03 dezembro 2012

love is enough

Ando tão, mas tão apaixonada que só me falta ter as pupilas em formato de coração para andar a ver tudo com os olhos enevoados {que pirosa!}. Acho engraçado porque estamos juntos há sete anos e neste momento sou muito mais apaixonada por ele do que era ao princípio.

Talvez porque agora tenhamos aquele tipo de intimidade que eu sempre admirei nos casais à sério. Aquela coisa de entendê-lo só com o olhar. Dele adivinhar, pela minha cara, no que estou a pensar. Aquele à vontade para conversar sobre qualquer assunto e sempre poder dizer realmente o que eu penso sem precisar de máscaras {é verdade que eu às vezes deixo o rapaz um bocadinho chocado mas...}. Adoro a forma como já me conhece tão bem. Quando diz, muito seguro: experimenta provar este prato, vais adorar. E eu, de facto, adoro.

Gosto que ele saiba tudo sobre mim, como se eu fosse um livro aberto. Entre nós não há mentiras e por maior que seja a merda, preferimos sempre contá-la. Talvez por isso não haja aquelas típicas briguinhas por desconfiança disso ou daquilo. Se ele faz algo que acha que não vou gostar, conta-me logo. E se eu faço alguma cagada, digo-lhe de seguida. 

Eu sei que dizem que aquela empolgação inicial e as borboletas no estômago desaparecem com o tempo mas... é tudo mentira. Eu ainda fico nervosinha quando trocamos sms de madrugada. Ou quando ele aparece à porta da universidade para buscar-me sem avisar. Ainda fico envergonhada quando me diz alguma safadeza ao ouvido. A verdadeira magia, aquela coisa toda do início... está cá, mesmo depois de sete anos. E eu adoro que sejamos assim porque deve ser uma seca andar anos a fio com uma pessoa e ter aquela relação morna, aquela coisa rotineira e quotidiana.

Acho que temos algo verdadeiramente especial e, principalmente, raro. Gosto tanto dele... É amor mesmo, amor puro. Acho delicioso quando ele, mesmo meio sem jeito, faz-me declarações de amor pirosas até mais não e diz que eu sou a mulher da vida dele. Por sua vez, ele derrete-se quando eu digo que valeu a pena esperar para encontrá-lo porque de outra forma... não seria a mesma coisa. Amo-o. E adoro saber que, mesmo com uma data de anos em cima, ainda continuamos os mesmos malucos de sempre, loucos um pelo outro.

SHARE:

10 comentários

  1. Tão bom!! Namoro há quase quatro anos, e este fim-de-semana enquanto estávamos no sofá olhei para ele para lhe dizer o quanto o amo, mas não consegui. Emocionei-me antes de dizer o que quer que fosse, e ele percebeu e disse "eu também". Felicidades!!!

    ResponderEliminar
  2. q lindo, adorei! Qd vao casar?

    ResponderEliminar
  3. Olá... Posso fazer-te uma pergunta indiscreta? Quando li esta parte: "Por sua vez, ele derrete-se quando eu digo que valeu a pena esperar para encontrá-lo porque de outra forma... não seria a mesma coisa." fiquei em dúvidas: esperaste por ele como? Eras virgem quando o conheceste? Oh que romantico!

    ResponderEliminar
  4. Ohhh, também sou assim! Já temos 10 anos e meio de namoro, vivemos juntos há 2 anos e meio e vamos casar para o ano!! E sinto-me cada dia mais apaixonada! E digo mais, eu só tenho 27 anos e ele 30, por isso nós e o nosso amor cresceram juntos!

    ResponderEliminar
  5. "Entre nós não há mentiras e por maior que seja a merda, preferimos sempre contá-la." Nós somos assim também :) e já lá vão 6 de casados e 5 de namoro ;)

    ResponderEliminar
  6. Tb tenho um namoro assim...e já lá vão 8 anos :) bjs

    ResponderEliminar
  7. E todos esses sentimentos são tão bons :)

    ResponderEliminar
  8. @Carolina Duarte: Ohh isso já me aconteceu, principalmente quando estamos deitados juntinhos e eu olho para ele e pensa: caraças, como eu gosto deste homem... E ele sempre percebe pela minha cara de totó ahaha. Felicidades para ti também :**

    @Anónimo: Uii e uma perguntinha fácil, não? Para já, não é algo que eu pense muito. Mas lá chegaremos ;)

    @Joana Santos: Oh valha-me Deus que uma pessoa já não tem direito à privacidade nenhuma :P
    Bom, não quero entrar em muitos detalhes porque para quem entende nas entrelinhas, a resposta à tua pergunta é fácil. "Para bom entendedor, um pingo é letra", conheces esse ditado? ehehe

    @Anónimo: É tão bom ver casais assim... Eu, como boa romântica, adoro. Que a vossa história continue por muitos anos! :*

    @Saltos Altos Vermelhos: Assim é que é! Sem mentiras, sem desconfianças ;)

    @mrsfashionmood: Que lindo! Adoro histórias fantásticas assim!

    @Fiona: São deliciosos...

    @Rute: É maravilhoso mesmo =)

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig