30 abril 2013

Umectação capilar - um ritual milenar!

Uma das minhas melhores amigas, a Sílvia, tem o cabelo mega encaracolado. Mesmo cheio, tipo árvore. E ela passa a vida a reclamar que o cabelo da raiz até o meio é maravilhoso e hidratado mas do meio até as pontas é uma desgraça de seco e espigado. Ela, que é uma cusca do pior, andou a vasculhar na net dicas caseiras (€) que pudessem ajudar a hidratar as pontas secas do cabelo sem ter que andar com mil e um produtos para obter o efeito desejado.

E aí ela foi ter comigo esses dias e o cabelo era outro! Eu fiquei tipo wtf?, porque sei que ela é uma forreta no que toca à produtinhos de beauté e fiquei curiosa para saber que produto milagroso ela tinha usado. Ela se riu e disse: não sei porque perguntas, nunca vais ter coragem de usar... E, meus amigos, eu não resisto a um bom desafio: "ah, não? Desde que não se trate de cenas nojentas, não vejo porque não teria coragem de usar... Diz lá" e ela acabou por revelar: "usei azeite para nutrir as pontas, azeite mesmo, de cozinha."

Fiz carinha de "blérgh, como tiveste coragem?" mas depois de pesquisar sobre a técnica na internet (e ver que o negócio é bom mesmo), fui perdendo a resistência e pensei: olha, porque não?
Felizmente não tenho o cabelo oleoso (pelo contrário, é seco que dói), logo, mal não faria... e se ficasse uma titica, era só jogar um litro de shampoo em cima e assunto resolvido.

Li umas vinte opiniões sobre o assunto e descobri que a umectação é a salvação das pontas secas e espigadas e pode ser feita com diversos óleos vegetais, sendo o azeite extra-virgem o mais acessível (porque todas nós temos em casa). Como eu sou medrosa, apliquei o produto com pincel, apenas nos últimos dez centímetros de cabelo (nem passei perto da raiz), esperei duas horas e lavei normalmente. O resultado é bombástico mesmo: o cabelo fica tão sedoso e suave, cheio de brilho e as pontas fica muito hidratadas (apesar das minhas ainda não estarem 100%). Fiquei fã da técnica e quero ver se faço duas vezes por mês. Como fiz meio que à experiência (e jurando que daria uma bela merda) nem me preocupei em fotografar bonitinho. Quando percebi que as pontas estavam muito mais bonitas, decidi começar a fotografar por isso só apanhei a parte do "durante" e o "depois". ;)

Se eu não tivesse feito e visto com os meus próprios olhos, era capaz de não acreditar. É que tipo, já fiz váárias hidratações potentes em casa e em cabeleireiros e não obtive o resultado que consegui com o azeite. Chega a ser ridículo que um produto que nem sequer é específico para o cabelo, que é vendido a menos de 2€ no supermercado e que é altamente popular, consiga obter resultados tão surpreendentes.

Único ponto chato: Tive que lavar as pontas do cabelo duas vezes com shampoo até sentir o cabelo leve e soltinho (porque, como podem imaginar, pesei um pouco a mão na quantidade de azeite) por isso quem tem o cabelo oleoso JAMAIS deve tentar isso em casa. Só é recomendado para quem tem cabelos muito secos ou pontas muito espigadas (nesse caso, favor passar o azeite só nas pontinhas). Outro detalhe importante: o azeite tem que estar ligeiramente aquecido para potencializar ainda mais as propriedades nutritivas do óleo (em banho-maria, nunca no microondas)

Alguém já conhecia essa técnica? Li por aí que isso é da época de D. João VI e que não é nenhum segredo de estado (aliás, as indianas até hoje utilizam esse método). Eu aprovei.

SHARE:

10 comentários

  1. No Brasil está na moda o óleo de Argan, para a mesma função.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, eu acabei comprando o óleo de argan (da Avon e da Novex) mas gostei mais da idéia do azeite, acho mais "leve" que o óleo de argan ;)

      Eliminar
    2. Eu comprei a máscara da Novex com argan e estou a adorar:))

      Eliminar
  2. Não sabia, tenho que experimentar!

    Bjokas.

    ResponderEliminar
  3. E colocas o azeite com o cabelo molhado ou seco? :P Bela ideia :D

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aproveito um dia em que vá lavar o cabelo e aplico o azeite nele seco. Espero uma ou duas horinhas e lavo de uma vez só (reforçando o shampoo nas pontas, para tirar qualquer vestígio do azeite). Uma maravilha!

      Eliminar
  4. conheço diversas pessoas que usam esse truque, que por sinal ate é bem antigo, mas embora tenha o cabelo seco, nunca tive coragem de usar. quem sabe... para quem tiver receio de usar azeite, a lush tem um balsamo para o cabelo que é feito à base de azeite, o shine so bright. Claro que o preço não e o mesmo mas ate pode ser uma boa alternativa...

    ResponderEliminar
  5. A mãe usa azeite e mel de abelha. Eu ainda não tentei fazer porque não tenho paciência para esperar 1 ou 2 horas para depois poder lavar a cabeça. ;0)

    ResponderEliminar
  6. Também há pouco tempo descobri as potencialidades do azeite no cabelo, e como tenho o cabelo muito seco resolvi tentar. Mas não usei só azeite, misturei um bocado com o condicionador. O resultado é fantástico, o cabelo fica mesmo sedoso e não frizzado. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, pra quem tem o cabelo seco (como eu e tu) é uma maravilhosa opção e das mais baratas que conheço. O resultado é natural, brilhante e sedoso. Fiquei mesmo fã ;)

      Eliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig