20 setembro 2014

Estou há uma semana no México...


E ainda não consegui me fartar deste país! 

Começamos a viagem na estação do Oriente, apanhamos o comboio para Madrid e confirma-se tudo aquilo que vocês me disseram: a viagem é um autêntico terror! Fomos em classe turística, por isso, imaginem: cadeiras apertadíssimas, encosto duro, casa de banho tão nojenta que nem há palavras para descrever, espanhóis barulhentos a dar com o pau, todos aos gritos, numa algazarra que tornava impossível qualquer tentativa de dormir (ao ponto do M. ter que ir falar com eles e dizer “amigos, são quase duas da manhã, nós queríamos dormir. Vale?”). Enfim... Até me vieram lágrimas aos olhos quando chegamos em Madrid, às 8h da manhã do dia a seguir.

Ainda pensámos em ir até o centro, passear um bocadinho (o nosso vôo para Cancún era só às 15h, pelo que tínhamos tempo de sobra) mas estávamos tão cansados da viagem (e de não termos dormido direito) que optámos por ir logo para o Aeroporto de Barajas, tomar um banho, almoçar e nos preparar psicologicamente para o vôo (esta sou eu, prazer). 

Consegui tomar um banho no terminal 4 (numa espécie de ‘hotel’) e foi o banho mais caro da minha vida mas soube-me tão bem! Fresca e fofa (e borradinha de medo) lá fui eu fazer o check in. Provavelmente por estar com a idéia de ir de Lisboa-Cancún, jurava que eram só 9h de vôo (basicamente, o mesmo que ir para o Rio), por isso já estava mentalizada para tal. Mas, eu estava em Madrid! 

E de Madrid para Cancún são 11 horas de vôo, um pequeno detalhe que tínhamos esquecido. Ia tendo um ataque quando a hospedeira da Air Europe (foi um vôo charter) me disse que eram todas estas horas! Nunca na vida tinha voado tantas horas seguidas, então, imaginem o filme. Cochilava um bocadinho, acordava... ainda faltavam 7 horas de vôo. Comia alguma coisa, assistia um filme e... ainda faltavam mais 5 horas de vôo. Nunca mais chegava e eu estava tão agoniada dentro do avião que passei as últimas duas horas a andar de um lado para o outro com a desculpa de que “precisava esticar as pernas”.

Chegamos no Aeroporto de Cancún já eram 19h e mal abriram a porta do avião....um bafo quente, um calor abrasador! Já era de noite (por aqui escurece as 18h30) mas estavam quase 30 graus e a humidade do ar era absurda. Encontramos logo os senhores da Travelplan com o nosso transfer para o hotel e entramos na carrinha com ar condicionado no máximo! Que delícia! 

Estamos em Playa del Carmen, a 45min de Cancún, num do hoteís da cadeia de resorts RIU, em regime de tudo incluído e estamos apaixonados! O hotel fica dentro de um condomínio com praia privada (mesmo ao lado do nosso quarto), com pessoal do mais simpático que há, comida buffet disponível 24 horas por dia (acho que já engordei uns 3 kg, eles oferecem comida a toda hora!), SPA, ginásio, camas de rede, bar dentro da piscina, jacuzzi, animais fofinhos que andam livremente pelo hotel (macacos, iguanas...), enfim... um pedacinho do paraíso!




Nesta semana de México, já visitamos: Isla Cozumel, 5ª Avenida, discoteca CocoBongo, Chichen Itzá, Isla Contoy, Parque Xel-Ha, Isla Mujeres, duas farmácias bombásticas para enfardar cosméticos americanos (mais um bocado e o M. pedia o divórcio, fiquei maluca e trouxe meio mundo atrás), o famoso supermercado Chedraui (e trouxe mais mooontes de cosméticos ao preço da chuva), o cenote Xcabum, que é uma coisa fantástica para mergulhar e relaxar em meio à natureza.

O resto... conto-vos depois. Afinal, ainda nos resta mais uma semana no paraíso... e queremos aproveitar ao máximo!
SHARE:

9 comentários

  1. O hotel que vocês escolheram é muito bom! Durante o tempo que fiz estágio curricular numa Agência de Viagens também vendi alguns pacotes para lua-de-mel para Cancún. É um destino muito bom e ainda que está tudo a corre bem com vocês :D*

    ResponderEliminar
  2. Conheço esse resort. Eu estive no Riu Palace Riviera Maya mas visitamos os Riu que estavam no mesmo local. na rua principal do "condomínio" ainda existe a árvore no meio da faixa de rodagem ascendente? Aproveite que essa zona é soberba. Eu amei. Quando visitei Chichen Itzá, chovia "facas e canivetes", Meu Deus como chovia. Molhamo-nos até aos ossinhos. O que vale é que a roupa também seca rápido! Gostaria e hei-de voltar um dia (não posso é demorar muito porque fazer viagens de cerca de 9 h (fui de Lisboa) com a idade é terrível). E, não! Não fui em lua de mel. "òsanos" que isso já tinha sido! Uma esperançazita: o voo para cá demora cerca de menos 30m. Tem a ver com o movimento de rotação da Terra.

    ResponderEliminar
  3. Adoro o México, já fui 4 vezes e quero voltar mtas mais. Conheço esse RIU, mto bom :).
    Tens de ir a Xel-ha e a Tulum, vale muito a pena!!

    ResponderEliminar
  4. Ai que delicia! Fiquei tentada em um dia ir para ai, só pelo que vi pelas tuas fotos! Amei! Continuação de excelente lua de mel *.*

    ResponderEliminar
  5. Opá, que inveja!! Tenho que ir apontar já o nome desse resort! Ahahah!

    ResponderEliminar
  6. Autêntico paraiso mesmo :)
    Tou desejando tambem de lá ir.
    Beijinhos e boa lua de mel :D

    ResponderEliminar
  7. em 2004 também fui de lua de mel para o México e não só adorei como engordei 5 quilos nos 7 dias em que estive lá....foi TTTAAAAAÕOOOOOOO bom que nem sei explicar!!!! e continuo casada o que para o pessoal da minha geração,é já um feito histórico...portanto,tudo de bom e felicidades!!!!

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig