31 janeiro 2014

Se não for indiscrição... (sim, é!)

10h40: o telemóvel toca. Número privado [atendo-os sempre, não devo nada a ninguém e não tenho motivos para evitar as chamadas anónimas, penso sempre que pode ser algum amigo em apuros ou assim]
- Estou?
- Estou sim, muito bom dia. O meu nome é Joana Costa e estou-lhe a ligar por parte da ZON, para dar a conhecer o novo serviço de telefonia móvel, o Zon 4i. Se não for indiscrição, quantos telemóveis há na sua residência?
- Desculpe mas neste momento estou a trabalhar, não posso falar.
- Certo, voltamos a ligar à hora do almoço.
- Mas... mas... 

.
.
.
13h15: o telemóvel toca. Número privado again [oh, foda-se!]
- Estou?
- Estou sim, muito boa tarde. O meu nome é Pedro Melo e estou-lhe a ligar por parte da ZON, para dar a conhecer o novo serviço de telefonia móvel, o Zon 4i. Se não for indiscrição, quantos telemóveis há na sua residência?
- Olhe, peço imenso desculpa mas não estou interessada. Sou cliente Zon com os três serviços de telefone, internet e televisão e estou satisfeita. Mas para telemóveis prefiro continuar com a minha operadora. Obrigada.
- Eu compreendo. Se não for indiscrição, é cliente de que operadora?
- Vodafone, cá em casa somos todos da Vodafone há quase dez anos e não tencionamos mudar.
- Certo, mas ainda não ouviu as nossas condições e vantagens... pode dispensar-me dois minutos?
- Lamento, mas não tenho mesmo interesse. Mesmo que tenham preços mais em conta, prefiro continuar com a minha operadora de sempre. [sou como os cães, se sou bem servida, continuo mesmo que pague um bocadinho mais caro - o bom atendimento não tem preço] E além disso, estou na minha hora de almoço...
- Compreendo. Neste caso desejo-lhe uma boa tarde. [ufa, estava a ver que não]

.
.
.
21h20 [sim, às nove da noite]: o telemóvel toca. Número privado again again [ai eu não acredito que é a Zon de novo! Raios partam a merda da insistência - fiquei passada]
- Estou?
- Estou sim, muito boa noite. O meu nome é Sara Tavares e estou-lhe a ligar por parte da ZON, para dar a conhecer o novo serviço de telefonia móvel, o Zon 4i. Tenho o prazer de estar a falar com...?
- Boa noite, minha senhora. [quando me dirijo à alguém por "minha senhora" é porque o caldo já está entornado], eu não tenho qualquer interesse no novo serviço da Zon, muito pelo contrário, eu estou farta que me liguem quando ja fui explícita e já deixei claro que não vou aderir ao vosso serviço. Esta é a terceira vez que me ligam só no dia de hoje!
- Eu compreendo mas é que das outras vezes o script ficou incompleto. Diga-me, já ouviu as nossas condições fantásticas?
- Não, não cheguei a ouvir porque não tenho mesmo interesse, obrigada. [estava pronta para desligar o telefone]
- Não desligue, preciso terminar o script, caso contrário um colega meu voltará a ligar para si amanhã [oi? uma ameaçazinha velada, mas que bem]
- Olhe, o seu colega bem pode ligar para mim o dia inteiro se quiser que já não volto a atender. NÃO QUERO O SERVIÇO 4i, compreendem? Não quero. Não me voltem a ligar, por favor... Boa noite.

Que raios! Que insistência dos infernos! Estas empresas não percebem que quanto mais maçam uma pessoa mais ódio gratuito essa pessoa vai criar em relação ao serviço em questão? Eu apanhei um verdadeiro PAVOR do Barclays porque estão sempre a ligar para mim com mil e uma sugestão de créditos, de cartões, de empréstimos e de merdas do género. Isso quando não me abordam nos centros comerciais para fazer o cartão-não-sei-o-quê. Estas estratégias de marketing agressivo comigo não funcionam, ou melhor, têm o efeito contrário: só fazem com que eu fuja a sete pés destas marcas. [caso das Boti lovers, que pululam por essa blogosfera]

P.S: Eu sei que os coitados só estão a fazer o trabalho deles, aliás, eu própria já trabalhei num call center bancário [embora não fosse nada agressivo] e sei o chato que é ficar a olhar para um ecrã à espera que as chamadas caiam... e depois, termos um supervisor arrogante que nos controla a todo o tempo. Sei o que é isso e por isso, tento elevar o espírito até o Nirvana e ser paciente quando me ligam com inquéritos de satisfação ou para divulgar um produto qualquer. Mas tanta insistência deu cabo da minha [pouca] paciência. Bolas...

SHARE:

9 comentários

  1. Esse tipo de abordagem comigo não funciona nadinha! Se forem realmente muito chatos é começar a usar a técnica deles contra eles, começar a fazer perguntas incluindo o nº de funcionário só para confirmar a veracidade da chamada...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. eu fartei-me de receber dessas chamadas, e um dia fiz de conta que era uma velhinha solitária, contei-lhe a minha vida desde os anos 30, falei dos netos e dos gatos, da vizinha do lado que é uma porca e nunca leva o lixo ao contentor, a de cima, que me sacode os tapetes para a varanda, etc... e ainda lhe pedi o número para ligar quando me sentisse só, nunca mais me incomodaram

      Eliminar
  2. ipsis verbis o que me aconteceu - até a operadora móvel é a mesma aos mesmos anos lol!! Mas eu fui bem mais agressiva, confesso, que quando me apanham virada nem é preciso muito eheheh.
    http://afashionfauxpas.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. "Estas empresas não percebem que quanto mais maçam uma pessoa mais ódio gratuito essa pessoa vai criar em relação ao serviço em questão?"

    Completamente! Não percebo como acham que uma pessoa está descansadinha da vida e de repente ligam-nos com a publicidade e um serviço hiper-mega-fantástico (not!) e nós vamos já a correr subscrevê-lo. A mim nunca me passaria pela cabeça aderir a algo assim, até porque já vamos sendo informados dessas campanhas por outros meios (televisão, rádio, outdoors...) e se pensarmos em alterar o que temos actualmente contratado, parte de nós - consumidores - a iniciativa de nos informarmos sobre o que há no mercado no momento e assim decidir. Pressionar pelo telefone só leva à atitude contrária...

    ResponderEliminar
  4. Sei que é o trabalho deles, mas odeio isso, eles são uns chatos -.-

    ResponderEliminar
  5. E não mudes mesmo de operadora para o serviço de tv cabo. Eu emigrei no início do ano e no dia 18 de Dezembro fui pedir para dar baixa tv cabo que por acaso era da Zon, queria só pagar até ao fim de Dezembro, mas como era obrigada pelas cláusulas a dar um aviso de 15 dias fui obrigada a pagar até ao final de Janeiro. Paguei logo naquele dia o mês de Dezembro e Janeiro e agencie irem buscar a box e router na casa de um familiar no início de Fev. Ahhh e dei o motivo pelo qual estava a cancelar o serviço - vou sair so país. Pois... no dia 23 Dez ligo a tv e nada, tento ligar o pc à net e nada, liguei à Zon e um técnico tinha ido desligar o serviço nos cabos exteriores no prédio, bem... reclamei à grande, então sou obrigada a pagar mais um mês que não vou usufruir e agora cancelam-me o serviço antes do tempo!!!! Só me vieram ligar o serviço no dia 24 de manhã porque já não havia nenhum técnico disponível. No dia 28 de Dez volta a conhecer o mesmo... sem tv, sem net, nada!!! Volto a ligar e desta vez desligaram o serviço informaticamente e lá acabaram por passados uns bons minutos voltar a ligar o serviço. Agora vê se eu tivesse os telemóveis incluídos no pacote da Zon, então desligaram-me o serviço e eu também ficava sem telefone, sem forma de os contactar e reclamar, ficava incontactável.

    Foram 5 anos de Zon em que não tive uma única queixa, mas estes episódios foram demais. Fiz reclamação no livro e para veres o quão funcionam mal já me telefonaram à vontade umas 8 vezes, até já depois de ter saído de Portugal para me tentarem vender o serviço que pedi p cancelamento e relembro por motivo de ausência do país, não percebo qual foi a parte que eles não perceberam. Enfim, se regressar um dia a Portugal Zon é que nunca mais.

    Descp o “testamento” :p

    ResponderEliminar
  6. Eu também acho muito chatos os telefonemas, mas pronto...

    Desde que trabalhei num call center (da zon xD) e comecei a perceber como aquilo funcionava, comecei a ter alguma paciência com eles. É verdade que é aborecidissimo receber aos 5 telefonemas de X em X tempo, mas a culpa é da organização dos patrões, e do facto de não haver partilha de informação entre call centers (são todos diferentes, mesmo q cada um venda do mesmo, é cada um por si).

    Trabalhei 1 mês lá, e lembro-me bem de estar a tentar ser o + simpática possivel, e ser atendida logo com um "Ai o caralh*", "Vão a merd*" só mesmo por informar q falava da ZON. No inicio isso revoltava-me, porque a verdade é que por uns não têm de pagar os outros.
    No final, quando já me estava a lixar para a coisa, respondia-lhes igual, ou então, ligava de volta só para os mandar ir dar uma curva!

    D.

    ResponderEliminar
  7. Olá Malta porreira

    hoje fui contactado. Graças a Deus por um operador que me está a fazer poupar nas minhas telecomunicações mensais 45€ (são quatro telemoveis).
    Bem, no final do ano, vou de férias à pala de uma pessoa que me está a fazer poupar. Não tenho muito tempo para estar nas filas das lojas, e ter alguém que se preocupou com os meus gastos, foi fantástico.

    um grande bem haja para os operadores de telemarketing, continuem a fazer esse vosso trabalho... por falar em trabalho, vou voltar para o meu, que o meu chefe não me paga para estar em blogues

    ResponderEliminar
  8. Acho engraçado toda esta treta e do lado direito do blog aparecer publicidade ao MEO.
    Haja coerência...

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig