajudar!

    ResponderEliminar
  10. @Fashionista: Então não é? Fogo...

    @Imperatriz Sissi: Sim, é o que eu estou a fazer. Pesquisar, pesquisar e pesquisar online a ver se aparece uma coisa de jeito. Mas quero mesmo ir pelo meu próprio pé (que é como quem diz, com o MEU dinheiro) e se não encontrar nada razóavel, é da maneira que vou acabar por escolher outro destino. Ai ai difícil decisão.

    @Mila Matos: É triste, não é? Por mais que o meu namorado venha com soluções mirabolantes: "vamos pra Roma! Vamos para Paris" eu continuo a pensar: e que graça isso tem, sem a minha mãe e o resto da família?
    Mas também sei que um dia tinha que ser, e acho que esse dia chegou...
    Ahh, em relação à depressão, é brincadeira, claro ehehe. Não tenho tendência à ficar deprimida, ainda bem! ;)

    @Paula_2700 milhas: Olá! Pois é, um absurdo esses preços. Estou habituada a viajar de um lado para o outro mas sou consciente e não vou MESMO pagar esse dinheirão para viajar. Mercenários estes gajos do turismo, porra!

    @Anónimo: Espero mesmo encontrar uma solução ;) Uii essa coisa de viajar em cima da hora não é para mim, sou super ansiosa e teria um ataque imaginando se haveria ou não lugar para mim no vôo ehehe. Mas obrigada pela sugestão, na pior das hipóteses... quem sabe? ;)

    @Rute: Estou de boca aberta...

    @Mara: Obrigada, é o que estou a fazer... Odeio escalas porque, das duas vezes em que viajei assim, perdi bagagem e sofri horrores. Fiquei traumatizada e jurei para nunca mais. Enfim...

    @Anónimo: Ehehehe é capaz, é capaz... ;)

    ResponderEliminar
  11. @Estilo Hedónico: =O

    @Catarina: Olá! Eu estava a ser irónica quando fiz essa afirmação e acho que, se leres o post com atenção, consegues perceber a idéia. Obviamente, sei que estou longe de ser pobre (e graças a Deus por isso). Estava apenas a ser irónica quando disse "se calhar sou eu que sou uma pobretanas mas...". Percebes? ;)

    @HakunaMatata: Outra que não lê com atenção os meus posts... valha-me Deus que é preciso uma paciência infinita! Querida, amorzinho, meu xuxu... tia Anne vai ensinar com toda a paciência desse mundo, tá? Apanha o bloquinho para apontares com atenção:

    Eu sei que não sou pobre, não tenho uma vida miserável, não passo fome e vivo de forma confortável. Quando, no post, disse que "se calhar sou eu que sou uma pobretanas" estava a satirizar a situação, a ser irónica, a brincar com o absurdo que é o preço da passagem para o Rio.

    Eu também já vivi o outro lado da moeda, já tive o dinheirinho contado, já precisei poupar muito, já vivi com toda a minha família num T1, enfim... Mas nem por isso sentia-me no direito de atacar quem tinha mais possibilidades. Nunca fiquei incomodada com o sucesso dos outros porque sempre soube que eu chegaria lá.

    Desejo, do fundo do coração (sem ironias agora) que as coisas para ti melhorem e que tenhas uma vida confortável. E que a tua família continue a apoiar-te.

    ResponderEliminar
  12. muito muito muito muito caro! mas tenho a certeza que vais encontrar uma solução, vê em sites, procura outra agÊncia ou sei lá... natal é em família! vais conseguir

    ResponderEliminar
  13. Faço minhas as tuas acertadas palavras quando dizes que não te sentes no direito de atacar quem tem mais possibilidades nem nunca ficaste incomodada com o sucesso dos outros porque sempre soubeste que chegarias lá.
    Sou uma humilde e assídua leitora do teu blog e se calhar escolhi o post errado para o primeiro coment. Talvez tenha sido mal interpretada mas tentei ser bastante clara ("Com isto não estou a querer criticar-te até porque se estivesse desse lado seria igual ou pior! Adoro compras...")!!!!!!
    De qualquer das formas obrigada pela resposta "Querida, amorzinho, meu xuxu..."

    ResponderEliminar
  14. @HakunaMatata: Não foste mal interpretada, percebi exactamente o que quiseste dizer e acredita que eu sei receber críticas e evito ao máximo ser estúpida (ou irónica, neste caso) com as pessoas mas às vezes parece que fazem de propósito e aí, desculpa mas... salta-me a tampa.

    Achei que tinha ficado nítido e explícito no post que era uma brincadeira, que eu estava apenas a ser irónica e acho que só não percebeu quem não quis.

    E, ao contrário do que muitos possam pensar, eu sei que o é passar necessidades e dou muito valor à quem luta todos os dias para pôr o pão na mesa. Não me leves a mal.

    ResponderEliminar
  15. Não levo a mal não senhora :)
    Um beijo e continua a publicar, adoro o teu blog!

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig