01 fevereiro 2013

Liebster Award

Fui nomeada pela Mariazinha do blog A Prima de Cascais (obrigada!) que me atribuiu o prémio Liebster Award. O prémio teve origem na Alemanha e tem como objectivo divulgar blogs com menos de 200 seguidores (acho que infringi um bocadinho as regras porque já tenho mais de 300 seguidores mas pareceu-me boa idéia participar). Normalmente recebo desafios pela blogosfera mas não costumo responder por dois motivos: falta de tempo e pouca paciência para responder selinhos e coisas do tipo (a maioria é mais do mesmo, sorry).

Já este achei bastante interessante porque dá-nos a conhecer um bocadinho mais sobre quem está por detrás dos blogs (a minha veia cusca adora) e é uma forma gira de pôr-nos a interagir uns com os outros. Bora lá?

1) Postar 11 coisas sobre mim;
2) Responder às 11 perguntas que nos foram atribuídas;
3) Nomear 11 bloggers com 200 ou menos seguidores, colocar o link do blog delas e avisá-las sobre o prémio;
4) Fazer novas 11 perguntas às bloggers nomeadas;

1) 11 coisas sobre mim:

1- Adoro cheiro de pinho, principalmente em produtos de limpeza. Adoro o frescor que fica na casa.
2- Odeio conduzir em Lisboa (então na rotunda do Marquês de Pombal, é coisa para me dar calafrios).
3- Tenho medo da morte me levar as pessoas que amo. (medo é assim um pequeno eufemismo...)
4- Há mais de seis meses que não falo com o meu pai. E não tenciono voltar a falar.
5- Adoro dormir entrelaçada ao meu amor. É braços, é pernas, é tudo... Sinto-me no paraíso.
6- Quando andava em colégios católicos, dizia às freiras que era macumbeira só para não ser obrigada a frequentar as missas.
7- Tenho medo de andar de avião e só consigo voar com a ajuda de um medicamento para relaxar.
8- Tenho pânico absoluto de baratas voadoras (tipicamente cariocas). Grito e esperneio feito louca.
9- Cá em casa já chegámos a ter três empregadas (duas externas, uma interna) ao mesmo tempo (daquelas que usam farda e tudo): uma cozinheira, uma ama para a Vi e a faxineira (a realidade no Rio de Janeiro é outra, senhores).
10- Não sei fazer arroz. É uma vergonha, eu sei. Em contrapartida, as minhas massas ficam deliciosas ;)
11- Odeio matemática, estatística e tudo o que meta números à frente. Sou um zero à esquerda, mesmo.

2) Responder às 11 perguntas que nos foram atribuídas:

1- Qual a origem do nome do teu blog? O nome do blog mistura várias coisas que adoro: Ipanema (um bairro onde passei parte da infância), a célebre música de Jobim (que tanto me diz), a palavra "garota" (tipicamente carioca)... Não poderia ter escolhido melhor ;)

2- O teu blog é uma parte de ti que todos conhecem ou preferes mantê-lo em segredo e só pessoas especiais é que sabem da existência dele? O blog já foi um grande segredo mas neste momento as pessoas mais próximas a mim (família, namorado, alguns amigos) já sabem que ele existe. Prefiro que poucas pessoas conheçam o blog porque desta forma sinto-me muito mais à vontade para comentar qualquer coisa que me venha à mente, sem ter que justificar nada depois.

3- Qual o teu lugar preferido para pensar? A minha cama e o terraço.

4- Existe alguma música que para ti seja mesmo especial? Sou fã da música "O que é, o que é?" do Gonzaguinha (esta). Faço dela o meu lema de vida. Adoro a letra, tão verdadeira...

5- Um filme que te tenha marcado? The bridges of Madison County. Esse filme marcou a minha vida, numa fase crucial em que eu tinha uma decisão importante a tomar. É o meu preferido, principalmente pela grande mensagem: amanhã pode ser tarde demais.

6- Tens alguma mania estranha ou algo que faças que acredites que sejas a única a fazer? Adoro comer cenoura crua. Toda a gente que conheço prefere cenoura cozida mas se for cozida não consigo comer, o gosto é adocicado demais. Agarro na cenoura, tiro a casca e como-a inteirinha, tipo coelho. O meu namorado fica horrorizado quando eu levo uma cenoura inteira descascada para lanchar a meio da manhã. Manias...

7- Coleccionas alguma coisa? Vernizes, sem dúvida. Adoro os vidrinhos coloridos, adoro andar sempre com unhas impecáveis e a colecção começou sem querer. Hoje já tenho muuuitos vernizes e já não compro até que tenha acabado pelo menos com metade deles.

8- Qual a memória mais velha da qual te lembras? Eu a brincar de fazer comidinha na casa da minha avó paterna, no interior do Rio de Janeiro. Ai que saudade!

9- Ainda guardas algum objecto da tua infância? Um lençol feito à mão e na medida certa do meu berço. O desenho é tão lindo que eu tive que guardar.

10- Qual o teu maior sonho? Abrir a minha empresa. Tenho este sonho há três anos, já tenho tudo feito: logotipo, site esboçado, montes de idéias e uma única certeza: um dia conseguirei.

11- Conta algo divertido que te aconteceu recentemente: Na verdade, aconteceu ontem. Decidi acabar com a preguiça e cismei que tinha que ir correr à praia. Mamãe riu às gargalhadas, o mano disse que eu não aguentaria correr nem 1km porque nunca na vida corri. Mas estava decidida e lá fui a correr de casa até a praia de Carcavelos (nem 5 min) e mal cheguei a praia, tive que sentar-me porque toda eu tremia, respirava mal e sentia o coração bater no pescoço. Não tive escolha que não ligar ao mano e pedir-lhe para me ir buscar de carro na praia (ahahaha). Para acabar com a tristeza, parámos na Galp e enfardei um Magnum Double Caramel. Não tenho emenda, eu sei.

3) Nomear 11 bloggers com 200 ou menos seguidores, colocar o link dos blogs e avisar as autoras. Bom, como eu acho que a maioria das bloggers que sigo não gosta assim muito destes desafios, deixo em aberto à quem quiser participar, este vale mesmo a pena ;)

4) Fazer novas 11 perguntas às bloggers nomedas. Gostei muito das perguntas que me fizeram e por isso repito-as.

E então, quem vai alinhar? Vá lá, minha gente. Toca a mexer que é para nos conhecermos um bocadinho melhor, não vos parece boa idéia? ;)

SHARE:

6 comentários

  1. 3 empregadas ao mesmo tempo?? Desculpa, mas isso é um exagero sem tamanho... Não sabes o que é passar necessidades à sério. Não há pachorra!

    ResponderEliminar
  2. Parabéns, sua família deu emprego a 3 pessoas num momento que podia fazer isso.
    Bjs!!!

    ResponderEliminar
  3. Não fiquei nem um pouco chocada com a parte das empregadas, em Angola as pessoas têm até 4 empregados, motorista e tudo... São realidades diferentes da nossa.

    Adorei a parte da corrida na praia, opá, eu sou sou tal e qual. Detesto correr e não tenho qualquer resistência LOL

    ResponderEliminar
  4. @Anónimo: Acho graça que fales da minha vida com tanta propriedade no assunto, tendo em vista que pouco me conheces. Se não gostas do blog, tens um santo remédio: deixa de cá vir e assunto arrumado. Boa?!

    @Mila Matos: É pena que nem todas vejam as coisas do teu ponto de vista, Mila. É como se diz: "Há quem vej o copo meio cheio e há aqueles que preferem ver o copo meio vazio". Estamos no primeiro grupo, está visto ;) Bjinhos :** (P.S: este cão da foto é uma delícia!)

    @Marisa Santos: Pois é, em Angola é um bocadinho parecido com a vida que levamos no Brasil.
    Oh, eu sou uma tristeza para corridas. Resistência zero ahaha.

    ResponderEliminar
  5. Quando dizem que são realidades diferentes da nossa (a das empregadas) o que querem dizer?
    Deves começar por fazer caminhadas a passo rápido, só depois com mais resistencia é que deves aventurar-te na corrida:)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Então, em relação à realidade, bom, no Rio as coisas são bem diferentes... Para já os salários são muito mais altos que cá (o último salário da minha mãe no Rio foi 12 mil reais, por exemplo - +-4500€), as empregadas domésticas são baratas e a maior parte das famílias de classe média ou alta, acaba por ter uma ou duas empregadas. Já faz parte da nossa rotina. É como em Angola, acho.

      Eliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig