12 novembro 2013

Simplicidade rima com... felicidade.


São as melhores, as coisas simples da vida. Apanhei-me a olhar para esta foto, da casa da minha avó, onde passei a maior parte da minha infância e onde fico sempre quando vou de férias no Rio. Se há um sítio no mundo que eu considero "a minha casa", é ali, entre aquelas telhas pintadas de vermelho, com um jardim enorme, redes espalhadas por todos os cantos [e o que eu amo dormir numa rede], paredes pintadas em cores alegres, que a minha velhinha gosta é de vivacidade...

Nesta casa não há luxos para ninguém: não há internet wireless, não há empregadas para limpar, não há mordomias mas caramba, ali eu sou mesmo feliz! A felicidade está em cada detalhe: nos móveis simples e ultra confortáveis, na mesa sempre posta com um bolo ou biscoitos, no cheirinho a lavanda, tão a cara da minha avó. E o pão com ovo? Ai, pessoas, a minha avó faz o melhor pão com ovo deste mundo e eu adoro sentar-me nos degraus da varanda, com os dedos todos lambuzados, enquanto fecho os olhos e saboreio o gostinho do pão acabado de fazer.

É incrível como, mesmo cercada de tantas coisas boas e de toda a modernidade, eu continuo a sentir saudade de coisas tão simples e inesquecíveis... Lembro-me sempre de um cantor brasileiro que disse uma frase que é a minha cara: "Eu posso usar Versace, passar férias em Paris mas eu sou mesmo é caipira." 

É, essa sou eu.
(hoje acordei com uma saudade enoooorme. *suspiros*)

SHARE:

1 comentário

  1. Anne, continua assim, a dar valor a estas pequenas coisas da vida que são inesqueciveis. Quanto mais dinheiro tenho, mais valorizo as coisas de graça que a vida nos dá. Adorei o post!

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig