29 janeiro 2015

Ai a minha vida!

Acho que posso contar nos dedos de uma mão os dias em que não sou brindada com um comentário carregadinho de insultos. Não, não é uma pessoa a discordar do post ou do meu ponto de vista. É só uma pessoa com demasiado tempo livre em mãos e que, sabe-se Deus porquê, é masoquista e gosta de sofrer por que post sim, post também, cá está a criatura a despejar as suas frustrações. Tooodo o santo dia. É que não falha um!

Normalmente limito-me a carregar no botão 'delete' que se há coisa que me dá prazer é pensar que alguém perdeu tempo da sua vida a escrever coisas verdadeiramente ridículas e, coitado deste comentário, ficará para sempre no mar do esquecimento. Tumbas, foi pro lixo. Adeus! Sinto-me assim uma espécie de Kim Jong-un dos blogues, uma grande ditadora que comanda este estaminé com mão de ferro. No fundo, diverte-me. Mostro ao marido e ele se ri. Rio-me eu. Só não ri a querida anónima já que, infelizmente, pessoas assim não sabem mesmo rir de nada.

Na minha concepção, um blog é um sítio para trocarmos informação, ideias, opiniões... Daí que para mim não faça sentido fechar a caixa de comentários (como sugeriu o meu marido) porque adoro ler o que vocês têm a dizer e estou aberta à opiniões contrárias e críticas, desde que com alguma educação. Mas topo à distância os comentários que pura e simplesmente não têm nada a acrescentar, são apenas pessoas maldosas, mesquinhas, frustradas e infelizes. E esse tipo de comentário merece apenas um destino certo: o botão delete. bye bye!

[uma coisa que me diverte particularmente é perceber que a maior parte destes comentários (senão todos) vem sempre de uma mesma pessoa. Sempre. É que chega ao ridículo de comentar três ou quatro posts seguidos, com intervalos de 1 ou 2 minutos, seeempre a criticar e a alfinetar. O vocabulário é o mesmo, as expressões que usa são iguais...e a localização vem sempre da mesma cidade no Norte. Eu bem sei que tenho parentes lá para cima mas caraças, será algum ex-amor perdido? Algum fã esquecido? Não sei, mas gostava de descobrir.]
 
SHARE:

18 comentários

  1. Engraçado que antes de ler o último parágrafo, estava a pensar em alguém do norte, que por acaso também tem um blogue, é preconceituosa, e ressabiada por não ter a mesma capacidade financeira de muita gente.

    ResponderEliminar
  2. Garota: Haters Gonna Hate.
    Nada a fazer.

    ResponderEliminar
  3. O pior de tudo é que estas pessoas são cobardes porque se escondem atrás do anonimato e sem dúvida que têm uma dor do cotovelo do caraças :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. e tu devias esconder essa cara por esta noite ja nao vou conseguir dormir! ja agora Betty era nome de uma cadela que ja tive que morreu afogada num poço ! por acaso nao tenho andado a queixar me de dor no cotovelo mas sim do joelho!

      Eliminar
  4. "es zuka e basta" oi? E eu a pensar que vivia em 2015 mas afinal ainda ha mentalidades muito atrasadas. Mas vá, para dar continuidade : com o corpão que a Anne tem que ja se viu nas fotos, pelo cabelos liiindo, pela dedicação que dá à família, pela extrema dedicação que dá à casa e ao marido, pela vontade que sempre tem em organizar a sua vida, por ter lutado e continuar a lutar pela vida que tem, e por ser das únicas bloggers sinceras e que não se deixam corromper com marcas, então SIM: É ZUKA e basta! Vocês têm uma ideia muiiito errada da mulher brasileira mas finalmente há aqui neste blog uma que vos mostra como é na sua autenticidade.
    E Anne, isso é tudo inveja e frustração, quem dera a essa sua hater ser metade do que é uma 'zuka'.

    ResponderEliminar
  5. Oh a sério? A pessoa só pode conhecer-te senão isto é muito estranho...

    ResponderEliminar
  6. Lamento ser desmancha-prazeres mas isso tem cara de ser mulher ressabiada, Anne! :P Mas posso estar enganada.

    ResponderEliminar
  7. Ana, "leio-te" quase sempre...e gosto muito de "ti". Acho, incrivel,e ao mesmo tempo surprendente, como as pessoas q não gostam, não se identificam, parem por estas bandas e ainda se dão ao trabalho de escrever uns quantos insultos...é triste não se passar de um triste. Beijinhos e muita paz, luz e sabedoria para a tua vida.

    ResponderEliminar
  8. Mil desculpas, até te aporteguesei o nome Anne!!!

    ResponderEliminar
  9. Há pessoas que têm prazer em dizer mal e pronto, só se sentem bem assim, deve ser mesmo uma leitora frustrada e com uma dor de cotovelo daquelas... se não gosta do que lê, não se dê ao trabalho sequer de entrar no blogue, que gente mais triste!!! Pura inveja, Anne, não ligue, mas eu sei que também não liga, faz delete e pronto, não vai deixar de sorrir por causa disso :) Bjs.

    ResponderEliminar
  10. Como diriam os Zukas: é muita cara de pau!!

    Eu também tenho algumas visitas desta espécie que a Pipoca mais doce tão bem apelidou de anónimos-infelizes, deixa-me curiosa esta frustração tamanha que algumas pessoas desenvolvem relativamente à vida dos outros e muitas vezes até me divirto a dar-lhes tempo de antena. Gosto de testar os seus limites (que não são muitos) e vencê-los pelo cansaço.
    Dou muito pouco crédito à psicologia, mas a minha teoria é de que esta gente ao vivo e a cores é do género 'come e cala' e não abre a boca senão para dizer amén e, depois, são tantos ressabiamentos acumulados que um livre acesso à internet as transforma em jihadistas das redes sociais.

    Mas Anne, é sorrir e acenar!

    ResponderEliminar
  11. É mesmo isso, rir de tamanha decadência e falta de amor próprio.
    Não pares de escrever Anne.
    Sabes, gosto da tua forma de escrever, da tua honestidade relativa a tua vida e até aos teus caprichos, que todos temos, só nos falta a capacidade de o admitir. Posso dizer-te que já me influenciaste por diversas vezes, em diversas compras, na action cam, nos shampôs, entre outras coisas.
    A tua opinião é válida, ou contrário da opinião dessas pessoas mesquinhas e infelizes.

    ResponderEliminar
  12. Ai, Anne. Esse teu encosto faz-me rir tambem.

    ResponderEliminar
  13. Eu chamar-lhe-ia INVEJAAAAA em veze comentários, mas.......
    ;)

    Beijinhos
    Sofia

    ResponderEliminar
  14. Só para dizer que há também no Norte quem gosta de ti :)

    ResponderEliminar
  15. Eu acho que a teoria da Cláudia tem bastante fundamento. Há pessoas que simplesmente nao tem outro meio para descarregar a frustracao acumulada e o engolir de sapos diário. A única oportunidade de o fazer anonimamente e sem penalizacoes é através da internet. É triste, pois claro, mas no fundo sao pessoas inofensivas.

    ResponderEliminar
  16. Eu sou uma pessoa feliz! todos os dias! Frustaçao ? nada disso! farto me de rir com coisas que escreves, dai os meus comentarios simpaticos.... P.S . nao te deixes levar por comments bonitinhos! porque nem sempre escrevem o que pensam!

    ResponderEliminar
  17. Mas esta criatura é uma criatura racional nao irracional como maior parte destas lombrigas que ja nao sabem como decorar uma casa! Tenho uma soluçao para ti e para todas as pessoas que se queixam de sanitas frias.. vao cagar a caçador a tras dos arbustos que assim ja nao apanham frio na regueifa!:D ATENÇAO que agora no inverno és capaz de constipar o cu!!!!!! cuidado!!!! e para as peruas que afirmam eu ter inveja ser frustrada e infeliz voces é que nao passam de umas tias que nao sabem o que hao de fazer a vida e por isso é que publicam as coisas mais ridiculas que se possam imaginar como por exemplo ir largar a alheira e ter frio no cu!!! P.S - vao tomar o chá das 5 !!

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig