04 junho 2015

Nunca somos verdadeiramente anónimos

Por mais que tentemos manter uma certa privacidade nisto dos blogs, que é como quem diz, por mais que só publiquemos imagens nossas desfocadas ou com bonecos/corações a tapar-nos a cara, há sempre qualquer coisa que nos passa desapercebido. É um bocadinho assustador saber que não fazemos a mais pálida ideia de quem está a ler-nos do outro lado e entretanto, esta pessoa pode facilmente reconhecer-nos na rua.

Aconteceu comigo ontem. Cruzei-me com uma blogger que sigo há algum tempo (apesar de já não me identificar assim tanto com os posts - é natural, as pessoas mudam e os gostos alteram-se). Estava eu num supermercado (não vem ao caso citar nomes) quando mesmo na fila à minha frente vejo a rapariga, acompanhada da filha. Olhei e imediatamente pensei: humm de onde será que eu a conheço? e entretanto, lembrei-me: é a autora do blogue x!

Será que é mesmo ela? No blog ela é toda fashionista e ao vivo estava com roupas de ginásio, cabelo apanhado e sem um pingo de maquilhagem, o que me fez pensar se seria mesmo ela. Aquilo que me fez ter a certeza? A miúda que estava com ela (e chamou-lhe 'mamã') é a mesma que aparece nas fotografias do blog, embora sempre com a cara tapada (mesmo cabelo, idade, perfil - há coisas que são inconfundíveis), a capa do telemóvel também revelou a identidade da autora (é muito original e aparece sempre nas suas selfies - uma pessoa identifica logo) e por fim, um pormenor mesmo à gaja: as unhas pintadas com uma determinada cor de veniz-gel que ela tinha mostrado há dias no perfil do instagram.

Pequenos pormenores que talvez passassem desapercebidos à maior parte da população mas para quem é atento e conhece o blog em questão, não havia dúvidas. E ao mesmo tempo em que achei divertido 'reconhecer' uma pessoa que só 'conheço' através de um blog, não deixa de ser assustador como nos expomos tanto, todos os dias, em pequenos posts e pormenores. Ontem foi ela, amanhã posso ser eu. Isto dos blogs tem muito que se diga, realmente...

SHARE:

10 comentários

  1. Lol acontece o mesmo contigo! Aqui no blog queres dar a entender que és uma coisa mas depois ao vivo, senhores...que desilusão!

    ResponderEliminar
  2. Ahahaha sim, sim, claro. (quem sou eu para contradizê-la, cara anónima...)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Anne, tens um anónimo de estimação! Há que estimá-lo, não é qualquer um que perde tempo legítimo da sua vida para ler e responder ao que não se gosta...a menos que a vida não seja lá grande coisa...

      Eliminar
  3. Acho que a Anne deve ser a única que na vida real não será uma desilusão.
    De todos os blog's que há por aí a Anne é a menos fútil e mais natural, pelo menos parece ser.
    Apesar de queixarem-se dos post's sobre cabelos que faz, sejamos sinceras, há blogs que já enjoam de tanto que falam só e unicamente de maquiagens e roupas e coisas realmente futeis, jæ a Anne fala de coisas normais e do dia-a-dia. Não fala de roupa só porque esta na moda e quer exibir-se, fala da roupa que gosta. E cabelos? Pff, se alguém cuidar dos seus cabelos for futilidade nem quero imaginar como seræ o vosso...
    Sem racismo, porque náo é, mas toda a gente sabe que brasileiras andam sim sempre arranjadas, não o fazem só para ser "fixe", é natural e para se sentirem bem, não exibicionismo. De certeza que a Anne na vida real terá uma figura ainda melhor do que transparece aqui, no entanto não é futil nem precisa por fotos a torto e a direito só para receber comentários sobre ela.
    É por issso que sempre sigo o blog, fala de tudo sem necessidade de receber elogios, sem precisar de falsidades para ser idolatrada pelas leitoras pela sua roupa/maquiagem/whatever. É simples, é humilde, é humana e é o máximo! :-)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Anne é muito futil, ou pelo menos aparenta ser. Pode até ser muito boa pessoa, acredito piamente mas que este blog é cheio de futilidades é, agora está um pouquinho melhor, mas durante seculos só se lia sobre compras, compras, compras.
      Cabelo, roupa, compras, cabelo, roupa, etc

      Eliminar
    2. Fútil ou não,cada um opina como quer,a autora do blog tem enormes qualidades(o amor à família,a dedicação à casa,ao marido,ao trabalho,a paixão por Portugal entre outras)mas tem um péssimo defeito aqui no blog,claro:Não opina sobre muita coisa que valha a pena,talvez por opção e não tem o minímo poder de encaixe a críticas,porque quando se vê escrutinada pelas leitoras,faz birra,ameaça que fecha o blog e volta,logo de seguida,depois de umas quantas lhe implorarem para voltar,Pode ser só sedenta de atenção,mas com todas as qualidades que lhe reconheço,além de que é bonita e tem uma juba capilar espetacular,é imatura.Mas isto sou só eu a opinar,afinal ainda vivemos em democracia.

      Eliminar
    3. se não suportam a anne, pq seguem o blog religiosamente? ele há coisas....
      beijinho no ombro.... aceita que dói menos anonimo ;) ahahah

      Eliminar
  4. Eu concordo com o anónimo 16:49, excepto na parte das futilidades... ai há uns tempos poderia enumerar alguns motivos, agora não me lembro de nada especifico, mas sei que existem!
    No entanto, isso também não faz com que eu deixe de gostar de ler o blog, venho aqui mesmo para desanuviar!

    No entanto, Anne, cuidado com isso das fotos e tal... Eu sei que já vi algumas fotos tuas (e até do teu marido e assim) em que não colocaste Smile nem desfocaste, enfim, basicamente dá para reconhecer-te super bem de algumas fotos que já vi por aqui.
    Se queres mesmo não ser reconhecida, devias evitar isso ;)

    ResponderEliminar
  5. Tambem acho, na net existe muita peneira por parte de muitas mulheres, expõem a vida toda,que tem isto aquilo, a ultima viagem que fizeram,tudo e mais alguma coisa, parece quase a vida de uma estrela de hollywood e nada verdade.. é o contrario, não passam de umas desgraçadas.A falta de humildade é dar a conhecer o que não são!:) é muito mau mas é a realidade que temos.Acho que o mal das pessoas é gabarem se demasiado..

    ResponderEliminar
  6. Anne não ligues às críticas. Só deve ler o teu blogue quem gosta ninguém é obrigado a tal. E todos os que criticam se tivessem dinheiro também comprariam o que precisassem ou quisessem.
    Concordo contigo por mais que nos tentemos proteger por pormenores as pessoas acabam por ser reconhecidas. E é muito assustador porque não sabes nada sobre essas pessoas e elas já sabem imensas coisas sobre ti. Mas acho que tu tens bastante cuidado é só continuares assim e não precisas preocupar-te com isso. :)

    Beijinhos
    Sara Filipa

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig