12 julho 2013

Das amizades verdadeiras

"Amiga para mim é aquela que surta junto. Afinal, dar conselho é muito fácil, tirar um clichê da manga também... Amiga de verdade é aquela que fica tão desesperada quanto tu. É aquela pessoa com quem tu podes compartilhar os pensamentos mais mesquinhos, os comentários mais medíocres, sem pensar e sem culpa. Porque amiga que é amiga não vai te julgar, nunca. Apoia as tuas loucuras, fica feliz com a tua felicidade e perde o chão quanto tu também o perdes. Quanto estás errada, ela é a primeira pessoa a mostrar-te, mas nunca colocaria o dedo na tua cara porque ela, mais do que entender-te, ela está do teu lado.

Minhas melhores amigas mandam-me sms na madrugada, dão-me apoio quando digo que vou incendiar a casa de alguém ou jogar alguém escada abaixo. Elas incentivam todas as minhas tentativas de felicidade, por mais tortas que sejam. Se tu não podes ser tu própria com a tua amiga, se precisas pensar antes de falar ou preocupa-te com o que ela vai pensar e, ainda assim, a chama de amiga, então lamento por ti... Se eu for presa, minhas amigas pagam o meu advogado e ainda perguntam porque raios não liguei para elas na hora de cometer o crime. Em hipótese alguma elas me dariam uma lição de moral, porque isso é o tipo de coisa que qualquer idiota que saiba o meu nome é capaz de fazer.

Amizade é porto seguro, parceria, é lugar de descansar de tudo. E de não querer ir embora." (desconheço o autor)


Amo-te, branquela. Daqui até a China. Feliz aniversário...e prepara-te que hoje a coisa promete! :)

SHARE:

4 comentários

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig