09 janeiro 2015

Existirá coisa melhor?

No domingo à noite fui ao cinema com a Vi e depois fui jantar em casa da minha mãe. O marido ficou em casa a terminar uma apresentação do trabalho que era já para o dia a seguir e o homem detesta deixar tudo para a última da hora, já estava a ficar enervado e eu 'fugi' logo de casa ahaha.

Na casa da minha mãe, o paraíso. Ela tinha feito a minha comida preferida, tinha Fanta Uva no frigorífico à minha espera (só eu que bebo, sou mesmo viciada) e ainda gravou vários episódios da minha série do coração na box da sala. Tanto mimo que fiquei ali uns segundos a pensar em como conseguiria viver sem a presença constante e o amor da minha mãe.

Ficámos enroscadas no sofá, a ver um capítulo da série. Entretanto o marido liga-me para saber se ainda vou demorar a chegar. A Vi mete-se na conversa: "ahh, deixa a minha mana dormir aqui hoje? Vá lá..." e ele resmungou que não, que sentia a minha falta, que já não sabia dormir sem mim (tudo fita, senhores) mas depois disse: "tudo bem, amanhã ainda estás de férias e eu vou ter que ir trabalhar, assim passas o dia acompanhada". Ahhh, que maravilha!

Espalhei-me no sofá, com a Vi a mandar-se para cima de mim de cinco em cinco minutos a dizer: mooooche! e às tantas, eu e mamãe é que nos mandamos para cima da bichinha a fazer-lhe tantas cócegas que mais um bocado e ela sufocava de rir. Entretanto chega o Pê do trabalho (que já não mora com a minha mãe mas passa lá quase todos os dias para a ver) e foi a maluquice total.

No fim da noite, a avó ajudou-nos a fazer uma mega cama no chão da sala (tipo acampamento) e dormimos os três: eu, Pê e a Vi, ali no meio da bagunça, cheios de almofadas e mantas, todos encavalitados. Eu bem digo que noutra vida devo ter sido cigana, já que nada me dá mais prazer nesta vida do que estar rodeada da minha família, todos juntos e misturados. 
 Existirá coisa melhor? 
 

SHARE:

5 comentários

  1. Tanto amor, vir aqui e ler os teus textos aquece-me o coração. É por isto que apesar de não comentar muito, este é o meu blog preferido. Beijinho Anne :)

    ResponderEliminar
  2. A Vi já tem 13 anos né? Mas vocês ainda a vêem como bebé é bonito isso. Ela deve ser inocente p idade que tem , aproveitam bem essa fase. Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Não Anne, não existe nada melhor do que a nossa família :) Felicidades a ti e à tua.

    ResponderEliminar
  4. E o pobre do marido a dormir sozinho... nem 5 meses de casada e já fugiste pra casa da mamã? Ui ui que qualquer dia o teu M. arranja-se noutro lado.

    ResponderEliminar
  5. Não!!! Mas, para ficar completo era a tua mãe ter dormido convosco Aí era a loucura :-)

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig