04 maio 2015

debaixo do olho:

come to mama!

Já estava mortinha para comprar esta mala há uns bons dois anos mas quer dizer, uma pessoa sempre pensa mil vezes antes de dar esse passo (ao menos eu, que sou pobre, pondero horrores) mas sinceramente? Depois de ter 'escapado' por pouco das malhas do Estado naquela situação dos Recibos Verdes (e foi mesmo ali, no limite), não estou mais com vontade de esperar.

É uma mala cara, que é. É uma extravagância, é isto e aquilo mas caramba, é uma mala para vida! E sei do que digo, a minha mãe tem uma Speedy há mil anos e ela continua lá, impecável. Este modelo enche-me as medidas, por ser em formato saco (que adoro), num material super resistente (o tal 'canvas') e com a vantagem de ser um modelo onde cabe mesmo tudo (que eu levo sempre a casa às costas).

Mas depois o lado racional vem à tona e penso: caraças, pá, quase 1000€ por uma mala, já viste bem para onde viajavas tu com esse dinheirinho? Podia visitar a minha Bia em NYC, podia dar um saltinho à casa (que é como quem diz, ao Rio) e estrafegar a minha avó com beijos, podia ir às ilhas gregas num daqueles cruzeiros que adoro, enfim... Não sei o que faça, sinceramente. Adoro a mala de paixão mas não sei se tenho coragem para despender toda essa quantia por ela. Sou forreta, pois sou. (mas depois penso que se a comprar no AMEX são logo mais de 1500 milhas para viajar - e já consigo o tal bilhete-prémio à borla para uma das viagens que quero fazer - e isso sim, seria juntar o melhor dos dois mundos). Pois que não sei.

[o marido ia tendo uma apoplexia quando lhe falei da mala e fiz olhinhos de Bambi. perguntou-me se a mala era feita com couro de búfalo que cresce nos pastos verdejantes da Noruega (ahaha) e costurada com linhas de algodão egípcio. Não é bem isso, mas anda lá perto. Agora está mais habituado à ideia e já encara a compra da mala com resignação, embora não deixe de resmungar que é um desperdício de dinheiro...]

Alguém por aí que tenha comprado este modelo sabe dizer-me se é mesmo uma boa compra? Arrependeram-se? Se fosse nos dias que correm, voltavam a comprá-la? Vá, um pequeno estudo de mercado, pode ser? :)

SHARE:

37 comentários

  1. Essa eu não compraria mas há algumas peças que também me fazem perder a cabeça, duvidar e racionalizar como tu :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ai, é uma tentação. Eu nem ligo nada à marcas, tanto como malas na Parfois, como na Zara ou na Longchamp. Nunca fiz questão de marcas, mas obviamente gosto de ter coisas de qualidade. Essa mala, Neverfull, é um desejo antigo e gosto mesmo dela nessa versão, sem os clássicos monogramas da LV (faz-me lembrar as tantas imitações que existem nas feiras ehehe).

      Eliminar
  2. Essa foi a minha primeira mala da LV em monograma e adoro. Neste Natal comprei a minha segunda mala LV - Speedy 25 bandouliere damier ebene. Não me arrependo de ter comprado nenhuma das duas, mas adoro a Speedy, é um clássico :) E a bandouliere tem a alça que podes usar de muitas maneiras: ao ombro, crossbody, ao ombro com alça mais pequena, só na mão, no antebraço, enfim....

    Acho que fazes bem em comprar, trabalhar não é só para pagar as contas e depois vais estar muito mais clamorosa numa próxima viagem com uma LV :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu confesso que o único modelo da LV que me faz suspirar é mesmo essa Neverfull, as outras não acho grande piada apesar de reconhecer o charme da Speedy e de já ter dado umas voltinhas com a da minha mãe. Tens razão, trabalhar não é só para pagar contas mas sinto-me 'culpada' de dar tanto dinheiro numa mala, a mala mais cara que já comprei andava ali nos 200€ e mesmo assim, andei a recriminar-me por vários dias ahaha. Vamos ver qual o lado que ganhará: o forreta ou o apaixonado :P

      Eliminar
  3. O meu marido rifava-me se eu lhe pedisse uma mala de quase 1000euros.
    Mas confesso que eu também não gastaria tanto numa mala. Iria dar preferência a investir noutras coisas. Mas cada um com os seus gostos! :)

    1beijo,
    http://umblogsoparamim.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hahahaha o meu fez uma cara de: wtf?! mil euros??! mas conhecendo-me, sabe que não desisto de uma coisa até a conseguir, por isso já está mais conformado. Ele também tem as extravagâncias dele, só tem é de aceitar as minhas :P Mas ainda não sei, estou a ponderar a compra :)
      Um beijinho

      Eliminar
  4. Acho a mala horrorosa e nem uma imitação compraria...mas claro, gostos não se discutem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que não pensamos todos da mesma forma, não é? Eu não sou grande fã da LV e para ser sincera, esse é o único modelo que me faria cometer a loucurinha de comprá-lo. São gostos ;) E imitações nunca compraria, acho um absurdo estar a compactuar com contrafacções.

      Eliminar
    2. Verdade, Anne. Se assim não fosse andaríamos todos com as mesmas coisas! Viva a diversidade :)

      Eliminar
  5. Não percebi a parte em que disse "ser pobre". Pobre não vai de viagem para aqui e ali, pobre não vai todas as semanas para o shopping... Tenha noção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obviamente era uma figura de estilo, não sou pobre no sentido literal da palavra (como é óbvio) mas sou 'pobre' para comprar uma mala desse calibre, visto que não estou habituada e até sinto-me um bocadinho mal por gastar tanto dinheiro numa coisa. Logo, para essa mala em questão, sim, sou 'pobre'.

      Há várias formas de ser pobre, na verdade. Há quem seja pobre de dinheiro, pobre de amor, pobre de família e até aquelas que são pobres de inteligência e não percebem uma figura de linguagem, por exemplo.

      Eliminar
    2. LOL e que necessidade há de insultar os leitores? Pobre de espírito é a autora do blog que consegue ter coragem para se auto-intitular "pobre" (não devias dizer isso nem a brincar, porque Deus castiga, e podes um dia vir a saber o que é pobreza a sério, e não falo de quando eras pequena e a tua mãe não tinha dinheiro para os luxos parvos que querias), quando leva uma vida de luxo (que deve ser só aparência, porque depois a mãe adoece e nem 12 mil euros há para que a senhora possa tratar-se com o médico em quem confia e na clínica onde se sente confortável). Quanta pobreza espiritual rapariga!

      Eliminar
    3. Desculpe... insultar? E o primeiro comentário que me fizeste, não é um insulto? "Tenha noção", como se eu não a tivesse... Parece-me que há aqui dois pesos e duas medidas.

      Sim, posso um dia saber o que é ser pobre a sério, sem dinheiro para comer e a passar necessidades (estamos todos sujeitos a isso, infelizmente) mas até hoje, graças a Deus, ainda não precisei passar por isso. Quando era pequena tínhamos dificuldades financeiras mas eu era uma criança e acho que desejar uma boneca não é um 'luxo parvo', é algo natural em todas as crianças, todas querem ter um brinquedo.

      Não levo uma vida de luxo (caso contrário, este post nem existiria que eu não pensaria duas vezes para comprar a mala), levo uma vida confortável, o que é bem diferente. Sobre a cirurgia da minha mãe, bem, resta dizer que uma pessoa paga um balúrdio por mês de seguro de saúde e é claro que espera que o seguro comparticipe uma parte da cirurgia. Mas para ficares descansada, a minha mãe foi operada pelo médico que escolheu, num hospital privado com um atendimento óptimo e está muito bem, obrigada.

      Eliminar
    4. Só uma coisinha: Deus não castiga!
      Afinal são duas coisinhas: Sejam felizes :)

      Beijinhos, Garota *

      Eliminar
    5. A necessidade gratuita de insultar f....de-me o espírito.Se,como sabemos,a Anne não passa dificuldades,pois que compre o que bem entender.Se é uma afronta a quem trabalha todo o mês e não vê esse dinheiro?claro que é.Se a mala não merece nem metade do valor?´são gostos....o que me confunde é que a Anne se contradiz muito ultimamente.Num passado recente,escreveu que a Bimby(que eu odeio) é uma vergonha em termos de preço e todas lhe caíram em cima porque o investimento vale a pena e blá blá blá.Tal como eu,achou um absurdo alguém dar tanto dinheiro por um robot,também é legítimo acharem que 1000 euros por uma mala banal,igual a milhentas,também é um absurdo.Mas o dinheiro é seu,faça com ele o que quiser,se calhar não devia pedir tantas vezes a opinião das suas leitoras,pois vai haver sempre quem se sinta ofendido.Ultimamente,e a minha opinião vale o que vale,centra muito os seus posts no consumo,nas compras e no dinheiro que gasta com coisas que,a meu ver,nem são nada com que não pudesse viver muito bem.Lembra-se da escova milagrosa,das idas ao Freeport constantes e de ter uma empregada?São prioridades,certo? as suas são estas,a minha foi viver numa casa que eu posso dizer que é minha,não é do banco,não é do senhorio,é minha.E do nosso dinheiro fazemos o que queremos.

      Eliminar
  6. Tenho esse modelo (o maior) noutro monograma, já comprei há 5 anos e na altura custou €500. Acima deste valor confesso que não compraria. Mas uso até hoje, aliás, uso imenso, está em óptimo estado, e considero que foi uma boa aquisição. Cabe um mundo lá dentro, e é muito versátil.

    ResponderEliminar
  7. Também tinha um objecto de desejo dispendioso que ambicionava muito (sapatos), mas confesso que mesmo tendo o dinheiro de parte não consegui. Deu-me dó dar tanto dinheiro por um objecto só para satisfazer a minha futilidade. Tal como tu, pensava sempre no outro tanto que poderia fazer com o dinheiro e assim foi.
    Mas parece-me que a ideia de comprar a mala e ganhar milhas é um 2 em 1 espetacular! Z.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aconteceu-me o mesmo. Fui a Paris há uns meses e pensei "é desta que compro a LV!". Tinha o dinheiro e estava mesmo convencida. Mas o meu namorado fez-me ver as coisas como elas são: as malas da LV são pura e simplesmente um status symbol (ok, são bonitas - principalmente neste padrão), mas sejamos sinceras - têm o sucesso que têm porque são um grito de "oh para mim, que posso largar 1000€ numa mala e pavonear-me à vossa frente, pindéricas com malas da Parfois" (eu tenho malas da Parfois, mas resume bem a essência da coisa). E não foi assim que eu fui educada, eu não sou essa pessoa. Acabei por gastar 200€ e picos numa Coach que adoro e tenho usado imenso. Também não foi barata, mas dá para comprar 5 malas diferentes com o que iria gastar numa :) Acho que era demasiada areia para a minha camioneta mesmo. Não me arrependo de não ter comprado. E sim, com o dinheiro que "poupei" vou a Miami e ao Rio em Setembro! :D

      Eliminar
  8. Gosto muito da mala. Se a compraria? Simmmm... mas também penso muito bem antes de o fazer. Mas vai em frente rapariga. Só se vive uma vez :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensa bem..............e estás a pensar bem,porque ainda não a compras te.Tem um padrão que não dá com tudo,é limitado.Com esse dinheiro quantas podias comprar.E como tudo, vais cansar-te.Mas por outro lado ,vale mais um gosto,que cem moedas num bolso.

      Eliminar
  9. Por acaso não acho a mala nada de especial, mas compreendo,porque há aquelas coisas que nos ficam entaladas e não descansamos enquanto não compramos.
    Mas entre a mala e viajar. Aii viajar, sem dúvida, é das melhores coisas da vida :) Agora é tudo uma questão de prioridades ;)

    ResponderEliminar
  10. Também acho que a Anne é um bocado fraca da tola !Como se a mala fosse uma prioridade...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A velha questão. As prioridades de cada pessoa são subjectivas. Não estão tipificadas, nem há um elenco taxativo das mesmas. Dizer "como se a mala fosse uma prioridade..." não faz qualquer tipo de sentido, porque aquilo que não é o para si, poderá ser para outro. Isto é assim tão difícil de compreender? É que é todos os dias, em todas as caixas de comentários minimamente reconhecidas e com algum poder de compra.

      Eliminar
  11. Cada um tem as suas prioridades. E cada um sabe o que fazer com o dinheiro que tem. Se compraria?! Gostaria imenso, mas mesmo que tivesse o dinheiro na mão provavelmente não o faria. No entanto, não julgo, não crítico nem aponto o dedo a quem o faz. Muita gente esquece-se que ao apontar o dedo a alguém os outros quatro estão apontados para nós próprios. Anne, se gosta, se pode então força nisso!

    ResponderEliminar
  12. Anne, com os 1000€ da mala podias passar umas férias bem boas nalgum sitio onde ainda não tenhas ido!
    Claro que são prioridades e fazes o que bem entender, e podes viajar à mesma, mas pensa, a mala pode até ser que dure mas nada se compara a lembranças de um sítio novo, um passeio, fotografias e memórias que ficarão eternamente, e o conhecimento e cultura! :)
    Comprar uma mala dessas qualquer pessoa compra (sim, não sejamos hipócritas pois conheço muita gente capaz de passar até fome se for preciso a poupar um salário de 500€ para ter coisas de marca e "pinta"), agora viajar e conhecer lugares novos, abrir horizontes e conhecer novas culturas só os ricos de espírito o fazem (sim porque também não sejamos hipócritas que há muita gentinha que ganha muito bem e nunca saiu de Portugal).

    Mas é só a minha opinião :)

    ResponderEliminar
  13. Olá Anne! Não tenho nenhuma LV, mas tenho uma amiga que tem e que a ama de paixão. Valeu o investimento e é incrível como uma simples mala a pode deixar tão feliz e segura de si :)
    Segue em frente, se tens isso em mente compra a mala. Vai saber-te lindamente depois dos últimos contratempos e vais sentir-te com super poderes quando a usares!
    Quanto aos comentários negativos, só posso dizer que nem todos temos a mesma carteira e desgraçados de nós se todos aqueles que tivessem menos do que nós nos apontariam o dedo por gastarmos o nosso dinheiro naquilo que nos agrada e dá prazer.

    ResponderEliminar
  14. Se és "pobre" para comprar uma mala desse calibre, eu não compraria. Afinal, qual é o intuito de dar quase mil euros por um artigo que vai na volta deve ter a mesma qualidade que um outro de 200€ de uma marca menos conhecida? Não será apenas o desejo de ter um objecto de "luxo" e passear o estatuto pela rua, ser vista com um artigo de marca e saber que se "tem" só por ter...Se fosses rica e tivesses dinheiro para esbanjar e pudesses comprar uma mala dessas todos os meses, acho que devias comprar sem hesitar. Se a compra da mala te faz pensar, porque efectivamente poderias gastar o dinheiro noutras coisas que também são importantes e a compra da mala até pode implicar o adiamento de outros objectivos, então...talvez não seja assim tão boa aposta.

    ResponderEliminar
  15. Eu gosto muito dessa mala, mas tenho algumas da Purificacion Garcia que fazem um vistão e não são tão caras.
    Neste momento ando mais preocupada nas coisas para a minha bebé.
    Se tiver hipóteses de ter a mala, sem que prejudique o meu orçamento mensal. Porque não?

    ResponderEliminar
  16. Cada um faz aquilo que quer e compra aquilo que quer e passeia aquilo que quer no meio da rua. Apenas vou dar uma opinião sem querer insultar a Anne, acho que este blog passou de divertido e leve com artigos que possam relacionar com as diversas pessoas que o leem a um blog que apenas fala em compras e dinheiro. fico pena pois leio o blog ha algum tempo e começo a ver diferença nos artigos que escreve. Em relação há mala se a quer e se para assim vale a pena o investimento compre. Se não valer não compre. de qualquer maneira nenhuma pessoa tem o direito de ditar se para si é caro ou não.

    ResponderEliminar
  17. Eu não posso dizer se comprava ou não pois sou uma "pobre" estudante universitária, mas é giraaaa :D

    ResponderEliminar
  18. Ah, e essa coisa das milhas é tentadora x)

    ResponderEliminar
  19. Anne, sou igual a ti. Acho que é do signo...ahahah Mesmo quando compro, fico dias a pensar que não deveria ter comprado!
    Se é um sonho, se podes...why not? O dinheiro é teu, é do teu trabalho tu fazes o que quiseres. É muito dinheiro sim, eu não daria porque não o tenho mas não é por isso que te vou insultar, né?

    Se podes, se te vai fazer (mais) feliz, compra!! Um dia dizes à tua filha " esta mala tem história, tive de poupar para a comprar, é só uma mala mas é a minha mala".
    Sê feliz. Sempre. =)

    ResponderEliminar
  20. O único modelo pelo qual também perderia a cabeça era pela Neverfull, só não aprecio esse padrão por já haver muita imitação, por isso só compraria essa se fosse as minhas iniciais tipo esta: http://www.luxbagshoes.com/img/Molly-Sims-Louis-Vuitton-Mon-Monogram-Neverfull-Tote.jpg

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig