24 novembro 2013

Das coisas que ele diz... #2

Há bocado fomos ao Dolce Vita Tejo trocar um blusão que ele e que ficou pequeno. Aproveitei para espreitar a Tiger, uma das lojas mais fofinhas de lá. Como é de praxe, corri os corredores todos à procura de coisinhas fofas e baratas para a nova casa. De repente vi uma mesinha de apoio linda, linda.

Era uma mesa pequenina, devia ter uns 50cm de altura, e tinha os pés em ferro e o tampo com desenhos em latão, de encaixe [esta]. 15€, uma bagatela. Olhei para ele e exclamei:

- Olha, amor, que linda.
- É gira mas é muito baixa, não achas?
- É um bocadinho baixa, mas vai ficar linda no corredor ou na varanda. Adoro o pormenor do tampo com desenhos e ainda por cima é tão baratinha... Levamos?
- Não sei... acho perigoso.
- Perigoso como?
- Perigoso para as crianças. O tampo é solto, não reparaste? Pode cair-lhes em cima.
.
.
.
- Mas que crianças?!
- As que vamos ter, oras.
- Ai, M., não me assustes. Vamos ter daqui há algum tempo... certo? [já falámos várias vezes sobre o assunto, o homem está com uma pressa do catano].
- Daqui a um ano? - e pisca-me o olho.

Não mereço, pois não? Uma pessoa mal fica noiva, ainda nem tem casa definida nem nada parecido e o raio do homem está sempre a falar de crianças, a olhar embevecido para putos nos carrinhos dos supermercados, a meter-se com bebés na rua... Deve ser da idade, quem já passou dos 30 costuma ter o relógio biológico a dar horas [ele fica furioso quando digo isto], mas eiii, eu acabei de fazer 26. Acalma lá os cavalinhos, sim?

P.S: Não se enganem: eu adoro crianças, quero muito ter filhos [pelo menos dois] mas não é já, não é este ano, nem no próximo. Ainda quero fazer muita coisa antes de poder dedicar-me à uma criança. Gente, eu nem sei fazer um arroz como deve ser, como posso pensar em ter um filho?! Gostava de esperar pelo menos mais uns três anitos. E os países que ainda não visitei? E o novo curso que quero tirar? E os restaurantes que ainda não conheço? E os 6 meses que quero passar noutro país a aprender um idioma novo? E a minha casa, que ainda não construí? Tanta coisa que ainda quero fazer antes de pensar em bebés...

P.S: Fiquei tão atordoada com a conversa que nem quis saber mais da mesa. Agora vou ter que voltar lá de propósito na próxima semana para a buscar. Raio do gajo, só me dá é chatices!

SHARE:

4 comentários

  1. Concordo com tudo isso , mas vamos lá admitir , que ter um "M" assim é de derreter qualquer pessoa . :D

    ResponderEliminar
  2. Tenho uma amiga que está na mesma situação!! O namorado já está perto dos 30 e já fala em casar e filhos, e ela que ainda tem 23, acabou agora o curso e nem trabalho tem, até fica com arrepios quando ele toca no assunto!!
    Ah e já agora, a mesa é muito gira! E num preço bem em conta!

    ResponderEliminar
  3. eh eh realmente! ainda estás pensar no casamento, na organização do evento, na casa e depois de casarem, acho bom tirar sempre uns tempos para viverem só os 2!

    ResponderEliminar
  4. É!!! O despertador biologico dos homens deste mundo começou a tocar em alto volume ao que parece! MAs há historias e historias Anne! Sem stress! ;)

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig