08 julho 2014

Sem palavras...


Estou em choque até agora. Estava a jantar na cozinha, na hora do jogo e de repente a Alemanha fez o primeiro. Corri pra sala, com o prato na mão. Pensei: "ah, tudo bem, ainda faltam mais de 80 minutos, vamos conseguir virar o jogo.". Levantei para ir a cozinha buscar um sumo. Quando abri o frigorífico, ouvi os gritos de golo. "Mais um da Alemanha" gritou o Pê. Corri de novo para a sala, sem acreditar. "Não faz mal, ainda assim vamos conseguir virar o jogo", pensei eu, na minha inocência.

Entretanto fui à cozinha levar o prato [quem disse que eu consegui terminar o jantar?] e ouvi o Pê mandar um palavrão, seguido dos gritos do comentarista. Pronto, era o 3 a 0. Sentei-me no sofá, incrédula e peguei no telemóvel para ligar ao M. Ainda a ligação não tinha completado e a Alemanha já tinha marcado o 4º golo. Aí foi o fim. Já só queria que o jogo acabasse logo, para não ficar tão feio para o Brasil.

Nunca, nem nos meus prognósticos mais pessimistas, imaginei um 7 a 1 para a Alemanha. Foi uma vergonha. Nem tenho palavras...

SHARE:

10 comentários

  1. BRA7IL ahaha
    Deixa lá Anne para a próxima é melhor :)

    ResponderEliminar
  2. BRA7IL ahaha
    Deixa lá Anne para a próxima é melhor :)

    ResponderEliminar
  3. Tive pena principalmente pelos adeptos. As pessoas já eram contra o Mundial, porque há demasiadas coisas que precisam de ser resolvidas antes de se gastar dinheiro numa coisa destas, mas depois de começar, pelo menos sempre dava uma alegria aos brasileiros. Foi uma saída triste, mas o futebol tem destas coisas :).

    ResponderEliminar
  4. Olá Anne. Consigo compreender a tua tristeza mas não posso deixar de dizer q este resultado foi apenas e nada mais que um resultado mais que merecido tendo em conta os jogos que o Brasil fez nesta copa. Sempre foi imensamente beneficiado pelos árbitros e nem da fase de grupos deveria ter passado. Apesar de portuguesa e de Portugal ter perdido por 4 contra os alemães sempre quis que a Alemanhã ganhasse o jogo contra o Brasil pois é melhor seleção! Ontem fez-se justiça, talvez dura demais, mas justiça.

    ResponderEliminar
  5. Anne, estas palavras não são minhas, mas fazem todo o sentido:

    " Brasileiros do meu coração: amanhã acordarão novamente num país lindo, com tamanhos encantos que foi até confundido com o Paraíso quando meia dúzia de europeus aí chegaram. Terão comida maravilhosa, música perfeita, água do mar quente e areia tão fina que parece pó de estrelas. Serão vossos os sorrisos mais abertos, os abraços mais apertados, as danças mais sensuais e o mais bonito dos céus tropicais, todas as noites.

    Os alemães... Bom, os alemães e Alemanha. Comem salsicha, bebem cerveja, tremem de frio e têm uma História que mete medo a um susto...

    Enquanto amanhã o Brasil esquece a derrota com uma partida numa praia do Rio sob um sol de 30 graus, os alemães celebram a vitória fechados num escritório com ar condicionado, obedecendo a ordens de uma Merkel da vida. A compensação kármica não falha. " Álvaro Curia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é não há praia mas também não há favelas comem salsicha mas se ficarem doentes tem bons hospitais and so on...
      Acho feio criticar qualquer país só por causa de futebol, acho que os brasileiros tinham toda a razão do mundo quando se manifestaram na rua dos elevados custos do evento. Compensação Karmica???? Se calhar é verdade

      Eliminar
  6. Para "Francisca"
    Nem mais!

    Eu trabalho numa empresa que tem uma associada em Espanha.
    Diariamente falo com os nossos colegas de Madrid.
    Ainda em Novembo de 2013, estavamos à conversa e, diziam os nosso colegas Madrilenos, que nós portugas, eramos uns sortudos pois ao fim de semana, num pulinho, podíamos ir ver o mar, sentarmo-nos numa esplanada e gozer uma bela tarde junto ao mar.
    E, nem a propósito, eu tinha feito isso. Um belo de um almoço e uma caminhada pela beira mar na praia de Sesimbra. Aproveitei e enviei-lhes as fotos que tirei, aboslutamente, por brincadeira.

    O comentário que os Madrilenos me fizeram foi: "Serão os alemãs, verdadeiramente, mais ricos que nós???"

    É assim!

    Há que aprender com o erros. Daqui a quatro anos, há mais um (Mundial).

    Margarida P.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fico contente por si por ter a possibilidade de desfrutar das maravilhas da costa portuguesa, mas da próxima vez que os seus colegas lhe lhe disserem que nós portugueses somos uns sortudos não se esqueça de lhes dizer o quanto pagamos de IVA, por litro de combustível, o preço do gás e já agora que as nossas empresas são obrigadas a entregar ao Estado 50% dos lucros em impostos isto porque uns quantos portugas e não portugueses se lembraram de empenhar o País há uns anos atrás explique também que vive num país que é lindo sim srº mas burocrático onde pedir um RSI é mais fácil do que abrir uma empresa e já agora que a grande maioria dos portugueses que trabalham honestamente com sorte podem ir à tal esplanada com sorte uma ou duas vezes por mês porque senão não sobra para pagar os livros escolares e o colégio dos miúdos e vai ver a sorte que eles acham que nós temos, isto não tem nada a ver com futebol mas por causa do futebol fazem-se comparações completamente completamente descabidas enfim daqui a quatro anos há mais dos mesmo os nossos impostos certamente aumentaram e os dos espanhóis diminuíram somos uns sortudos de facto e com sorte os "alemãs" vão continuar a emprestar dinheirito para desfrutarmos das nossas praias e esplanadas em vez de estarmos a trabalhar para não termos que lhes pedir nada.

      Eliminar
  7. oi Anne desculpa fazer este comentário aqui, mas precisava de umas dicas sobre o melhor hotel do Rio para passar a noite de nupcias:)

    obrigada

    ResponderEliminar
  8. peço desculpa, adoro o Brasil mas aqui na minha zona tem um restaurante brasileiro e quando perdemos contra a Alemanha durante 2 dias fomos gozados ! Agora é a nossa vez, os empregados nem à porta vinham! O karma é lixado

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig