08 fevereiro 2015

Pessoas entendidas em plantas, cheguem aqui à minha beira:

Então é assim: com o essencial para a casa já comprado (móveis, cortinados, têxteis e afins) chegámos finalmente na parte que eu mais adoro: os pequenos detalhes, que marcam a diferença. Molduras com fotos nossas, quadros com imagens que trouxemos dos quatro cantos do mundo (postais, tantos para emoldurar!), um toque aqui, outro ali... e de repente temos a nossa casa do 'nosso' jeito.

Não fui habituada a ter plantas em casa (porque mamãe, workaholic de primeira e pessoa que anda sempre a mil, sem tempo para nada... matava todas as plantas por falta de água), por isso, depois de uns tantos falhanços em cuidar de plantinhas, desistimos de as ter em casa. Hoje, que tenho a minha própria casa, acho que faltava um pouco de verde, falta uma planta aqui, um vasinho ali... Gostava de ter uma planta na cozinha e outra na sala ou corredor (tenho um certo receio em colocar plantas no quarto). Mas a questão que se coloca é... não faço a mínima ideia de quais são as espécies mais indicadas para interiores (mais indicadas = resistentes e que não necessitem de grandes cuidados).

Comentei com o marido que queria comprar umas plantas para a casa e ele andou comigo a ver umas espécies na net e a pesquisar no site da IKEA quais seriam as mais indicadas para nós. Ontem pedi-lhe para ir ao LIDL comprar duas coisas que faltavam para o jantar e o homem apareceu-me com uma planta toda farfalhuda debaixo do braço. Diz que se chama "Beaucarnea recurvata" e que custou 6,49€, o que me parece um preço simpático para o tamanho que ela tem. Marido diz que comprou a planta porque leu na etiqueta que era originária do México (ele apaixonou-se pelo México durante a nossa lua-de-mel).


Como fui apanhada de surpresa, não tinha nenhum vasinho grande para pôr a planta, de maneira que improvisei com um cilindro de acrílico (que uso para organizar cremes - comprei na MUJI). A ver se se encontro algum vaso bonito por aí.

A questão que se coloca é que não faço ideia da quantidade de vezes que tenho que a regar, se tenho que a pôr na varanda para apanhar sol ou se pode ficar aí, a levar com a luz indirecta (durante o dia tenho sempre as cortinas afastadas, adoro ver o sol a entrar pela casa), não sei se precisa de mais terra, se tenho que pôr algum género de adubo ou assim. Não queria que ela morresse mas sinto que a coitada está fadada ao falecimento precoce, que eu sou daquelas pessoas que numa manhã comprava montes de peixinhos na feira e à noite era vê-los todos a boiar no aquário de barriga para cima. Não sei cuidar de coisas muito sensíveis - o Rio safa-se porque é um bruto do caraças e mais parece um cavalo que um cão.

Alguém me dá uma ajudinha? 
(se entretanto conhecerem alguma loja que venda plantas artificiais-com-ar-de-naturais, também aceito a dica. Apesar de preferir plantas naturais, se esta morrer, vou comprar apenas plantas de plástico, quero lá saber!)

[o carrinho de chá dourado veio dos saldos da Área (Colombo) e custava 119€ mas estava com mais de 80% de desconto de maneiras que o trouxe por míseros 23€, naquela que foi uma super compra porque eu adoro o charme vintage de um carrinho de chá. Adaptei para um género de barzinho mas não sei se ainda não me dá outra ideia depois.]

SHARE:

7 comentários

  1. Ola Anne, essa planta é maravilhosa e ideal para quem não tem muito tempo para lhes dedicar! É também conhecida como "pata de elefante", mas vamos que que interessa! Ela precisa de um sítio com bastante luz e algum sol por dia..no verão regas uma vez por semana e no inverno 2 vezes por semana ou quando vires que a terra está seca..é uma planta que tem um bom reservatório de água e NÃO gosta de muita água.. Em relação ao vaso, quando o tempo ficar mais quentinho deves mudar para um vaso mais largo.. Basicamente é isto - muita luz e pouca água :) beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me leve a mal, eu não percebo nada de plantas mas não entendi a lógica:
      se a planta não gosta de muita água, porque é q é preciso regá-la mais vezes no inverno q no verão? O.o

      Secalhar até tem uma razão de ser, mas assim á primeira vista, não faz sentido para mim xD

      Eliminar
  2. A planta fica muito bem aí...e adoro o carrinho!

    ResponderEliminar
  3. investe em cactos, foi o que eu fiz e sobreviveram (quase) todos! pelo menos até agora :)

    ResponderEliminar
  4. Anne, que carrinho maravilhoso! Adoro-o e adoro ainda mais a ideia de mini-bar.

    Havia em prateado? Não tenho nada dourado na minha sala...

    ResponderEliminar
  5. Eu adoro cactos, não dão muito trabalho e são uma fofura. Na casa-de-banho ficam lindos!

    ResponderEliminar
  6. Anne, já há algum tempo acompanho seu blog, mas nunca comentei nada. Gosto demais de suas dicas de compras, especialmente sobre cabelos.
    As plantas me chamaram a atenção hoje, pois sou apaixonada por elas. Eu morava numa casa, e hoje em dia estou num apartamento, com sacada e área de serviço bem espaçosos, pensei em me controlar, mas já tenho diversos vasos. Antigamente elas morriam todas, mas não desisti, é verdade que eu tinha a Dona Zezé que me ajudava a regar. Muitas das minhas plantas que resistem são de mudas que eu ganhei, plantei, até sem muita técnica e também não uso adubo, raramente coloco esterco, só se alguém me dá um pouco.
    Depois desse tempo observei que é melhor não ter vasos muito grandes, pois muitas vezes é preciso mudar de lugar até encontrar um local que agrade a planta, elas falam onde gostam mais de ficar. Tem algumas que purificam o ar, tipo espada de são Jorge e lírio da paz, e é legal ter em casa, o google pode te ajudar a encontrar. Tem as suculentas que gosto muito e não precisam de muita água. E na cozinha você pode ter alguns temperos que aqui no Brasil encontro vasinhos no supermercado já produzindo, mas tem as sementinhas também, que você mesma pode plantar. Ainda hoje em dia tem algumas que morrem aqui comigo, mas o que fazer, faz parte...
    A minha preferida é meu pé de jabuticaba que tenho há 18 anos e que produz mais de uma vez ao ano e que fiz questão de trazer na mudança.
    Não se empolgue muito no começo, tenha uns três para ver se você tem o "dedo verde" , boa sorte,

    M Clara

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig