26 dezembro 2013

Os presentes:

 Do meu amor recebi o Dreamwhite Rose da Swatch que namorava há uns meses... é lindo!


 Ainda na onda dos relógios [é o que dá refilar que precisas de um relógio, toma, ganhas logo dois] mamãe ofereceu-me este o modelo Georgia da Fossil, bem mais casual e delicado que o da Swatch. Já estou com ele no pulso!

 E a saga Pandora continua... [tanto que eu falei da marca aqui]. Recebi a nova pulseira Bangle com duas contas: esta e esta. Obrigada, príncipe!

Este ano TODA a gente decidiu oferecer-me perfumes [que eu amo] e cheguei até a considerar a hipótese de, sei lá, estar a cheirar mal ou assim porque foram montes de vidrinhos que me vieram parar às mãos. Adorei todos mas especialmente o Valentina [e a miniatura, gente? coisa mais fofa] e o Coco Chanel [super intenso].

 Os perfumes: cofrett Valentina by Valentino; Acqua de Gioia by Giorgio Armani; Coco by Chanel; Daisy Eau So Fresh by Marc Jacobs, L´eau Jolie by Lolita Lempicka e o coffret Especially by Escada.

 Cachecol da Mango [prenda da melhor amiga], lenço da Parfois [prenda da sogra] e botas da Primark [prenda da mana]

 O meu amor surpreendeu-me e mandou fazer uma tela tamanho 45cm x 30cm de uma das nossas fotos de Paris, para além de me oferecer um livro com as obras de Cezanne que vimos nos museus parisienses. E o postal de natal, é claro. [as letras prateadas são uma prenda da Bia, a minha amiga do coração e estou in love com elas]

 Oi?! Esta prenda é... para mim? Foi essa a minha reacção quando mamãe entregou-me este presente. Ela, a par com o M., estão louquinhos para darem as boas-vindas ao novo membro da família e juntam-se para fazerem coisas destas. Ninguém merece. [sempre que passo na montra da Natura Pura, no Colombo, babo-me para cima das roupinhas em algodão biológico, é um facto, daí mamãe ter achado giro oferecer-me um item que já é tradição na nossa família: a primeira almofada]

 Pronto, já temos a primeira almofada da criança. Deixa cá ver, hum... assim de repente, acho que só falta mesmo é a criança. [perante o meu ar surpreso ao abrir a prenda, mamãe dispara: e não me olhes com essa cara, que no próximo natal eu já quero receber a notícia de que o meu primeiro neto vem à caminho... pressão psicológica? imagina!]

 Como vos disse, é tradição na minha família a avó oferecer a primeira almofada da criança, juntamente com doze capas/fronhas bordadas com versículos bíblicos. Esta da imagem é a almofada da Vi, resistentes após vários anos [ela só dorme com ela].

 E agora é esperar as doze capas da almofada do meu baby, espero que daqui há alguns anos, depois que eu anunciar a boa nova. [não, mamãe, não precisas correr]

A mala shopper da MISAKO [prenda do mano], a camisola às bolinhas da Springfield [prenda do sogro], a saia castanha da Cortefiel [prenda da mamãe] e a bandeja prateada da Zara Home [prenda do cunhado].

E depois, como seria de se esperar, ganhei vários presentes para o enxoval [não vos vou maçar com as fotografias, vai desde faqueiros até conjuntos de chá] mas o meu preferido foi este conjunto de bolos [eu amo bolos!] da loja CASA [prenda da avó que escolheu tudo "online" com mamãe]. Te amo, vó!

Ufa! Só posso agradecer às minhas pessoas por terem se lembrado dos meus gostos/personalidade na hora de escolher cada presente porque é tudo tão a minha cara que adorei-os. Este deve ser o primeiro natal em que não vou utilizar os "talões de troca" porque desta vez acertaram em tudo. Na mouche! ;)

SHARE:

29 comentários

  1. Muitos Parabéns Anne, tiveste um Natal em cheio ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :) Foi óptimo, realmente... as prendas foram só a cereja no topo do bolo. =)

      Eliminar
  2. Continuação de festas felizes! As prendas são muito bonitas. Beijnhos.

    www.viajarso.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. amei! acho que sendo assim nao te falta comprar NADA na arenal... hahahaha

    beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahaha eu não te disse, Bel? No natal é sempre a mesma coisa... perfumes até mais não. Mas ainda assim fiquei com dois perfuminhos da Arenal debaixo do olho. Mas pronto, como faço anos daqui a menos de 10 dias, vou esperar para ver se algum me calha na rifa antes de me aventurar na Arenal ehehe Beijinhos!

      Eliminar
  4. foda-se, só prendas caras. Deves viver noutro mundo, tu. E ainda tens lata para dizer que no natal o que importa é a família, blá blá blá. Pois. Dizer isso quando se recebe dois relogios, Pandoras onde só uma conta custa 50€, perfumes caríssimos... pois. Que belo espírito de natal, o teu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi?! Mas desde quando eu sou responsável pelas prendas que me dão? Deves achar que ando a pedir prendas caras, a fazer birras se não as ganho... pois, lamento mas não. Das prendas que recebi, a única que realmente tinha "pedido" foi a bandeja da Zara Home, que comentei com a minha mãe. E mesmo assim, se não a ganhasse passado uns dias ia buscá-la com o meu dinheiro, que felizmente, ainda me posso dar estes pequenos luxos.

      Nunca liguei ao preço das prendas. Fico feliz com coisas baratas, caras, feitas à mão, postais... o que conta realmente é a intenção. Para teres uma noção, um dos conjuntos de loiça que ganhei para a casa custa quase 200€ e entretanto, o meu preferido foi o prato de bolo que a minha avó comprou-me porque, lá está, ela teve todo o cuidado de escolher via "online", de enviar o dinheiro, enfim... foi outra consideração. E o prato não deve ter custado mais de 30€. São sentimentos, caro anónimo. E estes ainda não vêm com a etiqueta do preço.

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    3. chocada.com.br com o comentário, anônimo, claro! Sinto me muito abençoada em ficar feliz com a felicidade dos outros! Que bom que recebeste coisas boas, independentemente do valor porque ambas sabemos que esses perfumes na arenal eram outra historia!!! hahahaha

      E desejo que no teu aniversario recebas presentes tão bons ou ainda melhores!

      Beijocas

      Eliminar
  5. O que é feito do Labrador (Rio)? Já não o tens?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Está bem e recomenda-se. É claro que o tenho, mas alguma vez eu ia me desfazer do meu cão? Só se estivesse a passar por graves dificuldades financeiras e não tivesse como sustentá-lo, o que não é o caso. Está com 1 ano e 2 meses, gordo como um texugo e continua a dar cabo das coisas em casa mas é um amor e quando olha para nós com aqueles olhinhos brilhantes... quem consegue resistir?

      Recentemente falei dele aqui: http://www.agarotadeipanema.com/2013/09/e-porque-bem-vistas-as-coisas-nao-ha.html

      Eliminar
  6. Este ano portaste-te lindamente. O papai noel esmerou-se:) Continuação de boas festas

    ResponderEliminar
  7. Anne não ligues a invejosos! Cada um é cada um, e cada um tem a vida que tem! Apesar de náo ter recebido pandoras o meu Natal foi excelente, ao lado da minha familia, só faltou a minha avózinha, que estou na mesma situação que tu eu tambem vivo m Lisboa e ela está no Brasil :/ de resto só tenho a agradecer! E se não recebi prendas caras como tu ninguém tem culpa nisso, muito menos a propria Anne!
    As pessoas miseraveis (com isso quero dizer pobres de espirito) só se sentem bem a falar mal da vida alheia, como se alguem tivesse culpa da vida que tem.
    Olha agora, so porque ha quem não tenha dinheiro vais deixar de vivee a tua vida com aquilo e a tua familia conquistaram? Oh por favor..

    Muitos parabéns pelo noivado, muitos parabens pelas prendinhas, muitos parabens pela familia que tens, e principalmente muitos parabens pela pessoa que, apesar de não te conhecer, demonstras ser! :-)
    Feliz natal e um santo e próspero ano novo! Beijinhos, ''M'' *

    ResponderEliminar
  8. Eu quando li o teu post achei que tinhas recebido muitas prendas, boas e caras! é um facto que tiveste um natal, ao nivel das prendas, muito bom!!! Mas nunca na vida me lembrei de te "mandar" abaixo só porque tiveste mais prendas do que eu (o que não é nada dificil porque só tive uma "prenda" e nem a desembrulhei porque foi dinheiro. São vidas diferentes e mt provavelmente carteiras diferentes!!!

    Eu não fiquei mt chateada por não ter prendas, até porque nós na família não incentivamos mt a troca de prendas. Se tivesse uma mesa vazia de comida é que ia ficar triste!!!
    Eu abri muitas prendas mas não foram para mim, foram para a minha menina que esta na minha barriga!
    Agora já ninguém me liga :) só querem saber da minha menina!!!



    ResponderEliminar
  9. Eu gabo-lhe a paciência de ainda se dar ao trabalho de responder a certos comentários!! Que bom todos poderem ter muitas prendas!!!

    ResponderEliminar
  10. A bandeja! *inveja da boa*
    Eu tive 3 coisas que pedi do fundo do coração e depois recebi outra prenda que é a que tenho mais vontade de experimentar: formas de bolachas para encaixar na caneca. Um amor!
    Não posso fazer bolos, mas bolachas não hão-de faltar em casa :)

    Beijinho e continuação de boas festas*

    ResponderEliminar
  11. Anne, eu entendo que ficaste feliz com as tuas prendas mas acho de extremo mau gosto espetares com as fotografias aqui porque como percebeste nos comentarios a maioria das pessoas só recebeu uma ou duas prendas e foram coisas baratas. Numa altura tao complicada como a que o país atravessa, é de muito mau gosto vir esfregar na cara das pessoas o teu poder de compra. Muitos não podem sequer comprar um perfume e tu mostras logo 4 ou 5 e todos caríssimos. É uma questão de bom senso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe, mas o seu comentário é ridiculo e sem lógica nenhuma! Receber muitas prendas não significa que se tem grande poder de compra, visto que prendas não são compradas mas sim oferecidas.

      Pela sua lógica, as pessoas deviam de andar com roupa rasgada aos bocados apanhada do lixo ou até ir buscar comida ao lixo, pois os pobrezinhos podem achar que lhes estão a esfregar na cara o que eles não têm.
      As revistas e a Tv estão constantemente a mostrar "coisas caras", e as pessoas não deixam de comprar/ver por isso.

      Há pessoas que sendo pobres, não se sentem mal por ver q a Anne recebeu mais do que eles. O que é q está certo?! As pessoas deixarem de fazer algo que está no seu direito E q há outras pessoas q gostam, ou aqueles q não gostam de ver o q os outros têm e eles próprios não simplesmente não virem aqui?

      Isto já está a parecer aquela entrevista da Judite de Sousa que deu na tvi.

      Eliminar
  12. Minha gente,ao ler certos comentarios achei por bem explicar aqui umas coisinhas,espero que ninguem nem a propria Anne me levem a mal. Sou portuguesa e tenho amigas brasileiras que vivem ca,gente nem imaginam o quanto elas sao consumistas,tanto de moda como de cosmetica (meu Deus,nisso é que elas gastam),tudo que seja cremes,perfumes,maquiagem,cabelos,é uma coisa doida! Sao capazes de gastar quase tudo que ganham nessas coisas,todas as semanas tem que ir ao shopping. Com isto nao tou a criticar pk eu tambem adoro umas compras e andar com o cabelo arranjado,atencao mas e so para terem uma nocao k as brasileiras normalmente sao muito consumistas. Anne no Norte diz-se assim: quem tem dinheiro faz chouricas,quem pode acho muito bem que o gaste afinal a crise nao e para todos! bj Bom Ano Novo! Ana

    ResponderEliminar
  13. Os presentes acho normais, ainda que possam mostrar um poder de compra superior à média portuguesa, felizmente que ainda há muita gente que os pode comprar e, com isso, ajudar a economia.

    Já isto, acho surreal: "Como vos disse, é tradição na minha família a avó oferecer a primeira almofada da criança,"

    Erm... isso se calhar faz sentido quando, efectivamente, já existe uma criança, não? Qual é a lógica de fazer esta pressão ridícula para teres um bebé? Isso é um assunto vosso, enquanto casal, o que é que os pais têm de opinar sobre isso? E se não quiseres ter filhos, ou não puderes, ou não quiseres ter para já, ou quiseres adoptar, tens de justificar isso perante a tua mãe? Eu nem daria hipótese de a minha mãe se meter dessa forma na minha vida (felizmente que não o faz), mas chegar ao ponto de já estar a oferecer coisas para um bebé imaginário, acho doentio. Qualquer dia compra um daqueles bonecos que são réplicas de bebés verdadeiros, a fingir que é o neto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pessoalmente, também concordo com a questão do filho. Acredito que a família não o faça por mal, mas acho horrível esse tipo de pressão.

      Eliminar
    2. Melhor vai ser quando passar a jungle fever ao Miguel e ele se decidir virar para uma tuga jeitosa com pés menos inchados que os teus... aí ficas tu a chuchar no dedo e agarrada à almofada da Naturapura!

      Eliminar
    3. Ó anónimo das 17:34, só podes estar MORTA de inveja do relacionamento que a Anne tem com o Miguel. Topa-se à distância que o homem é louco por ela! Estão juntos a 7 anos, pediu-a em casamento em Paris com um anel lindíssimo de diamante, estão sempre a viajar em escapadinhas e nota-se que são mega apaixonados. O homem é doido para ter um filho com ela, deixa-te de parvoíces "aí ficas a chuchar no dedo agarrada à almofada da Naturapura!". HA HA HA dás-me pena. Invejosa de merda.

      Um dia, quem sabe, se não consegues um amor assim? Vá, não percas a esperança.

      Eliminar
    4. Perdi-me no "juntos a 7 anos" porque tenho alguma dificuldade em comunicar com pessoas que desconhecem o uso do verbo haver :)

      Agora a sério, pareces saber muito sobre a vida deles, não? Obcessive much. E pareces ter ficado um bocadinho perturbado com o meu comentário. É-me indiferente quantos quilates tem o diamante em causa, só acho que o menino eventualmente se fartará da "cara de macaco" e vai querer uma mulher a sério :)

      Eliminar
    5. Perdi-me no "Obcessive", porque tenho dificuldade em comunicar com pessoas que acham que sabem falar inglês (é "obsessive"). Aceite o meu conselho e fique-se pelo português, apesar de só sair bosta na mesma.

      Realmente há gente muito ressabiada... Só podem ter uma vidinha triste e sem amor, e metem-me pena.

      Eliminar
  14. Anne, gosto muito do teu blog, mas tenho de concordar com o comentário do último anónimo, espero que não leves a mal... Acho um bocadinho surreal a tua mãe te oferecer a almofada para o neto imaginário! É demasiada pressão e (bate na madeira) se não puderes ter filhos? Se alguma coisa correr mal? Eu "critiquei" (mas respeitei) o facto de a irmã do meu namorado e o marido não quererem receber presentes para o rebento para aí até ela estar com 7 meses de gravidez, porque eram super supersticiosos, achei um exagero!, e comprova-se, porque agora com 9 meses ela tem de andar a correr para comprar tudo, mas comprar algo quando não existe sequer um plano de engravidar?! :S

    ResponderEliminar
  15. que prendas bonitas :) lindas lindas!!

    ResponderEliminar
  16. Mais do que as prendas, amei a qualidade das fotos, sobretudo o layout das duas primeiras, digno de revista. Beijos! J.

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig