08 agosto 2014

Das cenas que só acontecem comigo #10

Ontem quando saí do trabalho fui para o apartamento [ainda não estamos a viver lá] terminar de montar as mesinhas de cabeceira [adoooro montar os móveis da IKEA, aquilo é uma diversão] e nos entretantos montei também uma cómoda [e o M. a jogar futebol com o pessoal do trabalho, não é justo]. Nisto, eram praí umas 21h quando tocam a campainha.

Olhei pelo olho mágico e estava tapado.
- Sim?
- É do gás! [note: ainda só temos água e luz na casa, o gás ficou agendado para o final de Agosto]
- Do gás?
- Sim, é da Galp.
- Ok... [e abri a porta].

Era uma rapariga de uns 25/30 anos, com calças de ganga e top azul, sem identificação da empresa, sem farda... Confesso que na hora não achei estranho.

- Já tem gás natural na sua casa?
- Não, ainda não... Na verdade ainda não estamos cá a viver, só no final do mês e o gás ficou para esta altura [isso, burra, dá mesmo a informação toda à gaja].
- Ah, certo. [tinha um papel na mão, apontou ali qualquer coisa e bazou]. Obrigada e boa noite.

Continuei a desencaixotar coisas no apartamento, depois fui para casa e hoje ao contar o episódio ao M. ele achou estranho e, desconfiado, perguntou:

- Mas ela tocou também no vizinho?
- Errr... não. [o nosso vizinho tem dois cães que latem ao mínimo barulho no corredor, como não os ouvi a latir presumo que a senhora não tenha lá ido.]
- E ela tapou o olho mágico ao princípio? Tu não a conseguias ver?
- Sim, achei estranho mas assim que perguntei quem era ela identificou-se e tirou a cena que a tapava.
- Disseste-lhe que a casa ficava vazia até o final de Agosto?
- Errr.. sim.
- Liga à Galp e pergunta se eles estão com comerciais porta à porta em Oeiras e se andaram lá ontem.

Liguei à Galp e disseram-me que... não foram eles. Que não têm comercias porta à porta, ainda por cima depois das 21h. Sei que fui ingénua [e parva] por ter dado tantos dados à senhora e não ter pedido a identificação dela mas parto sempre do princípio que toda a gente é boa pessoa [e as vezes, lixo-me].

Deverei ficar preocupada? Será que a senhora faz parte de um esquema qualquer para saber os horários em que as pessoas estão em casa e posteriormente, assaltar estas mesmas casas? Já ouviram falar de esquemas destes?

Começo a ter medo... [e hoje, só por causa das coisas, passei no apartamento à hora do almoço. Tudo em ordem, ainda não nos roubaram a prata da casa nem as loiças]. Mas fica o aviso: não façam como eu e peçam SEMPRE a identificação das pessoas que batem à vossa porta.

SHARE:

12 comentários

  1. "Deverei ficar preocupada? Será que a senhora faz parte de um esquema qualquer para saber os horários em que as pessoas estão em casa e posteriormente, assaltar estas mesmas casas? Já ouviram falar de esquemas destes?"

    Sinceramente, acho que sim. Já ouvi falar de esquemas desses, pessoas que se fazem passar por trabalhadores da Galp/EDP/água/CTT/distribuidores de folhetos/etc, para entrarem nas casas e as assaltarem. Especialmente com idosos, ou pessoas mais vulneráveis que abrem as portas facilmente e sem questionar... então agora no Verão e estando mais casas vazias, deve ser um esquema recorrente! Lembro-me de comentares que vais viver para uma urbanização recente, se calhar é num sítio meio isolado onde não vive muita gente... esses sítios são mais propícios a assaltos que o centro de uma cidade movimentada (se bem que, mesmo aí...). E nessas cidades da linha (Cascais, Oeiras), onde vive muita gente com dinheiro, devem ser alvos preferenciais!

    A essa hora da noite, sem identificação, com a Galp a confirmar que não tem técnicos a fazer esse serviço... não me cheira nada bem. Tenta alertar a polícia da zona, explicar a situação e pedir que rondem mais essa área e estejam atentos a actividades estranhas...

    Eu nunca abro a porta a ninguém, mesmo que digam que são dessas empresas. Comunico as leituras todos os meses, por isso não precisam de entrar lá. Mesmo pessoas que trabalham para eles, ás vezes são pessoas mal intencionadas... havia um a tentar a semana inteira entrar no nosso prédio para ver as leituras e deixava avisos constantes na porta (do tipo, apareço às 11h... claro que nunca estava ninguém, toda a gente estava fora a trabalhar). Um dia apanhei-o dentro do prédio eram umas 18h30, cheirava a vinho e a tabaco, viu-me e ainda reclamou que "nunca estava ninguém naquele prédio"... passado umas 2 semanas apareceram descolados uns azulejos que temos colados dentro do prédio... sei lá se foi ele ou alguém que conseguiu entrar do mesmo modo! Enfim, os maiores cuidados com quem se deixa entrar nos pédios...

    ResponderEliminar
  2. Ui anne, mete alarme no apartamento. Para mim anda a apontar as proximas casas a assaltar :( se fosse um homem n tinhas dado essas informacoes e tinhas desconfiado! Sinceramente eu tinha mefo.

    ResponderEliminar
  3. Eu sinceramente desconfiava. Isso tem todo o ar de esquema em mês de Agosto para se ver quem está em casa e não está.

    ResponderEliminar
  4. Oh Anne que estupidez. O que te fizeram é um esquema para saberem se as casas estão ocupadas ou não. Agora essa pessoa já sabe que até Agosto a casa está sem ninguém e o mais provável é teres uma surpresa, neste caso assalto.
    Então tapam o olho mágico e tu vais ainda abrir a porta? Tens noção que essa pessoa poderia ter-te feito mal?
    O que tens de fazer? Avisa a polícia e o teu condomínio para os outros moradores terem cuidado, deixa sempre a porta trancada mesmo quando estiveres em casa, sempre que te tocarem a campainha responde mas de porta fechada e podes comprar um alarme para colocar na porta. São pequenos e colocam-se mesmo na porta. E por amor de deus, não voltes a fazer o mesmo

    ResponderEliminar
  5. Eu desconfiava... Pelo que dizes tem todo o ar de ser alguma trafulhice... Especialmente se a galp diz que não enviou ninguém...! Em Agosto é uma altura propícia a esquemas do género...

    ResponderEliminar
  6. É esquema sim, contrata uma empresa de segurança para ontem. Aqui em casa eu tenho securitas, e mais uma gambiarra que o meu informático instalou e que o teu M. pode instalar em poucos minutos: Uma webcam que manda imagens para o teu telemóvel, e até podes controlar a câmara remotamente através do telemóvel. Quando há movimento ela te manda um e-mail na hora.

    Ah, e por favor, olho mágico tapado não né? Eu já ficava com medo. Imagina que nem abro a porta para vendedores, agentes imobiliários, testemunhas de jeová etc... Capricho no sotaque e digo que não tenho permissão para abrir a porta... Dá certo sempre.

    ResponderEliminar
  7. Se calhar não era má ideia contar o sucedido à policia, e alertar o condomínio do seu prédio...
    Mais vale prevenir do que remediar...

    ResponderEliminar
  8. O que vou dizer a seguir até pode ser irreal, mas a verdade é que lendo o teu blog e tu já tendo dito que vais viver para Oeiras, há a possibilidade de um desses burlões (que eu duvido que atuem sós) ler também este blog e perceber que tens objetos de grande valor no apartamento... É o pior caso possível, mas a verdade é que há essa possibilidade de a rapariga te ter reconhecido e estares agora em risco... Alarme!

    ResponderEliminar
  9. Anne vai a polícia põe alarme com câmara daquelas q enviam mensagem com fotos.
    E cuidado ao sair e entrar em casa.

    ResponderEliminar
  10. Eu falaria com a polícia para pedirem para patrulhar a zona.
    Até podes gratuitamente aderir aquele programa onde a polícia vai a casa, vê se esta tudo fechado, falam com os vizinhos.
    Anda uma pessoa a trabalhar para andarem esses parasitas andarem a rondar...

    ResponderEliminar
  11. Olha eu cá caía com tu que nem uma patinha, sou super crédula no que diz respeito a estas coisas, a pessoa acredita que se estão ali é porque deve ter havido alguém da empresa informar... Também vou ficar de olho aberto agora que li a tua história. Pensamento positivo, vais ver que não vai acontecer nada ;)

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig