11 fevereiro 2013

As saudades que eu tenho do verão e das férias grandes!

Sou só eu ou vocês também já contam os dias para a chegada do verão? Eu sei que ainda falta um bocadinho mas hoje ao remexer nas fotografias do verão passado {isto de ter um fds prolongado tem muito que se diga) e... morri de saudades. Do tempo sempre disponível, de não ter horários para nada, de estar 24h agarrada aos meus amores, de poder fazer montes de programas giros com eles...

Saudades do nosso sítio, na Praia da Rocha, onde fazemos férias há mais de sete anos. Sempre no mesmo sítio, a dez passos da praia. E se é verdade que também gosto de viajar para outros sítios no verão {Espanha e Itália encabeçam a lista}, também é verdade que, pelo menos uma semaninha tenho que passar no meu sítio. Com eles.

Dá-me praia, calor, Vivi, Pê. e mamãe por perto... e sou pessoa para fica assim pra lá de satisfeita. Pronto, se o M. também fizer parte do pacote, sou ainda mais feliz [vá, amor, não fiques com ciúmes...]. Modestia à parte, somos uma família unida como poucas. E eu adoro que sejamos assim! ;)

Agora vou só ali dormitar um bocadinho porque a festa de ontem foi qualquer coisa! Estive on fire até as 5h da manhã, logo, hoje só quero ronha, filmes e chamego com o meu amor. Pelo meio ainda quero assistir ao desfile das escolas de samba cariocas (sim, que eu torço sempre pela minha amada Vila Isabel) e aproveitar para descansar .

SHARE:

3 comentários

  1. Vocês têm uma grande vida, não tem? Gostava de saber como uma família brasileira consegue sobreviver deste modo em Portugal. Férias, viagens, compras, tratamentos estéticos, faculdade... suspeito.

    ResponderEliminar
  2. O Anónina és tão invejosa! Eles são ricos, pronto! Há gente rica, gente pobre, gente mt pobre. Há, com ceretza, gente ainda + rica q eles. A vida é assim e habitua-te a isso!
    Anne, a míuda da foto é a Vi? Parece-se contigo em versão branquinha!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. @Anónimo 1: Sim, tenho uma boa vida. Não, não acho que seja "suspeito". Não nasci em berço de ouro, pelo contrário, já passei por algumas situações que dariam um livro. Mas nunca desisti e sempre dei o meu máximo.

    Perguntas como conseguimos tudo isso. E eu respondo-te: com trabalho. Com muito trabalho (o que mais seria?!). O teu comentário é completamente descabido e só demonstra um ressabiamento daqui até a lua.

    @Anónimo 2: Obrigada pelas palavras mas não sou rica. Se fosse rica, achas mesmo que já teria trabalhado de vendedora em lojas, 6horas de pé, sem direito a fins de semana para ganhar uma miséria?

    Sim, a miúda da foto é a Vi e toda a gente diz que somos super parecidas, com excepção da cor. :*

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig