10 julho 2013

Dos pequenos prazeres.

Tudo começou com uma ida ao AKI. Tive que passar por lá com mamãe para comprar umas tintas em spray (estou a reformar um móvel tããão fofinho para pôr a bijutaria, depois mostro-vos) e mais alguns apetrechos de pintura (que eu sou lambona e para pintar uma moldura pinto meia parede. Adiante). Íamos nós, a conversar por entre os corredores quando de repente mamãe empaca. Fica tipo especada a olhar para um objecto em exposição. Olhinhos a brilhar e sorriso parvo no rosto. Pensei logo: ui ui estamos bem. (A minha mãe é das pessoas mais determinadas - e teimosas - que eu conheço e quando mete uma coisinha na cabeça, ai senhores, não descansa até consegui-la).

Pois que o objecto em questão era... uma banheira. Sim, esta banheira. Ai que é linda. Ai que eu sempre quis ter uma assim e assado (mas mãe, já temos a torre de hidro, não está boa? - "não"). Ai que tem música. E luzes. E cascata. E mais um rol de mariquices. E, porra, está mesmo calor e só me apetece estar enfiada dentro de uma coisa assim. Já viste o jeito que isto nos ia dar? (nesta casa toma-se, sem exagero, três banhos per capita - coisas de carioca).

Esgotei todos os meus argumentos: "é muito cara", "não vamos olhar para ela durante meses", "vamos ter que pagar a instalação à parte", "vai nos ocupar um terço da casa de banho" e mais blá blá blá. De nada adiantou. O trambolho chegou hoje, junto com os senhores do AKI que, em coisa de uma hora, tinham a banheira a borbulhar e a funcionar maravilhosamente. E eu ganhei uma mãe com um sorriso satisfeito de orelha a orelha.


Pronto, sou obrigada a dar o braço o torcer: a bicha é mesmo linda e sabe maravilhosamente bem estar enfiada dentro dela. É assim como estar num pequeno paraíso: eu, ela e as minhas músicas preferidas. Já temos programa para o fim-de-semana (praia? mas qual praia?).

SHARE:

19 comentários

  1. Coisas de gente rica, portanto...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nops. Coisas de gente que luta (e muito) para conseguir ter aquilo que deseja. Coisa de gente que mata-se a trabalhar, que fica quase sem tempo para os filhos, que encara viagens a trabalho de 2000 km, porque o ofício assim o exige. E como todo esforço merece uma recompensa, aí está a nossa.

      Eliminar
  2. delicia! não substitui a praia, mas vai ser deliciosa naqueles dias de calor tão intenso que nem na praia se está bem :) aproveitem ai!!
    ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens razão, não substitui a praia mas nos últimos dias tenho apanhado tanto sol que agora tudo o que quero é fugir ao calor abrasador e estar fresquinha em casa ;)

      Eliminar
  3. Nos dias de hoje e perante as dificuldades de milhares de pessoas, vir para um blog mostrar uma banheira que custa o valor que custa penso que é um pouco controverso...

    Leio o teu blog mas começo a ficar um pouco surpreendida pela negativa com certas publicações tuas... e é de lamentar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Controverso? Não acho. Sinceramente, as pessoas fazem uma tempestade em copo d´agua. Sim, há dificuldades para muitas pessoas mas é por isso que eu vou deixar de viver? Ah, espera, este mês não posso fazer férias no Algarve porque há 1 milhão de desempregados que não podem sequer, ir à Costa da Caparica. A sério? Acha que é por eu privar-me das coisas boas desta vida que os "milhares de pessoas com dificuldades" vão estar melhor? Isso é tão ridículo! Então lá porque eles não podem eu também tenho que fingir que não posso, é isso? Ganha juízo!

      Se lês o blog e ficas surpreendida pela negativa, acho que só tens algo a fazer: não voltar cá. Simples ;)

      Eliminar
  4. Caros anónimos...acho que ninguém tem nada a ver da forma como a Anne ou a mãe gastam o dinheiro. Se o dinheiro fosse vosso, oki, entendia o drama...mas não é, portanto who cares. Se eu pudesse também teria uma banheira assim, até fiquei a babar só de olhar. Aproveita Anne, que essa banheira é um mimo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Haja alguém com bom senso! As pessoas incomodam-se demasiado com a forma como as outras pessoas gerem o dinheiro, acho um piadão. Não pedi nada à ninguém, não contraí um empréstimo para pagar a banheira, não comprei-a em prestações então... não vejo problema. Era algo que a minha mãe queria, por acaso havia dinheiro para isso e ela optou por comprar. E daí?

      Assim como há quem opte por gastar todos os dias 4€ com um maço de tabaco (que eu acho o dinheiro mais mal gasto de todo o universo) mas acham mesmo que eu vou me postar à porta das tabacarias e exclamar: o quee? Vai gastar 4€ num maço de tabaco, num luxo? Mas sabe quantas pessoas não tem sequer um 1€ para comer uma empanadilha no Pingo Doce? E você ai, a desperdiçar numa coisa que faz tão mal...

      Não entra na cabeça de ninguém. Cada um faz o que quer com o SEU dinheiro. Enfim...

      Eliminar
  5. Oh god é perfeita!!!!!! :D
    Epah isto de pessoas anónimas cheias de moral cansa... sempre existiram pessoas com dificuldades, sempre houve e haverá ricos e novos ricos, e blá blá blá.... mas qual é a cena?! Vamos todos alimentar toda a gente?!
    Mesmo eu que odeio injustiças e dificuldades, fico farta de ver este género de comentários :S

    beijinho*
    IV
    www.ivaniadiamond.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ivânia! Também estou fartinha desse tipo de gente moralista que está sempre apontar o que eu devia fazer com o MEU dinheiro. Começo a cansar-me...

      Será que acham mesmo que eu devia abdicar de usufruir daquilo que conquistei para, sei lá, doar todo o meu ordenado para uma instituição? Faço a minha parte: contribuo com causas nobres, faço voluntariado, ajudo um grupo de sem abrigos mas não posso deixar de viver para dar de comer aos outros. Não tenho pretensão de ser o Robin dos Bosques.

      Obrigada pelo comentário. Beijinhos :**

      Eliminar
  6. É tão linda Anne. Opa adoro, adoro, adoro!:D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida! Também gostei muito dela, principalmente depois de a experimentar ehehe

      Eliminar
  7. P.S. Querida, na tua lista de blogs podes actualizar o endereço do meu para www.letirose.com? Obrigada e desculpa!:D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahhh por isso nunca recebo os updates dos teus posts! Pois, já percebi... Vou já actualizar ;)

      Eliminar
  8. Que giro, tou farta de ver esta banheira na Leroy Merlin e penso sempre: "Que estupidez, ocupam tanto espaço com isto aqui em exposição, quem é que vai comprar uma coisa destas?!" Afinal há quem compre! ahahah
    Eu não teria coragem de gastar tanto dinheiro numa banheira, por mais que gostasse dela! lol Mas é gira, sim senhora.
    Mas o que me chamou a atenção não foi o raio da banheira, foi... a reforma do móvel para bijuteria!! Mostra! Quero MUITO ver!
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahaha pois, já viste que afinal há maluquinhos para tudo, até mesmo para comprar o trambolho do Leroy :P

      Olha, eu também achei um dinheirão esta banheira mas a minha mãe ficou tipo hipnotizada por ela e a julgar pelo tanto que ela trabalha, merecia umas vinte banheiras destas lol. E se ela está feliz, tudo está bem ;)

      Quanto à reforma do móvel, conto terminá-la no fim de semana e vou fotografar tudo para fazer um post, aguarde ;) Beijinhos

      Eliminar
  9. ai deve ser uma maravilha :)) aproveita! rica mãezinha de ideias fixas eheh

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já gostei mais disto...

      Eliminar
    2. @Sara: É mesmo uma maravilha, sinto-me a flutuar ehehe

      @Anónimo: Olha, também eu...

      Eliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig