30 março 2013

o estranho mundo da blogosfera...

Não sou de andar a fazer queixinhas sobre tudo mas há coisas que ultrapassam a minha capacidade de entendimento. Então não é que dei de caras com um texto meu {publicado há mais de dois anos aqui no estaminé} roubado descaradamente e publicado noutro blog?

A criatura apoderou-se de um texto pessoal que publiquei no blog {este}, fez as devidas alterações e postou-o como sendo de sua autoria. Ai, senhores, fiquei possessa. Se fosse um postzeco qualquer, onde eu falo de uma qualquer mariquice sem importância, confesso-vos que era para o lado que eu durmia melhor.

Mas não, é um post de um texto que foi escrito pelo M. na altura do nosso aniversário de namoro e que a pessoa, na sua extrema cara podre, alterou montes de coisas e escarrapachou no seu lindo blog como se o texto houvesse sido escrito para ela.

Sinto-me invadida. É uma sensação estranha, é como se alguém quisesse roubar uma parte da minha história, copiando um texto que foi escrito para mim, na íntegra. É como se quisessem viver na pele de outra pessoa e isso só revela uma profunda insatisfação e infelicidade.

É triste que uma pessoa não tenha capacidade de viver um amor de verdade e, despeitada, tenha que roubar o texto que foi escrito para mim, e postá-lo como se a declaração fosse para ela. É triste... Não deve haver coisa mais frustrante que não se sentir bem na sua própria vida, feliz com as suas próprias escolhas.

Este episódio fez-me repensar essa história de blogosfera. É, meus amigos, isto é terra de ninguém. As pessoas escondem-se por trás de pseudónimos, por trás do anonimato, e acham-se no direito de fazerem o que lhes dá na real gana. É um sítio sem lei. E isso assusta tanto...
SHARE:

11 comentários

  1. Olá minha linda, estive a ver ao que te referias. Incrível... enfim como pessoa educada que sou, ou tento ser enviei um pequeno mail à Inês que dizia somente o seguinte:" É tão lindo o modo que o M. fala da Anne! Aposto que existem muitas mulheres que não são assim amadas e imaginam o que seria se alguém lhes mandasse uma declaração assim. Enfim, a Anne é obviamente especial."


    Anne, baby, tu és especial. Desde o primeiro post cativaste-me como poucas pessoas o fizeram por este mundo da blogoesfera. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Obrigada pela ajuda, eu ainda pensei em enviar um mail à pessoa em questão mas depois, bom, depois que vi que não valia a pena e bora lá seguir com isto. Não vale a pena perder energia com gente assim, sabes?

      Obrigada pelas palavras carinhosas ;)
      Um beijinho

      Eliminar
  2. há coisas que eu nunca hei-de entender. esta é uma delas. a originalidade pode nem sempre ser muito grande, mas a apropriação de historias é coisa para me dar a volta às entranhas. ficam as acções com quem as tem.
    boa pascoa
    ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, há coisas que eu jamais vou entender. Se as pessoas não conseguem escrever porque não têm inspiração ou assim, então de que adianta terem um blog? Para roubar textos alheios? Enfim...

      Beijinhos e obrigada :*

      Eliminar
  3. Há gente com muita lata...
    Não tinha lido o post está lindo e dá vontade de receber um texto igual mas isso não dá direito a ninguém de se apropriar disso.
    C... para isso
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, Betty, o jeito é mesmo cagar no assunto porque não vale a pena se incomodar com gentinha tão pequena. =S

      Eliminar
  4. Mas ainda continuam a fazer isso?!...
    Só hoje li o post e de facto que grande amor o vosso!
    FELICIDADES e boa Páscoa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahaha podes crer, há gente que ainda não cresceu...
      Obrigada querida ;)
      Beijinhos

      Eliminar
  5. Faz-me imensa confusão como as pessoas se servem dos textos de outras e depois os publicam de forma leviana nos seus próprios blogs. Se não têm inspiração suficiente para escrever, então mais vale não terem um blog. Porque isso de andar a copiar o que outros escrevem... É plágio...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fiona, é terrível mesmo, principalmente quando são textos tão pessoais como este do post. É uma sensação tão esquisita...
      Plágio mesmo, na cara podre...

      Eliminar
  6. Tens de ter calma porque quem inveja e, ainda, rouba o que não e dela não merece nada da tua parte...
    Agora não deixes de aqui estar... Que a maltinha está aqui para ler e, sempre que seja preciso, para te apoiar!!!
    E sempre vais para o Rio?!
    Beijinhooooo

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig