13 julho 2015

Os encantos da Costa Vicentina

Este fim-de-semana rumámos a Sul para descansar, namorar e conhecer sítios novos. Temos a sorte dos meus sogros terem duas casas de praia no sul, uma no Alentejo e outra no Algarve e de vez em quando lá aproveitamos para viajar a custo (quase) zero e desfrutar das paisagens belíssimas que o litoral alentejano nos oferece. Fico sempre embasbacada quando vejo lugares tão bonitos em Portugal...

Praias de águas verdinhas e transparente (geladíssimas, é certo), sítios escondidinhos quase só para nós, cenário de fotos fantásticas a dois (viva o timer e o comando da máquina que comprei no ebay).
E as casinhas típicas alentejanas, sempre com cores garridas a fazer lembrar o verão, casinhas que parecem feitas à régua de tão certinhas e simétricas que são. Não conhecia Porto Côvo, por isso foi uma delícia perambular pelo centro histórico da cidade, aquelas ruazinhas pequenas cheias de surpresas, comemos um peixinho grelhado absolutamente divinal (no restaurante "O Pescador") e um gelado di-vi-nal num buffet de gelados que nos deixou com vontade de mais!


De regresso à Sines, ainda passámos por várias praias da Costa Vicentina e fomos parando em algumas mas a que mais gostei foi a de São Torpes (era a única com água quentinha, por causa da central da EDP que é ao lado e 'aquece' a água). É mesmo uma pena que a água da praia seja tãão gelada (eu não consigo entrar, fico logo cheia de câimbras) mas só a vista e o cenário já fazem valer a pena!

SHARE:

6 comentários

  1. Ter casa no Algarve e no Alentejo é o melhor de dois mundos! Aproveita o melhor possíve :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, são ambos sítios lindíssimos e com praias de cortar a respiração.
      Temos tentado aproveitar sempre que conseguimos :)

      Eliminar
  2. Depois quando dizemos que casas-te com o teu marido por ele ter €€€, ficas toda lixada... Uma casa em Lisboa, uma no Algarve e outra no Alentejo realmente não é para qualquer um.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério, eu pergunto-me que tipo de pessoa vocês serão para andarem sempre com este tipo de comentários... De verdade que achas que eu casei-me com o meu marido porque a família dele tem três casas em Portugal? A sério? Portanto, casei com uma pessoa a pensar no que ele vai herdar um dia quando os pais forem desta para a melhor... Comprometi o meu futuro, a minha felicidade, ao lado de alguém que não amo, apenas por um dia vir a ficar com as casas dele? LOL desculpa mas mereces um grande LOL.

      (então se souberes que a família dele também tem um apartamento em Madrid, ui ui são mesmo milionários. Vai na volta e casei-me com o Cristiano Ronaldo e nem sei ahahaha)

      Eliminar
    2. o anonimo quando fala, demonstra mais sobre ele do que sobre a Anne. Ainda fico parva com este tipo de comentários negativos! Deve ser a mesma pessoa de sempre, que nada mais tem a fazer na vida que tecer comentários negativos sobre a felicidade conjugal alheia. Gabo-lhe a paciência Anne.um beijinho!

      Eliminar
  3. Infelizmente não conheço ainda o litoral alentejano e um dos motivos é um que foi já mencionado algures num post atrasado: custa mais um fim-de-semana num desses hotéis ditos de charme no Alentejo do que o mesmo tempo num hotel de uma capital europeia. Portanto, ter a possibilidade de aproveitar a custo quase zero é quase uma bênção nos dias que correm.

    Quanto aos anónimos infelizes: era pedir o e-mail de cada um deles e começar a mandar-lhes as contas mensais. Eles aí passavam a contribuir para elas e depois já poderiam chamar a si o direito de opinar sobre a forma como gastais o VOSSO dinheiro.

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig