26 novembro 2015

Mau, mau, Longchamp!

Como apaixonada por malas (e botas) que sou, confesso que estou um bocadinho desiludida com a qualidade das malas Le Pliage da Longchamp (que adoro de paixão)... Em Setembro, quando estivemos na Riviera Francesa, o marido ofereceu-me a Le Pliage Neo da nova coleção de outono, na cor mirtilo (aqui) que eu adorei e estou a usar imenso nos últimos dias. Ainda não vos tinha mostrado (só pelo instagram, na altura da viagem) mas cá está ela em todo o seu esplendor! A cor é uma coisa assim linda linda, com uns multireflexos violeta, a cara desta estação. 



Infelizmente de um tempo para cá tenho reparado que quase todas as minhas malas da Longchamp estão a ficar com as pontinhas desfiadas/descosidas e já até levei uma vez à loja do Colombo para voltarem a coser as pontas (serviço gratuito) mas com isso perco sempre uns centímetros do fundo da mala (uma vez que abrem o fundo para voltar a costurar) e confesso que já não estou com paciência para levar as malas todas novamente para coser... Penso que oferecer um artigo duradouro é o mínimo que a Longchamp pode oferecer se levarmos em conta o preço das malas (esta último custou cerca de 150€, acho que 'era interessante' que me durasse mais que uma estação). Enfim, um bocadinho desiludida mas espero que esta nova mala, por aparentemente ter um tecido mais grosso, não venha a acontecer o mesmo. A ver vamos.


Pessoas que também são fãs dessas malas... também lidam com este problema? Algum truque milagroso ou sugestão para minimizar/resolver o problema? Aguardo as vossas sugestões :)


E como aqui a pessoa adora uma novidade, no regresso da viagem à Nice, já no aeroporto, não resisti a comprar o identificador de mala em pele. Achei uma graça e bastante útil para ser utilizado na mala de mão (na de porão não arrisco, roubavam isto em dois tempos). Pronto, eu sei, é uma mariquice mas enfim... não resisti.

Ainda por cima a minha nova mala de mão é preta, em verniz brilhante, pelo que vai conjugar na perfeição com o identificar preto e azulão (ainda não testei mas está para breve). Esta semana vou mandar gravar o meu monograma (descobri uma loja que faz gravações em pele e cobra um valor justo pelo serviço - depois de experimentar partilho com vocês) e acho que vai ficar ainda mais giro :)
 
Mais alguém passa pelo mesmo "problema" com as malas Le Pliage? Das minhas amigas que também têm estas malas, todas queixam-se do mesmo e até a própria vendedora da loja no aeroporto disse-me que "ah, isso é normal, ficam todas assim..." não me parece uma explicação lógica: se sabem que as malas ficam desfiadas nos cantos, se calhar era uma boa ideia desenvolverem uma solução, não? Só acho. Eu gosto muito da marca mas começo a achar que ando a deitar dinheiro para o lixo...

SHARE:

27 comentários

  1. Assim é uma pena :/ Bem podiam remediar esse problema.
    Beijinhos e boa sorte

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que o façam no futuro, caso contrário, arriscam-se a perder muitos clientes (eu incluída).
      Bjs

      Eliminar
  2. Nem sempre preço é sinónimo de qualidade, mas nas malas costuma ser, por isso é estranho =/

    Perdida em Combate

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, eu sempre achei que sim mas agora que percebo que o problema é geral (todas as minhas amigas e conhecidas com esse modelo de mala sofrem do mesmo) fico ainda mais desiludida...

      Eliminar
  3. Infelizmente acho que essas malinhas da Longchamp se valem mais da marca do que outra coisa; são daqueles artigos que uma pessoa paga só pra andar a passear o logótipo e a fazer publicidade à marca.
    Se quer um conselho não compre mais dessas Le Pliage, compre antes as malas em pele do mesmo fabricante, ou alguma mala em pele de uma marca menos conhecida, mas que seja num material realmente bom e de boa durabilidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma pessoa paga só para andar a passear o logotipo e fazer publicidade à mala? Bom, eu não ligo nada a isso, tanto tenho coisas de marca como coisas que comprei na feira ou na Primark (vai dar quase ao mesmo), gosto mesmo deste modelo de malas, gostava é que fossem mais resistentes...

      Eliminar
  4. Anne, já tive umas 3 e é assim mesmo... começam todas as rasgar nos cantos e nem sabia que esse serviço existia! Mas amei essa cor e preciso mesmo de trocar a minha preta!!!

    Beijocas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oi Bel, que chatice... O serviço de costura penso que será válido em qualquer loja da Longchamp mas demora tanto... são prai uns 30 dias para arranjarem a mala, mas vem impecável (só que menor). A minha próxima aquisição será uma pretinha básica (pode ser que o pai natal me surpreenda) rsrs Bjs!

      Eliminar
  5. Anne, lembro-me de ter pintado a sua TV e queria saber se usou alguma tinta específica ou se foi um spray normal. Pode ajudar-me? Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, usei spray normal que comprei no Leroy Merlin, acho eu. Não usei primer, fui logo para o spray :)

      Eliminar
  6. Tenho mais de meia dúzia do modelo Le Pliage, e isso só me aconteceu numa de mão. Na altura levei à Lonchamp da Av da liberdade e eles voltam a coser sem custos. Não fiz nada de diferente com as outras, mas nestes anos todos estão impecáveis. Aconteceu-me foi outra situação com uma de ombro, que começou a rasgar por dentro na parte da alça, entrou ar, e isso nota-se no tecido pq faz uma espécie de bolhas.

    ResponderEliminar
  7. É sempre a gastar dinheiro!!!!

    ResponderEliminar
  8. Eu tenho uma Pliage média de ombro e ainda não me aconteceu começar a rasgar... O meu drama, para já, é mesmo como lavar! Comprei em branco pérola e já se notam algumas manchas, já tentei lavar com sabão para a roupa e esfregar mas não sai... Alguma dica?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, eu compreendo-te. A minha pequenina também é branca com a faixa em bege e suja imenso mas o meu truque, se é que podemos chamar-lhe assim, é: mal sujou, vou logo lavar. Lavo com uma escovinha própria, que comprei na Longchamp em Paris (cá não se vende, mas no ebay sim) e como é própria para lavar essas malas, as cerdas são mais macias e não arranham ou esfolam o tecido. Esfrego sempre com sabão neutro e se a mancha for mais resistente, deixo de molho por umas horas. Fica sempre branquinho e impecável! No caso de manchas antigas, não sei ajudar...

      Eliminar
  9. Ás vezes, o facto de custar montes de dinheiro e/ou ser de determinada marca, não significa nada...
    Sinceramente, ao olhar para essa mala em especifico, acho-as bastante "fraquinhas", o tecido e tal... não me admira q isso tenha acontecido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo consigo, contudo, a chance de uma pessoa ficar decepcionada com uma mala da Primark são infinitamente maiores do que com uma Longchamp :P Nem sempre o mais caro quer dizer qualidade mas a experiência me diz que na maior parte das vezes... o barato sai caro.

      Não compro estas malas por serem Longchamp, compro-as por serem levíssimas (mesmo estando carregada de coisas e tralhas), não ocupam espaço nenhum nas malas de viagem, são impermeáveis, a alça é uma delícia de usar e mega confortável... são vários os motivos. É uma pena que fiquem com as pontinhas esfoladas mas ainda assim, continuam a ser dos meus modelos preferidos de mala.

      Eliminar
    2. No entanto, há uma série de malas, Primark ou não, mais baratas, que apresentam exactamente essas características que dizes valorizar nas Longchamp. Não é propriamente como se eles detivessem o monopólio do mercado de malas "levíssimas (mesmo estando carregada de coisas e tralhas), não ocupam espaço nenhum nas malas de viagem, são impermeáveis, a alça é uma delícia de usar e mega confortável"...

      Eliminar
    3. Sim, se bem que ao comprar uma mala na Primark a pessoa já meio que espera que o objeto não dure para sempre e acabe por doer menos xD ahahahah!!

      E acho que os teus motivos devem ter sido vários Anne, não quis dizer que escolhesses por ser de marca, ou cara ou whatever, se dei isso a entender, peço desculpa; apenas quis dizer que, pelo formato e tecido parecia-me ser algo "inevitavel", entendes?
      Pessoalmente, não acho a mala feia, mas prefiro outro tipo de malas =)

      beijinho
      Ass. anonimo 20:36

      Eliminar
  10. As malas são realmente feias, o tecido parece-me péssimo. Fico ainda mais chocada ao ler "Anne, já tive umas 3 e é assim mesmo... começam todas as rasgar nos cantos e nem sabia que esse serviço existia! Mas amei essa cor e preciso mesmo de trocar a minha preta!!!". Credo, que falta de noção... A qualidade das malas é péssima, a pessoa sabe disso, pois já teve 3. No entanto vai dar mais 150€ por mais uma porque lhe falta aquela cor.
    Que falta de noção...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As Le Pliage que são as que rasgam nos cantos não custam €150 mas sim algo entre os 40-70€

      Eliminar
    2. Anónimo 22:16: Ser feia ou não é uma questão muito pessoal, eu acho-as giras, funcionais, levíssimas, impermeáveis e ideias para o tempo chuvoso, dobram-se como envelopes e vão facilmente numa mala de viagem, enfim... adoro-as de paixão. Talvez um dia que tenhas uma consigas perceber o fascínio, eu própria a princípio achava-as sem graça mas foi só experimentar e já não quis saber de outra coisa. São perfeitas para o dia a dia!

      @Anónimo 22:51: As minhas Le Pliage sempre custaram acima dos 80€... A branca por ser totalmente personalizada e feita à minha medida. E a verde por ser o tamanho grande, com alças longas em couro. (mas se souberes indicar onde elas são vendidas a esse preço, vou já a correr comprar).

      Eliminar
    3. Anne desde 40€ certos modelos e a mais cara que comprei foi 72€ a maior de ombro (igual à tua verde). Mas nunca as personalizei. E comprei na av da liberdade. Mas as le pliage simples não custam 150€. Não conheço nenhuma loja que as venda mais barato porque vou sempre à marca.

      Eliminar
    4. Rectifico uma coisa: 40/70 quando as comprei, fui agora ao site e custam entre 55/80.

      Eliminar
  11. Realmente 150€ por uma mala para ficar assim... Para isso mais vale comprar malas baratas e, quando se estragarem, comprar uma nova!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As que rasgaram foram mais baratas (a branca custou 90€ e a verde custou 80€) mas de qualquer forma pelo preço esperava um bocado mais de qualidade (tenho malas Parfois de 30€ que me duraram 4 anos, por isso...) mas continuo a adorar este modelo, é super leve, versátil, cabe tudo lá dentro e é realmente uma pena que não durem mais tempo =/

      Eliminar
  12. Olá Anne,

    Tenho duas Le Pliage há vários anos e continuam impecáveis. Não lhes faço nada de especial a não ser alguns cuidados básicos, provavelmente os mesmos que a Anne também tem - não as pouso no chão nem as encho com demasiado peso, por exemplo.

    Acho que esse desgaste característico das malas que não tem protecção no fundo (aqueles 4 "pézinhos" em metal) acontece precisamente por se pousar e por vezes puxar a mala em superfícies mais àsperas.

    É pena, pois é, porque as malas não são baratas e têm o seu charme. Continuo a gostar da marca, mas em comparacão com outras malas feitas do mesmo material não são piores. O problema é o mesmo! Aliás, até com malas em pele acontece isso. São giras, são para usar, mas não de uma forma totalmente despreocupada.
    Bjs
    Paula

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig