31 julho 2013

PT, a fazer trafulhices desde sempre.

Há cerca de 8 meses tive uma chatice com a Zon, a internet caía 3254 vezes por hora e é sabido que a minha paciência é nula para estar constantemente a ligar para o serviço de apoio ao cliente, ser tratada como uma atrasadinha mental (já experimentou desligar e voltar a ligar o modem?) e lá decidi cancelar o contrato. Ah e tal, nós vamos remediar a situação, vai deixar de pagar o canal Globo e o PFC à parte, vamos oferecer-lhe estes dois canais por um ano e blá blá blá. Não quis saber, cancelei o contrato. (Burra, mil vezes burra).

Depois de hesitar entre a Clix e a PT, acabei por me decidir pela PT (maldita hora). Como a casa já tinha televisão à cabo instalada, contratamos apenas o serviço Internet + Telefone e lá fui eu à loja do Saldanha para assinar o contrato e tudo mais. O vendedor explicou-me que eu teria o tal "contrato de fidelização" com a PT durante 12 meses e eu perguntei-lhe logo se, em caso de mudança de residência, poderia transferir o serviço para a nova morada e assim cumprir o período de fidelização; ao que ele respondeu-me que "sim senhora, não há qualquer problema". Até aqui, tudo muito bem.

No início desta semana liguei para o 16200 da PT a comunicar que, tendo em vista que mudo de casa no fim-de-semana, queria já solicitar a transferência do serviço para a morada nova. Foram impecáveis e agendaram a transferência para quinta-feira.

Ontem de manhã recebi a sms da PT a confirmar a data:

Assim que li "obrigado pela sua adesão" o meu feeling avisou-me logo que havia trafulhice da PT. Não sei, chamem de sexto-sentido mas fiquei logo em alerta e decidi ligar para lá, assim só para ver se estava tudo bem.

- Boa tarde, solicitei uma transferência de morada há dois dias e hoje recebi um sms que dizia qualquer coisa sobre adesões e fiquei sem perceber, uma vez que não estou a aderir a nenhum serviço novo, estou apenas a mudar a morada. Terei percebido mal?
- Boa tarde, diga-me o seu número de cliente, por favor.
- Certo, é 215478244.
- Muito bem, estou aqui a verificar que solicitou uma alteração de residência. Entretanto, para o serviço Net+Voz, não fazemos transferências, apenas novos contratos. Vai assinar um novo contrato quando o técnico for instalar o serviço e beneficiar de três meses com descontos na mensalidade.
- Desculpe, acho que não percebi... Vou ter que fazer um novo contrato? E os 8 meses de serviço que já paguei, não vão contar para a fidelização? Ou seja, vou ser obrigada a ter o vosso serviço até Agosto de 2014?
- Exacto. Houve uma mudança nas leis internas e as transferências de morada passam a ser consideradas novas adesões.
- Pois, mas na altura em que eu assinei o contrato convosco, perguntei especificamente ao vosso colega se poderia mudar de casa e transferir o serviço até completar a fidelização e ele disse-me que sim! (já a passar-me)
- Correcto, o meu colega deu-lhe a informação certa naquela altura. Entretanto, as leis mudaram e...
- Sim, mas o que eu tenho a ver se as leis mudaram DEPOIS de já ter assinado o contrato? As minhas condições são regidas pelo contrato que assinei, não pelas leis que vieram depois disto.
- Eu compreendo mas actualmente é assim que funciona.
- Transfira-me para o seu supervisor, se faz favor.
- Eu posso transferir a sua chamada mas adianto-lhe que a minha supervisora vai dar-lhe as mesmas indicações que eu.
 - Olhe, eu vou já cancelar a ordem de débito automático na minha conta e vou denunciar o contrato porque isto que vocês estão a fazer é completamente anti-ético e ilegal. Isto não existe em lado nenhum! Eu estou há 4 meses de terminar a fidelização, vou viver para outro país em breve e como é óbvio, não vou estar mais não sei quantos meses a pagar por um serviço que não vou estar a usar!!! (aos gritos)
- Eu vou registar a sua reclamação e num prazo máximo de dez dias receberá uma resposta por parte da PT. Posso ajudá-la em mais alguma questão?

Ai, senhores. Nem sei o que dizer. É uma situação tão impossível que não entra na cabeça de ninguém. É querer agarrar clientes à força toda, com essa merda da fidelização e aposto que muita gente despistada deve solicitar mudanças de morada e depois fica com mais não sei quanto tempo agarrado à PT e, pior,  nem sequer dá pela situação. Estou furiosa, claro que estou. Toda a gente avisou-me para não escolher a PT e se arrependimento matasse já eu estava esticadinha ao chão. Minha rica Zon...
Volta que estás perdoada!

SHARE:

6 comentários

  1. Oláá :)
    Eu por acaso fui cliente da Zon durante 14 anos e os meus pais á pouco tempo decidiram mudar para a PT (o que eu sempre achei uma tontice). Já temos um ano de contrato e durante este ano já aconteceu mais coisas do que durante os 14 anos de Zon! Para além do mal atendimento ao cliente, e avarias constantes nos aparelhos! A nossa pena é que o nosso contrato é de dois anos, e vamos ter de aturar isto mais um aninho, e depois ZON!

    ResponderEliminar
  2. Tanto num, como noutro, há asneira.
    Quando instalei inicialmente a ZON tiveram de remarcar o serviço 3 vezes, por incompetência deles, sendo que uma das vezes o técnico não tinha levado com ele um código qualquer que era necessário. Isto com os horários "lindos" que eles praticam, tive de faltar ao trabalho para estar em casa na janela temporal que indicavam, tendo perdido essa tarde completamente e tendo ficado sem a situação resolvida.
    Entretanto, com melhores preços, mudei para a PT.
    Quando, depois disso, mudei de casa a PT transferiu-me tudo sem qualquer custo associado - isto em Abril deste ano.

    ResponderEliminar
  3. Isso é completamente ridiculo, um contrato é um contrato, se nós não o podemos anular sem termos custos, eles também não podem mudar as leis se o que estava no contrato era outra coisa.
    Acho que na tua situação, eu fazia o mesmo que fizeste.

    ResponderEliminar
  4. Se tiveres a cópia do contrato lê com atenção a cláusula de mudança de residência. Por norma está sempre no contrato e o que conta é o que assinaste, não as regras atuais. O melhor mesmo é não te fiares nas reclamações escritas ao telefone por alguém que não conheces. A pessoa vai por só metade da informação e vais receber uma resposta que não sequer está relacionada com a questão (acredita, trabalhei na pt e isso acontecia N vezes...).
    O melhor é seres tu a escrever um email para conseguires resolver isso. Boa sorte ;)

    ResponderEliminar
  5. No site da Anacom (espero que ajude).

    "Mudei de morada. E agora?

    É importante que saiba que o seu contrato foi feito para a morada de instalação que indicou no momento da sua celebração. Desta forma, quando muda de morada e pretende manter o mesmo operador está a solicitar uma alteração do seu contrato e é necessário chegar a um acordo com o operador sobre os termos em que a mesma pode ocorrer.

    Por esta razão, o operador pode pedir-lhe para pagar, por exemplo, encargos relativos à nova instalação, propor-lhe um novo tarifário e/ou o prolongamento do período de fidelização.

    Todas estas informações devem ser apresentadas pelo operador de forma clara e transparente e deve pedir que lhe sejam prestadas por escrito.

    Pode sempre cancelar o contrato se não concorda com a proposta do operador para a nova morada, por exemplo, se este não puder oferecer os mesmos serviços ou as mesmas condições, mas se ainda estiver dentro do período de fidelização, o operador pode exigir-lhe o pagamento de uma penalização pelo cancelamento antecipado.

    Sem prejuízo, saiba que ao cancelamento do seu contrato com o operador serão também aplicáveis as regras gerais da lei civil, que os operadores devem respeitar.

    Assim, se vai mudar de morada:

    Informe-se junto do seu operador sobre a possibilidade de transferir os serviços para a sua nova morada. Caso a sua futura área de residência tenha cobertura para os seus atuais serviços, pode ser possível transferi-los para lá, sem ter de cancelar.
    Informe-se junto da DGC - Direção-Geral do Consumidor (DGC), dos Centros de Informação Autárquicos ao Consumidor (CIAC) e das associações de defesa dos consumidores sobre os seus direitos, dado que existem regras da lei civil que poderão protegê-lo nestas situações.
    Se não chega a acordo com o operador sobre os termos em que pode alterar ou cancelar o seu contrato, recorra aos Centros de Arbitragem de Conflitos de Consumo ou dos Julgados de Paz. Saiba mais sobre as suas opções na área “Problemas com o seu operador?”.

    ResponderEliminar
  6. Tenho Zon e já tive essa fase de ir não sei quantas vezes abaixo, mas depois da reclamação lá resolveram a coisa. Essa da PT é nova para mim!

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig