28 setembro 2013

Surreal

Fui ao Pingo Doce logo de manhã comprar alguns ingredientes que faltavam para fazer um salpicão para o almoço [depois do M. quase se ajoelhar a implorar e da Vi fazer olhinhos, não tive como negar]. Comprei tudo aquilo que precisava e voltei para casa. Depois do frango desfiado e na altura de misturar a cenoura ralada, surpresa... a cenoura vinha completamente estragada!

Normalmente compro a cenoura e deixo para ripar em casa mas como quis facilitar [e poupar tempo], optei por comprar aquele saco de cenouras que já são ripadas, prontas para pôr na salada. Pois bem, quando abri o saco, ia desmaiando com o cheiro daquilo... quase podia ver as bactérias fazendo a festa na cenoura! Fui ver o prazo de validade da embalagem e, adivinhem? Era só até dia 29 de Setembro, ou seja, terminava amanhã. Fiquei possessa.

Uma pessoa toda empolgada a cozinhar, de avental posto [sim, que eu raramente cozinho mas quando o faço, é todo um acontecimento] e descobre que um dos ingredientes está estragado. Bonito. Saí porta afora e fui, chateadíssima, novamente ao Pingo Doce, com o talão da compra [comprado há duas horas] e o saco de cenoura estragado atrás.

Pedi para falar com a responsável de loja e expliquei, calmamente a situação:
- Bom dia, há cerca de duas horas comprei estas cenouras mas assim que abri o saco, percebi que estavam estragadas... 
- Estragadas? [olhou-me como se eu fosse uma atrasadinha]
- Sim, veja... [e espetei com as cenouras mal cheirosas na cara da mulher]
- Pois, já percebi. É do calor.
- Desculpe mas está a chover e para além disso, o prazo de validade termina amanhã, acho que deveria ao menos haver um papel qualquer a assinalar isto. Imagina que uma pessoa compra as cenouras para fazer uma salada na segunda? Já a validade teria vencido...
- Compreendo, nós tentamos sempre avisar aos clientes das validades, aliás, nos iogurtes até colocamos um autocolante mas como deve compreender são muitos artigos para controlar diariamente.
- Sim, mas veja, como cliente fiquei muito chateada de comprar um alimento com apenas um dia para terminar a validade, sem qualquer tipo de sinalização sobre esse facto e ainda tive que sair de casa e voltar ao Pingo Doce para trocar o artigo... 
- Claro, nós vamos já trocar a cenoura, não se preocupe.
- E quanto às restantes cenouras que estão ainda à venda, todas com prazo de validade até amanhã? Vão continuar na loja?
- Sim, como disse antes, não somos obrigados a sinalizar o prazo de validade. Cabe ao cliente verificar e, não estando o prazo vencido, podemos vender os artigos.

Fiquei chocada. Pensei imediatamente naquelas velhinhas que compram os legumes todos para a semana e, coitadas, vão acabar por levar com cenouras quase-vencidas. Péssima a postura do Pingo Doce, acho que deveria ao menos haver um rigor maior, do tipo, quando faltar menos de cinco dias para um produto vencer colocarem um aviso qualquer, um autocolante, eu sei lá! Sei é que fiquei fula da vida de perder quase uma hora nessa brincadeira de ter que pegar no carro e voltar ao mercado para reclamar. E nem um pedido de desculpas ouvi! Surreal...

P.S: Deviam fazer como o Lidl que ao menos sinaliza os artigos cujo prazo de validade vence em breve e ainda faz descontos de 20 ou 30% sobre o preço, de modo a alertar os consumidores. Adoro o Pingo Doce, é o meu sítio para fazer compras mas já começo a ficar zangada com essa postura... E eu que nunca vejo a validade de nada, agora vou começar a andar em cima disto! Arrrgh! 

SHARE:

14 comentários

  1. No da minha terrinha fazem isso da sinalização, pensava que era igual em todos, mas pelos vistos não. Agora toca a andar mais atenta aos prazos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, eu também achava que havia uma lei qualquer que obrigasse os mercados a sinalizarem mercadorias com prazo de validade próximo do vencimento mas pelos vistos... cabe a nós andarmos a ver embalagem a embalagem. Que atraso de vida!

      Eliminar
  2. estou sem palavras! até porque tal como tu também nunca verifico a validade de nada...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A questão é que, se já perdemos uma vida em supermercados (falo por mim, que pelo menos uma vez por semana lá tenho que ir e nunca fico menos que 1hora), agora imagina se tivermos que olhar a validade de TODOS os produtos que enfiarmos no carrinho... ui, nunca mais saio de lá.

      Eliminar
  3. No continente até há uma parte especifica para produtos a chegar ao fim de validade! às vezes até ainda têm uma semana....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha isso eu desconhecia. O único mercado que sei que fazem uma certa "distinção" entre os alimentos com validade próxima é mesmo o Lidl e mesmo assim, só o fazem com as carnes e frios. Não digo nem pelos descontos, que se o alimento ainda está na validade, não há necessidade de descontos. Digo ao menos para deixarem um aviso qualquer, um alerta. É que comprar um produto e no dia a seguir ele estar vencido, é demais para a mim...

      Eliminar
  4. Mas péssima postura porquê? Se a validade termina amanhã, então, os produtos têm de estar á venda até amanhã e não até hoje. E também não precisam de sinalizar os produtos para as pessoas tornarem-se cuidadosas em relação as datas de validade.
    Se tivesse verificado as datas dos produtos não teria perdido 1 hora do seu tempo, digo eu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Péssima postura porque não acho correcto venderem um artigo sabendo que no dia a seguir o mesmo já não se encontra em condições de consumo [aliás, neste caso foi mesmo no próprio dia]. Uma pessoa ser cuidadosa com as validades é uma coisa, aliás, em certos produtos faço questão de confirmar as datas [iogurtes e sobremesas]. Agora, ter que andar ali a examinar produto a produto? Desculpa, mas não tenho vida nem tempo para isso... E acho que deveria mesmo fazer parte da política dos supermercados: quando um determinado produto estivesse no final da validade, deviam pôr um autocolante qualquer. Já pensou nos velhotes? Acha mesmo que eles olham produto a produto? Alguns já nem enxergam bem... e muitos vivem sozinhos e não tem hipótese de pegar no carro e voltar ao Pingo Doce para reclamar. Enfim, este é só um exemplo, entre muitos.

      Eliminar
  5. A postura da empresa foi de acordo com a lei, não tem a ver com vontades ou desfeitas. A lei não obriga sequer as empresas a sinalizarem e/ou porem mais baratos os produtos quando a data se aproxima do fim. Isso tornou-se regular quando se fez as contas ao desperdício que era certo tipo de produto não se vender e ter de ir para o lixo quando a data se finda. É a forma que as empresas do ramo arranjaram para não perderem tanto. E mesmo isso de no Lidl terem sinalização e promoção ou de no Continente haver uma zona específica para esse tipo de artigo (coisa nunca vista por mim e eu vou a vários), tem muito mais a ver com as ordens passadas e autorizações das chefias ou seja, com o funcionamento próprio de cada organismo/loja, não é regra certa para todas as lojas de uma mesma empresa. Aquilo que é exigido a uma empresa destas é ter os produtos expostos dentro da data de validade, que estava este que causou o post, e tê-los em boas condições para a venda, que não estava, fazendo sentido a atitude e resposta da responsável de loja.
    Há vários produtos com validade larga para se consumir que se estragam, porque sim, numa loja deste tipo faz calor, esteja a chover lá fora ou não, e principalmente relativo a produtos frescos e congelados, há-os a estragar-se porque os clientes decidem a meio caminho que já não os querem levar e abandonam-os pelas prateleiras que encontram.
    É responsabilidade do cliente, como parte interessada, verificar a data de validade dos produtos que compra e decidir comprá-lo segundo os seus parâmetros. Quando uma situação destas acontece por lapso do mesmo, não me parece que a empresa deva ser responsabilizada, já que cumpriu com os seus deveres em relação ao assunto validades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. LC, não digo que as empresas tenham que pôr descontos nos produtos com validade próxima do fim mas acho que seria importante sinalizarem os produtos com uma validade tão curta [um dia para vencer? Really? E ainda havia uns vinte sacos de cenoura...]. O Lidl faz este tipo de descontos para incentivar as pessoas a comprarem aquele produto logo, antes que a validade termine e acho muito bem. Se o mercado não quer/pode dar descontos, ao menos que sinalizem de alguma forma. É que se ainda faltasse, sei lá, quatro ou cinco dias, era na boa. Mas vencer no dia a seguir e ainda ter tantos na prateleira... não achei bem.

      Também não achei correcto não oferecerem, sequer, um pedido de desculpas mas isso já é um princípio básico de educação e realmente, eu não posso esperar que toda a gente saiba o que é uma boa educação, por isso, nem vou entrar por aí.

      Compreendo que nós, enquanto consumidores, devemos estar atentos às validade mas acho utópico esperar que todos os consumidores andem à procura das validades em todos os produtos. Se normalmente já perco 1h e tal nos supermercados, se fosse olhar as validades, ficava lá dentro 3horas. A verdade é que, com um ritmo de vida tão acelerado, esperamos sempre que sejam eles a tratar de tudo quando na verdade, uma parte do trabalho deveria ser feito por nós. Errei em não ter visto a validade mas acho que foi um bocado de má fé da parte deles deixar tantos produtos a vencer no dia seguinte sem qualquer sinalização.

      P.S: Obrigada pelo comentário, apesar de discordar com a minha linha de pensamento, não foi mal educada e expôs o seu ponto de vista com inteligência, coisa rara por estes lados.

      Eliminar
  6. No Continente, também assinalam e com desconto!
    Adoro fazer compras ao final do dia :) Trago produtos com cerca de 50% desconto e óptimos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? Nunca vi este tipo de descontos no Continente, tenho que lá ir mais vezes então ;)

      Eliminar
  7. Bom dia.
    Eu ja trabalhei num Pingo Doce, quase noutra vida.. E posso te dizer que esse caso especifico não é assim tão grave comparando com imensas coisas que vi se passarem naqueles armazéns. E estou a falar de produtos mais "perigosos" como iogurtes, fiambre, queijos, carnes.. Que muita coisa se lava, mistura, reembala e está pronto para enganar outro! Por isso de vez enquando acontecem doenças misteriosas e uns "não sei porque estou tão mal, não comi nada estragado"... è preciso ter muito cuidado e desconfiar sempre das nossas compras. Temos de ter 7 olhos e muita inteligência na hora de comprar o que mais tarde vai entrar no nosso organismo. Porque infelizmente não é só no hiper referido, mas sim prática de todos eles!
    Cumprimentos,
    Vanessa.

    ResponderEliminar
  8. Na verdade, a validade serve para, caso o produto esteja estragado dentro desse prazo, a pessoa tenha direito a reclamar. E as pessoas sabem que os produtos têm uma validade. Tendo isso em conta, acho que o cliente é que tem de ter algum cuidado nisso. Concordo, sim, que ponham preços mais baratos e assinalem isso em produtos que estão em fim de validade mas para que não haja um desperdício maior. Por norma, eu vejo a validade em todos os produtos, desde o pão, aos iogurtes, a legumes embalados, tudo. E não é por isso que demoro muito mais tempo, é tudo uma questão de hábito. Beijinhos*

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig