01 maio 2015

Viciada nesta série #2

Ultimamente tenho assistido com mair frequência o canal TLC por que a Vi adora o Toddlers & Tiara (um programa já famoso que mostra os bastidores dos concursos de beleza infantil nos EUA - uma realidade nua e crua, com mães frustradas que obrigam miúdas de 3 ou 4 anos a usarem unhas de gel, extensão de pestanas e outras merdas que tais, para ganharem a porcaria de uma coroa...) e num destes fins-de-semana em que a minha bebé esteve cá por casa, a tv da sala esteve sempre ligada no TLC e acabei descobrindo uma série que estou a adorar!

Chama-se '90 days to wed' (90 dias para casar) ou na versão americana: "90 day fiancé' que conta a história de casais internacionais (sempre um americano com uma estrangeira) que se apaixonaram e solicitaram o 'fiancé visa' (visto de noivado nos EUA) que basicamente permite que levem a cara-metade para os EUA por 90 dias para se conhecerem melhor. Dentro desses 3 meses o casal tem que casar ou então, o estrangeiro é obrigado a voltar para o seu país de origem pois torna-se ilegal nos EUA.


Na primeira temporada foram 4 casais:

Mike (USA) + Aziza (Rússia): Ele claramente apaixonado por ela, ela super indecisa o tempo todo e sempre com o pensamento na Rússia e na família. Esteve até o último momento a pensar se casava ou não.
Russ (USA) + Paolla (Colombia): Foi o meu casal preferido e ri-me imenso com a Paolla! Ele, um pau-mandado e super controlado pela mulher. Ela, uma pequena interesseira ($$) mas tão divertida e passional que uma pessoa até começa a achar alguma piada.
Alan (USA) + Kirlyam (Brasil): Um jovem casal que segue os mandamentos da sua religião (mórmon) e que pretende chegar virgem até ao altar. Ela é uma miúda lindíssima (fez-me lembrar imenso a Angelina Jolie mais nova) e tinha tudo para ter uma carreira na área da moda mas com um marido tão controlador e inseguro (que quer a todo o custo enchê-la de filhos) não sei se chega lá.
Louis (USA) + Aya (Filipinas): O casal mais estranho de todos, com a ex-mulher dele a dar palpites em tudo (havia de ser comigo uma ex-namorada do meu marido a meter-se na minha vida...), uma miúda super insegura, enfim...


A minha veia cusca e romântica está a adorar essa série. Adoro ver a diferença (e o choque) cultural entre eles, as confusões com o idioma, as saudades da família que ficou longe, a dificuldade de aceitar um novo país como sendo o seu por causa de uma paixão. Não parece fácil e fez-me lembrar do início do meu namoro com o M. e de tudo o que ultrapassámos para hoje estarmos juntinhos.

[entretanto a primeira série já terminou e começou na semana passada a segunda, com mais 6 casais. Já comecei a assistir, claro! Alguém deste lado também assiste?]

SHARE:

5 comentários

  1. Ola Anne! :-)
    Sim, eu também vejo mas só agora a nova temporada que sigo, a outra só vi partes.
    Uma série também muito interessante é Breaking Amish :)

    ResponderEliminar
  2. pensava que só eu via essas coisas! :)

    ResponderEliminar
  3. quando começar a ver a senhora que vai casar com o tunisino,vai ver MESMO o que é casar por interesse.É que ele nem consegue disfarçar as verdadeiras intenções e a senhora não enxerga que está a ser usada por ele,mesmo com os filhos e toda a família a alertá-la de que está a ser vítima de um golpista.Até dá pena mas uma mulher com 40 anos,vivida e mãe de filhos já devia ser mais esperta.Nada a ver com a raça dele,atenção,se fosse português era igual.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também sigo a série e fez-me imensa confusão essa mulher não ver que ele a usou durante este tempo. No final do programa eles juntam os casais para debater certas questões que o publico coloca e mesmo ele quase dizendo que foi por interesse ela não enxerga.

      Eliminar
  4. Toda vez que vejo Todlers & Tiaras, tenho vontade de chamar o serviço de proteção a criança para aquelas maes sem noção! :)

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig