26 fevereiro 2015

Hoje faz 10 anos...

... que o meu olhar cruzou com o par de olhos azuis mais lindos desta Lisboa, numa tarde fria de inverno. Não dei nada por ele, quer dizer, do alto dos meus 18 anos, aquilo pareceu-me mais um piropo qualquer, mais um com a mania que é todo bom, "olha-me este parvo, a tentar engatar-me assim, que grande lata!".

E lata ele tinha (e tem), andou ali quase dois meses à caça, a tentar cercar-me, a ser inconveniente (porra, mas o homem não desiste?!) pensava eu. Que chato do caraças! Ok, é giro e mede mais de 1,80m (as minhas premissas adolescentes de 'homem ideal' ahahaha que pita!) mas tem ar de ser um ordinário de primeira e eu já tive a minha cota de ordinários, não quero mais um. Tinha apanhado uma daquelas desilusões de caixão à cova e simplesmente não queria sequer pensar em gajos naquela altura. Por mais giros e insistentes que fossem.

Mas então um dia ele estava novamente a rondar-me (passou a almoçar no mesmo sítio onde eu comia todas as vezes) e teve uma atitude absolutamente admirável quando achou que eu não o estava a ver. Aquilo derreteu-me o coração e pensei que se calhar, só assim se calhar, não seria mal pensado dar-lhe uma chance. Combinamos então um café para o fim-de-semana a seguir, escondido da minha mãe que pensou que eu ia estudar em casa de uma amiga (ahahah as mães, sempre enganadas) e começámos a curtir.

Depois a coisa tomou outras proporções, começamos a namorar 'oficialmente' entretanto uns meses depois me deu 'a louca' e terminamos. Ele meteu os papéis para ir para Erasmus, era o último ano dele na universidade e achei que nunca mais o via e que tinha mesmo metido o pé na poça. Achei que morria outra vez de desgosto. Não morri e ele acabou por ficar cá, comigo.

E hoje, quando olho para trás e vejo toda a nossa história, os altos e baixos típicos da juventude, a paciência que ele teve comigo (e que ainda hoje me surpreende), o amor desmedido e aquela sensação de que ele é a pessoa pela qual esperei desde sempre... só posso agradecer por ter esbarrado no amor da minha vida, naquele 26 de Fevereiro de 2005.

SHARE:

21 comentários

  1. Babeeeeeee são 11 anos!! Estamos em 2015... o tempo voa....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahaha Petra, querida, obrigada pela correcção. São mesmo 10 anos, eu é que confundo sempre com 2004 que foi o ano em que cheguei cá em Portugal. Até quando mandamos gravar as alianças, mandei gravar 2004 e só depois é que percebi que tinha sido 2005. Ninguém merece ahaha.

      Eliminar
  2. Parabens Anne! Que venham muitos mais :-)

    ResponderEliminar
  3. Respostas
    1. "é o amoooooor que mexe com a minha cabeça e me deixa assimmmm..." hahaha obrigada!

      Eliminar
  4. Anne, o teu marido é A CARA do Gerard Piqué!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pena que ela esteja longe de ser a Shakira ahah.

      Eliminar
    2. Anónimo das 16h: Toooda a gente lhe diz isso e ele diz que não vê semelhança nenhuma... homens!

      Anónimo das 16h39: Tens razão (e ainda bem, que eu nem acho a Shakira nada de especial, sabes?). Segundo o meu marido, estou mais para a Kim Kardashian hahaha

      Eliminar
    3. Só se fores uma versão obesa da Kardashian (que também é feia, já agora...)

      Eliminar
    4. Ahahah esta gente é tão triste que dói! Credo!

      Felicidades Anne! Kiss❤

      Eliminar
    5. Ela pode ser obesa e feia que pelo menos a mim não me importa. Tu ? Um coitado que gosta de vir ler a obesa e feia e nada ganha em fazer estes comentários além de ridicularizares-te.

      Eliminar
    6. mais vale gorda e feia do que estupida e invejosa!

      Eliminar
    7. Anónimo das 20:51: Ahahahaha a sério, era suposto eu sentir-me ofendida com o teu comentário? Ups! Não resultou.

      Queres tentar de novo?

      Eliminar
  5. Parabéns, casal giro! Que venham muitos mais anos... E que venham logo bebés, que nós queremos ver coisinhas morenas de olhos azuis, já pensaram na bomba que serão os vossos filhotes? =P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Epá, outra a pedir-nos bebés? Assim não dá! :P

      Talvez lá mais para o fim do ano, talvez... Para já, queremos curtir muito essa fase de 'lua-de-mel' dos primeiros tempos hihihi.

      Eliminar
  6. Que bonito! 10 anos é mesmo uma eternidade para as relações de agora, mas nada comparado com os anos que se espera viver com a pessoa que se ama. Espero que sejam muito felizes, como nestes 10 anos :) Daqui a nada eu e o meu namorado estamos a fazer anos de namoro também... já lá vão 8! :)

    ResponderEliminar
  7. Felicidades Anne. Que venham muitos mais! :)

    http://janeiroemparis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Pois querida só falta os bebés!!! força e coragem!!
    Tu es linda! E essas "Tonhas" invejosas insistem em tentar atingir-te...Coitadas são dignas de dó... Desculpa-lhes Anne a infelicidade por vezes manifesta-se por formas ridículas...
    bjs

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig