20 maio 2015

Coisas que eu gostava muito de perceber... #3

Hoje pela manhã na Segurança Social, esse sítio fabuloso que nos faz querer arrancar os cabelos de ver gente a trabalhar com umas trombas descomunais e a pedir licença a um pé para mexer o outro (produtividade nos píncaros). Estou sentada à espera da minha vez quando entra um senhor com duas canadianas, uma em cada braço, a andar com visível esforço. Apoia-se num balcão e pergunta pelas senhas prioritárias. A resposta da funcionária: "Mas qual é a sua prioridade?!" (a sério? Você é cegueta ou o quê? Não vê que o coitado do homem mal se pode mexer? - só me apetecia era dizer isso).

Entretanto chegou a minha vez, explica daqui, explica de lá, mostra papéis daqui, mostra multa dali e eis que o valor da minha dívida já estava actualizada e graças a Deus, já se encontra devidamente paga (não há coisa que me tire mais o sono do que dever a alguém, principalmente ao Estado - medo!). Entretanto surge uma mãe a empurrar o carrinho do bebé com o puto lá dentro e também pergunta pela senha da prioridade.

Resposta da mesma funcionária: "a prioridade só se justifica para crianças de colo e que estejam ao colo..." e pronto, lá vai a mãe armar uma escandaleira, que o puto só tem 6 meses e estava a dormir no carrinho e ela não estava para o pegar ao colo e o acordar, e depois quem é que o havia de fazer dormir de novo, e se a funcionária era estúpida ou tinha tirado um curso... olhem, a minha alma ficou parva. Estava a ponto de sacar do telemóvel e filmar aquela gente toda. Isto duma pessoa ir à Segurança Social é todo um filme de terror (ou de comédia, depende é do nosso estado de espírito).

(para quem percebe destas coisas de leis e assim... isto da prioridade com crianças é mesmo assim? Se estiverem nos 'ovos' ou nos carrinhos a prioridade já não vale? Eu pensava que bastava estar acompanhado de um bebé que já se justificava. Toda a gente sabe que os bebés precisam de atenção constante, mudas de fralda, leite, hora da sesta... faz mais sentido que mães com bebés pequenos tenham prioridade ou a prioridade só vale se estivermos com o miúdo nos braços? Mistérios da humanidade...)

SHARE:

12 comentários

  1. Olha, de leis eu não percebo, mas entendo um bocado de português. Essa funcionária, com toda a certeza, deve ter chumbado no exame da 4ª classe. Eu acho que o que está estipulado é que tenham prioridade grávidas e pessoas com crianças DE colo e não com crianças AO colo. Ou seja, crianças em idade de andar ao colo, isto é, bebés!

    ResponderEliminar
  2. A prioridade é para todas as crianças "de" colo (aka pequenas, com necessidade, como dizes, de maior atenção e com muito menos tolerância a esperar), sem ser necessário estarem "ao colo". Que eu saiba também será prioritária a pessoa com mobilidade reduzida, como era o caso do sr mas enfim. A maior parte dos funcionários públicos não faz o mínimo esforço para ser sensível ao que tem à frente, estão-se nas tintas. É triste mas verdade :/
    P.s. eu costumo dizer "cegueta" e as pessoas acham estranho, incomum ahahaha felizmente não sou a única.

    ResponderEliminar
  3. a senhora é que não esteve para se dar ao trabalho! depois ouviu das que não queria....

    ResponderEliminar
  4. A prioridade é para pessoas acompanhas por crianças de colo (de recém nascido a 3 anos) e não crianças ao colo..... a mim aconteceu-me uma parecida: estava eu gravidissima de 8 meses e o funcionário da segurança social exigiu ver o meu livro de grávida para eu comprovar o meu estado e assim o direito à prioridade. Como não tinha o livro mas tinha uma receita passada pelo obstreta dois dias antes, mostrei-lhe... ele disse que não provava nada.
    Iris

    ResponderEliminar
  5. Acho que o problema e a atitude dos funcionários da SS se justifica pelo facto de estarem sujeitos, diariamente, a 124712709 tentativas de aldrabice das pessoas que vivem em repartições e tentam chular este e aquele, para não trabalharem e viverem de subsísidos. Nomeadamente, pessoas que "pedem emprestado" o sobrinho, neto, filho da amiga, primo, etc para poderem ir para esses sítios e terem prioridade, mulheres que fingem estar grávidas, etc. Por isso depois para o justo pelo pecador, infelizmente.

    Os assuntos dessas pessoas são tão importantes que, uma vez que tive de ir à loja do cidadão das Laranjeiras pedir a certidão de registo criminal, por volta das 18h de um dia de semana, não apanhei ninguém na fila e pouquíssima gente na loja e estranhei. Perguntei ao funcionário se se passava alguma coisa e ele disse "teve sorte em vir agora, está a jogar o Benfica! se fosse num dia normal já nem haveria senhas". Portanto, pelos vistos, o que têm para tratar até são assuntos que bem podem esperar!

    ResponderEliminar
  6. De facto, não sei qual é a idade máxima que o bebé tem de ter para nos ser negada a senha prioritária. O que eu sei é que também tive de esperar as 3 horas inteirinhas na SS de Sintra quando fui lá com o meu filho no carrinho e que na altura tinha 1 ano. Recordo esse episódio até hoje.

    ResponderEliminar
  7. Anne por essa lógica terias de dar prioridade a todos os pais que carregassem com os filhos de 5 ou 6 anos ao colo, só porque te queriam passar à frente, e só porque tinham os meninos ao colo.. Não, isso não é assim. Comigo não há cá chicos espertos, uma vez armaram-me uma barracada na fila do pingo doce, estavam filas enormes, eu quase na caixa, e já ha montes de tempo à espera, chega-me um piruças com um garoto ao colo já bem grandinho, e passa-me à frente, toquei-lhe no ombro e disse :" a fila é ali atrás" , uii, caiu o carmo e a trindade, no fim das contas a senhora da caixa deu-me razão e ele foi para o fim da fila.

    ResponderEliminar
  8. Anne
    A lei (apenas aplicável a serviços públicos) diz isto:
    Artigo 9.º (DL 135/99)
    Prioridades no atendimento
    1 - Deve ser dada prioridade ao atendimento dos idosos, doentes, grávidas, pessoas com deficiência ou acompanhadas de crianças de colo e outros casos específicos com necessidades de atendimento prioritário.
    2- (...)

    Os funcionários púiblicos (generalizando, como o povo gosta) interpretam à sua maneira. Mas o povo (generalizando) também é muito chico esperto e sabe bem esforçar-se para contornar a lei....talvez por isso haja - depois - tantas situações desagradáveis (no mínimo).

    Catarina

    ResponderEliminar
  9. Olá!
    Sou operadora de caixa num supermercado e os problemas relacionados a prioridades são o pão nosso de cada dia. O que não falta é gente que tenta contornar o sistema. E penso até que a questão das prioridades nem é algo muito bem definido, um chefe diz uma coisa, outro diz outra, e depois quem paga é o funcionário que atende, enfim -.-

    Daquilo que vejo no meu local de trabalho, quando um "priotirário" chega e reclama o seu 'direito' dá quase sempre confusão... No entanto, quando alguém precisa de passar á frente por qualquer motivo e mesmo que nem seja prioritário, quando pede com educação e explica a sua situação, as pessoas deixam-na passar na generalidade dos casos =)
    Eu acho que nem devia de haver prioridade para ninguém! Ou seja: se a pessoa precisa, pede educadamente. Até porque nem são só aqueles casos comuns (grávidas, deficientes motores, crianças de colo) que precisam de maior atenção, e não a têm só porque não são tão visiveis.

    Beijinho**

    ResponderEliminar
  10. A lei diz crianças de colo, que são consideradas até aos 3 anos estejam elas no carrinho, ao ao colo ou no chão

    ResponderEliminar
  11. O pessoal da segurança social precisa de uma resposta a altura, para ver se abrem a pestana pensam que falam como querem para as pessoas que atendem, andam ali com umas trombas que mete medo ao susto, parece que não estão contentes com o trabalho que fazem e na verdade não estão, por isso é que só fazem asneiras, despacham as pessoas que os assuntos estarem tratados devidamente, não são eficazes por isso é que este pais não sai da sepa torta! Mas também a muito boa gente que se aproveita de algumas situações de prioridades vem com crianças de seis anos ainda em carrinhos e julgam que tem prioridade, se calhar muitos tem onde deixar as crianças e levam nas só para se despacharem da ali.. adiante.. a algumas senhoras muito mal formadas a trabalhar na segurança social qualquer dia habilitam se a uma resposta menos doce :) ou então deviam era ter sempre o chefe em cima para se andam na linha, vinham com um sorriso pesodente todos os dias!

    ResponderEliminar
  12. Olá Anne, quando estive grávida e enquanto os miúdos eram mais pequenos eram sempre um filme!
    Nos super as pxs fazem-se de cegas. Acho que mesmo os prioritários devem ser educados mas não acho normal que se tiver uma fila no super de 50 pxs que eu tenha que pedir prioridade às 50 pxs para passar a frente...
    Mas quanto a tua questão a prioridade é para grávida e acompanhantes de crianças DE colo, são consideradas crianças de colo até aos 3 anos!!
    Podem estar no carrinho, ao colo, as cavalitas ao colo do pai, etc
    Bjs

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig