14 outubro 2013

Só para aqueles que têm o coração do outro lado do mundo ❤



Ao ver o vídeo, foi impossível não deixar cair uma lágrima. Só quem passa por isso é capaz de entender. A excitação durante todo o vôo, a cabeça já a traçar mil e um planos, o nervoso miudinho. E depois, quando o avião pousa e a porta se abre vem aquela sensação incrível: ah, estou em casa!. O cheiro a casa tão característico. Um cheiro que não se encontra em mais nenhum lugar. 

E depois toda aquela burocracia: mostra passaporte, busca a mala na esteira, passa pela alfãndega, lá vem as perguntas de praxe: "posso ver a sua mala?" e a vontade de responder: Ai senhor, veja tudo o que quiser mas deixe-me passar logo que eu tenho tanta gente para abraçar, para beijar!". Então chega a parte que eu adoro: aquele corredor enorme, eu a empurrar um carrinho atafulhado de malas e os últimos metros já são feitos quase a correr, o coração na garganta. No final do corredor, aquele mar de gente. 

E na primeira fila, os rostos de sempre: os meus amores, ali, à minha espera. Gritos, risadas, lágrimas, é assim um mix de sentimentos. Solto o carrinho e as malas vão à vida, quero lá saber das malas! Agarro-me à minha avó e o suspiro sai do fundo da alma... A tia grita, as primas saltam ao redor e naquele instante, reconheço: metade de mim sempre estará lá, à minha espera.

SHARE:
© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig