14 março 2013

Ai, vida!

A minha vida transformou-se num frenesim sem fim nas últimas semanas... E eu ando sem tempo, cansada, com falta de sono (e eu sem dormir sou tipo um pequeno-monstrinho), daí a ausência por cá.

Hoje foi daqueles dias em que nada, absolutamente nada correu bem. Ora vejamos: um pneu furado logo pela manhã, um seminário em que me não falei nem 1/3 do que sabia e tinha estudado (e eu fico para morrer quando isso acontece...), a faculdade do M. a pôr mil e um motivos para atrasar a entrega do diploma dele (e ainda temos que autenticar tudo e reconhecer no Consulado para ele levar para o Rio), enfim...

Ando cansada, tão cansada. Em qualquer sítio que encoste, puft, adormeço ao fim de três minutos. Juro-vos. No trabalho ainda não disse nada sobre a ida ao Rio (só vou dizer no final de Abril) mas já me sinto uma traidora por ver toda a gente a depositar projectos na minha mão e afinal, olha, eu não vou estar cá.

Enquanto andava a pensar como vou conseguir transportar toda a minha tralha de Lisboa para o Rio (afinal, só posso levar 64kg de bagagem e isso éo peso dos meus pares de sapatos), e já andava a hiperventilar com a hipótese de só levar a roupa de verão e deixar cá toodo o resto para depois ir levando conforme vier cá de férias, uma amiga dá-me uma esperança: ah, e tal, porque não vais de cruzeiro para o Rio?

Oi?! Que história é essa de cruzeiro, pá? Fui investigar e até me brilharam os olhinhos. Diz que há cruzeiros MSC e Ibero que saem de Lisboa com destino ao Rio de Janeiro (e entretanto param em Tenerife, Açores, Salvador da Bahia e Recife antes), demoram 14 dias a chegar ao destino, a passagem custa cerca de 550€ e podes levar até 190kg cada pessoa. Aí sim! Acho que com 190 kg sou capaz de conseguir levar as minhas coisinhas todas (e entretanto, sempre tenho os, vá, 100kg que vão sobrar da bagagem do M.) e andei o dia todo com um sorriso enorme no rosto. Ok, nunca na vida fiz um cruzeiro mas era capaz de ser giro. É basicamente ao preço da passagem de avião mas com diferenças fantásticas: posso levar a minha vida nas bagagens, há piscina e ginásio e essa mariquice toda durante 2 semanas e ainda vou parando em sítios giros pelo caminho.

A parte difícil é convencer o menino M. a pôr os pézinhos num navio. Diz ele que "nem morto". E eu já até fiz olhinhos, e jurei que aquilo não abana e que o Titanic é coisa do passado. Mas até agora, nada. Há por aí quem já tenha feito algum desses cruzeiros e tenha assim um argumento supimpa para convencer namorados maricas?! :P

SHARE:

10 comentários

  1. nem se nota que vais num navio! Garanto! Boa sorte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai, Deus te oiça porque eu fico enjoada com tanta facilidade que só de pensar no balanço do mar, ui!

      Eliminar
  2. O único porém é q essas viagens são no final do ano. Eu adoro cruzeiros. É um espectáculo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, são os chamados "navios de reposicionamento" mas estive a ver nas agências e o primeiro deles parte no final de Setembro... Não sei se consigo esperar por causa do emprego do M. lá no Rio, mas gostava taaanto de ir de navio!

      Eliminar
  3. Olha que abanaaaaa... com alguma sorte não abana muito, mas é certinho que depois de 14 dias num navio até quando se chegar a terra vão andar aos "S"s! Vai ser como andarem bêbados, mas sem a parte divertida :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uii tens razão, o mais provável é que eu chegue tipo bêbeda no Rio de Janeiro, oh céus!

      Eliminar
  4. Epa identifico-me tantooo com essa imagem!

    ResponderEliminar
  5. Então, foi assim que regressei ao Brasil. Recomendo.
    Também há o factor giro de conhecer outras pessoas.
    Quanto mais acima estiveres, menos se nota. Ao fim de dois/três dias consegue-se habituar, sentir-se melhor. Quem não enjoa facilmente não sente nada.
    A parte menos gira são os 6 dias seguidos no Oceano, sem paragens.
    De resto, só vi vantagens. Não só pela bagagem, mas pelo conforto e alimentação que não se tem no avião. É bastante diferente. Há diversas programações e diversões...

    Boa sorte com a escolha e a tentar convencê-lo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Amanda! Olha que giro, eu gostava mesmo de ir de navio, acho que será uma experiência fantástica e, claro, posso levar todas as minhas coisinhas :D

      6 dias seguidos no mar é capaz de ser um bocado chato (para não dizer aterrorizante...) mas vamos tentar :P

      Obrigada pela ajuda :)

      Eliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig