27 janeiro 2014

Report:

A semana começa hoje e já estou cansada, tão cansada. Sinto-me uma velha de 80 anos. Eu e a minha mania de querer fazer tudo ao mesmo tempo... de inventar montes de projectos e achar que consigo fazer tudo... estou mesmo cansada.

E para piorar o quadro, sou uma perfeccionista do pior. Ou bem que fique tudo como eu quero ou então nem me arrisco a fazê-lo. Posto isto, assim de repente, tenho: um casamento para organizar - e sim, rendi-me às evidências e vou mesmo casar em Lisboa, é impossível tentar organizar um casamento no Rio via skype, bem que tentei mas não deu. Logo, tenho que de encontrar uma quinta, o vestido (já experimentei uns quantos mas nenhum me fez querer vender um rim para o comprar, por isso... nada feito), ainda não escolhi o bolo, os convites, nem sequer vi os bilhetes de avião para trazer a metade da família até Lisboa... (em contrapartida, já temos a casa arranjada, já tratamos tudo com a construtora e estamos à espera que os acabamentos finais fiquem concluídos - yey)

O M. já só fala na lua-de-mel e fez uma lista de destinos para a viagem. Decidi deixá-lo com esta tarefa, que eu já tenho tanto para fazer, mas a verdade é que continuo na mesma a pensar no assunto porque ele, já se sabe, só vai querer saber de sítios exóticos e ilhas no pacífico, coisinhas que metem duas escalas de avião, 18 horas de vôo e uma ilha paradisíaca com forte risco de tsunamis e catástrofes (sim, morro de medo dessas coisas). E eu não consigo estar 10 dias enfiada numa ilha, só com praia e sem nada para fazer, literalmente a esturricar ao sol, sem museus, sem passeios, sem comprinhas, sem mercados e feiras... De maneiras que o nosso fim-de-semana foi passado nisto:

Ele: Ah, e o que achas das ilhas Turks & Caicos, nas Caraíbas? São fantásticas! Estive a ver os vôos e temos um de Lisboa para Miami e de lá fazemos escala até...
Eu: Miami?! E se ficássemos por lá uns 4 dias e o restante nas Caraíbas? Assim misturamos praia e diversão, que tal?
Ele: Esquece, só vais querer saber de compras. E Saint Marteen, também nas Caraíbas? A ilha é metade holandesa, metade francesa, deve ser brutal.
Eu: Espera... essa não é aquela ilha cuja praia fica a um nada do aeroporto e os aviões parecem que vão atropelar as pessoas? Ahh, nem pensar.


E estamos nisto há uns bons dias. Nada de chegarmos a um consenso. Só sei que quero o mínimo possível de horas de vôo, que eu detesto voar, é sabido. De resto, vou mesmo deixar a tarefa nas mãos dele e seja o que Deus quiser, que eu já começo a ficar cansada de tanto detalhe para pensar.

Pelo meio inventei de tirar um CAP (que agora é chamado de CCP) para estar habilitada a dar formações. São 90 horas de curso, em regime pós-laboral, mas sentia que precisava mesmo certificar-me porque na área onde estou a trabalhar este detalhe é importante. Tenho chegado a casa quase as 23h, pelo que só quero cama e descanso.

E isto sem falar na abertura da nova loja para daqui há um mês e que ainda falta tanta coisa... Os senhores das obras ainda estão a pintar paredes, depois ainda temos que levar os móveis e pedir as linhas telefónicas, e comprar mais uma licença do software de gestão, mandar instalar o alarme, pedir à empresa de publicidade para vir mudar os letreiros, ai que até tremo só em pensar na quantidade de trabalho que ainda temos pela frente.

E como se tudo isso fosse pouco, tenho a viagem a Paris na próxima semana (soubesse eu que estaria envolvida com tanta coisa, teria escolhido viajar noutra altura. Agora já está feito, paciência). E não sou só eu, desta vez vamos todos embarcar rumo à Parrí: mamãe, Vi, Pê, eu e o meu amor. E para sairmos todos de uma vez, convém deixar tudo, mesmo tudo orientadinho.
Ai, era tão bom que os dias tivessem 30 horas... (o blog vai andar em modo pause por uns tempos, prometo restabelecer o ritmo quando tudo acalmar) *inspira, expira, inspira, expira*

SHARE:

14 comentários

  1. Oh Anne, que vida dura a tua: viajar para Paris, férias nas Caraíbas, nova loja para abrir... eheheh miúda, relaxa, ainda tens um AVC! Vais ver que tudo se resolve, começa por delegar tarefas, deixa o Miguel com a lua-de-mel e pede ajuda às tuas amigas com isto do casamento. Vais ver que tudo corre bem ;)

    Desejo-te toda a sorte do mundo nesta nova etapa! E que voltes logo logo para o blog, que eu adoro passar cá. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. ah ah és como eu! Não consigo uma semana só sol e praia..

    ResponderEliminar
  3. Só de ler fiquei cansada!! Calculo como se sente! Boa sorte!

    ResponderEliminar
  4. Também fiquei cansada!!! Aproveita muuuito a viagem a Paris, mesmo que seja tudo rápido e com tantas coisas para resolver.

    A lua de mel vai ser linda, seja onde for!!!!!!! =)

    ResponderEliminar
  5. Anne, descobri teu blog ontem e já li quase todos os posts, hahahahha, brutal!

    Vou a Paris em fevereiro também, te importas de informar como está o tempo? Não sei se está aquele frio de querer matar (e morrer). Beijinhos!

    ResponderEliminar
  6. sugestão de viagem de sonho com tudo o que tens direito e mais que fazer que praia, com muito menos horas de viagem: ilhas gregas. um paraíso!
    ***

    ResponderEliminar
  7. Estou cheia de pena de uma pessoa que recusa ir a destinos maravilhosos por medo de avião e não por falta de dinheiro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deixa-te de merdas e conquista as tuas coisas por ti própria. A inveja é mesmo uma doença...

      Eliminar
  8. Anne se me permites eu casei na Quinta do Vale e amei. É uma quinta linda.
    Nesta fase vais mesmo andar a correr, organizar um casamento é bem stressante.

    ResponderEliminar
  9. Bem, fiquei cansada só de ler ;) Mas calma que vais conseguir dar conta de todos esses recados que tens para tratar :). Olha, tive uma amiga minha que casou na Quinta do Convento da Visitação e gostou muito (e eu também, que é bem gira e as pessoas bem simpáticas). Pesquisa que não te vais arrepender :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  10. Olá! Venho convidar-te a visitares o meu novo blog: HAPPIER - Dicas para uma vida mais feliz.
    Nele escrevo sobre pequenas atitudes e dicas que podes seguir para te sentires melhor, e assim, seres mais feliz!
    Espero que gostes :)

    Ana

    ResponderEliminar
  11. Uma amiga minha esteve um mês em Saint Marteen e amou! Mas sim os aviões aterram muito perto da praia, mas não tão perto como mostra em imagem credo!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E aterram lá muitos aviões por dia, sabes? É que eu em Lisboa moro relativamente perto do aeroporto (em Entrecampos) e ouço os aviões a passar por cima do meu prédio e já fazem bastante barulho (ainda que seja uma questão de hábito, nas primeiras semanas incomodava-me o barulho, mas agora já nem noto) e estamos a falar de uma distância muito maior do que parece ser nessa ilha. É que ir para uma ilha paradisíaca e depois estar na praia a ouvir/ver os aviões a passar por cima de nós de hora em hora, deve ser bastante desagradável!

      Eliminar

  12. Que tal, St. Barths ?
    (também, via Miami)

    Ver aqui dicas recentes.
    http://www.lalarudge.com.br/page/2/

    Margarida Priso

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig