11 fevereiro 2015

Das coisas que só acontecem comigo #9

Marido raramente leva comida de casa para o trabalho (porque me dá uma preguiça desgraçada acordar mais cedo para fazer comida - e fazer a mais no jantar também não gosto, gosto de comidinha fresca, acabada de fazer - sou uma triste) e vai daí, comemos (quase) todos os dias na rua. Como a minha querida 'ajudante do lar' já está de regresso (e que bem que sabe tê-la ali, mesmo à mão, é que limpa tão bem e deixa-me a casa tão perfeita que não dá, não sei viver sem ela - depois conto-vos o 'episódio' que me fez ligar a correr para a empregada). Adiante.

Na segunda-feira fiz um um churrasquinho rápido para o jantar (nada de muito elaborado: salsichas grelhadas, picanha e entremeada, acompanhado com salada russa e farofa - nhami!) e como sobrou imenso (que eu só sei cozinhar para um batalhão de gente), fiz uma marmitinha para levarmos para o trabalho no dia a seguir. À noite marido diz que a comida fez furor no escritório e que um dos colegas nunca tinha provado farofa e ficou de olhos em bico no prato. Como até simpatizo com o tal colega (até já jantou cá em casa e tudo), achei que não custava nada no dia a seguir, mandar-lhe um bocadinho de farofa através do meu amor, assim só numa do gajo não ficar 'na vontade'.

Parece que a excelentíssima esposa do senhor não gostou nada do meu gesto simpático e ficou furibunda com a oferta da farofa. Ela trabalha dois pisos acima, nos recursos humanos, mas tira a hora de almoço sempre com o marido para comerem juntos e diz que sim, que levou muito a mal a minha atitude.

Oh, senhores, mas fiz algo de muito errado? Por favor... só me falta a senhora achar que estou (ahahaha) interessada no marido dela (ahahaha), quando não tenho sequer seis meses de casada e ainda estou naquela fase em que só vejo corações e flautas a tocarem quando o meu marido chega a casa e me abre aquele sorriso com covinhas. Tenham dó...

SHARE:

12 comentários

  1. Alguém está muito segura do seu casamento. 😂😂😂

    ResponderEliminar
  2. Oiii que parva -.- Em vez de achar piada e até "pedir receita" armou-se em ciumenta...

    ResponderEliminar
  3. Anne, acho que foi isso mesmo que ela pensou ahaha
    Mas sinceramente acho que não tem nada de extraordinario no que fizeste, ainda por cima foi para um amigo do teu marido e o teu marido que lhe deu! Tipo.......?!
    Mas sabes, há pessoas assim, inseguras. Se for preciso é daquelas mulheres que não faz nem um ovo estrelado dentro de casa e ficou ofendidinha por alguém fazer mais do que ela pelo próprio marido, não ligues a isso :p

    P.S.: Também ADORO farofa! Mas da que a minha mãe faz porque eu não sei, nem comprando aquela farinha já temperada fica a mesma coisa :x

    ResponderEliminar
  4. Uma só palavra para essa senhora : coitada :)

    ResponderEliminar
  5. Pobre e mal agradecida, já eu ficava bem feliz se a Anne explica-se como faz a farofa já fiz varias vezes com receitas que acho na net mas nunca acerto por isso Anne dê lá a receita por favor que fico muito agradecida já que não tenho possibilidade de ter como presente,

    ResponderEliminar
  6. Há pessoas que não batem bem, a sério!!!

    ResponderEliminar
  7. Eu ficava "chateada" se não mandasses também para mim ;)

    Beijinhos
    Sofia

    ResponderEliminar
  8. Devo já dizer que não partilho,de todo,a primeira coisa que me veio ao pensamento,mas conhecendo as mulheres deste país só pode ter acontecido isto:a Anne é brasileira portanto nada do que faça,mesmo com a melhor das intenções,será bem visto.É triste dizê-lo mas foi de certeza o que a frustrada pensou:é brasileira,é oferecida.Repito,não concordo nada com isto,o que não falta são p....tas portuguesas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. MUITO infelizmente, também me passou isso pela cabeça. Ainda existe um preconceitozinho com mulheres brasileiras que mete dó, sério. Mas atenção, não poderia discordar mais com isso... Mas quase que também poderia apostar que foi o que aconteceu. E a última frase da Lúcia diz tudo...

      Eliminar
  9. Também eu já fiz farofa para a turma do trabalho!!
    E nas mesmas condições, um dia o marido levou só um pouquinho, no outro dia levou para o colega.
    (devo dizer que fiz quase 1 kg de farofa, exagero é comigo também...)
    Ao contrário do que aconteceu contigo, a mulher do colega me mandou de volta um requeijão caseiro, feito por ela. Que simpática!
    Oh Anne, não deste sorte...

    ResponderEliminar
  10. Que coitada essa moça. Seu gesto foi de camaradagem com o colega do seu marido, mas preconceito vê coisas aonde não têm e mais essa moça deu atestado de ridícula.

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig