18 dezembro 2015

Deixa-me rir que chorar causa rugas...

Pois que eu fico sempre muito assombrada com a quantidade de médicos/psicólogos que pululam por essa blogosefera afora, é uma coisa assim impressionante! Fazem diagnósticos via blog e tudo (ai que são tão modernos!) e agora parece que sim, descobriram-me (mais uma) nova doença: agora sou oniomaníaca. Ou para os leigos, viciada em compras.

Já recebi tantos diagnósticos desde que tenho este blog que já nem sei bem qual receita aviar na farmácia. Já disseram que eu tinha endometriose (a propósito de uma post em que mencionava que tinha muitas dores menstruais), já me disseram que vou ter cancro de útero porque a minha mãe teve e isso é genético, já me disseram que tantos alisamentos de cabelo um dia vão me fazer ter uma queda brutal e vão me deixar carequinha da silva. Enfim... é à escolha do freguês. As maleitas são tantas que acho que é melhor ligar já para a Tranquilidade confirmar se a apólice do seguro de saúde está em dia porque de certezinha no futuro serei uma habituè no internamento do Hospital da Luz. Ou no Júlio de Matos, nunca se sabe.

Sobre a última polêmica em questão, sinceramente, nem me apetece comentar nada... Então agora a 'onda' é sermos todos minimalistas, destralhar e vender tudo o que seja 'excesso' no OLX e vivermos felizes da vida a comer bagas e sementes de goji no mais absoluto modo franciscano de vida. Adeus smartphones, adeus shopping, adeus carnes vermelhas (sim, o próximo passo será tornar-me vegan), adeus tudo.

Desculpem, meus xuxus, mas isto não é o meu modo de vida. Lamento se defraudei as vossas expectativas, se estavam à espera de outra Anne, aquela que miniminiza tudo, a simples, a que não compra nada. Esta não sou eu. Nunca vos enganei, pois não? Gosto de comprar, comprar me faz (mais) feliz embora já tenha passado longos períodos sem comprar nada 'para mim' (por exemplo, no ano do meu casamento em que tudo era para a casa ou para a boda) e mesmo assim nunca entrei em 'crise de abstinência' ou tentei pular da ponte 25 de Abril de desgosto. Tenho a felicidade de poder comprar aquilo que me dá vontade e não tenho qualquer remorso em fazê-lo (ao contrário do que muitos pensam, não faço compras indiscriminadamente  - caso contrário, teria que morar num T5 duplex para albergar toda a minha tralha mas não, moro mesmo num T2+1 e garanto-vos que não tenho tralha espalhada em nenhum canto da casa).

Também nunca fiquei endividada por comprar mais do que as minhas possibilidades, todo o dinheiro que uso dos cartões de crédito (por causa das milhas para viajar) é pago no final daquele mês, nunca transitando para o mês seguinte para não pagar juros. Tenho uma conta-poupança onde tiro 1/3 do que ganho (às vezes até mais) e vai tudo para ali sem piscar, assim que o ordenado me cai na conta. Todos os carros que já tive foram sempre pagos à pronto, nunca recorri à empréstimos para nada na minha vida (e assim será enquanto nós tivermos hipóteses de fugir dos bancos, tenho pavor de créditos), nunca tive o meu nome no Banco de Portugal, apesar de todo o dinheiro que gasto 'em tralhas' faço sempre viagens internacionais ao longo do ano (tantas como os dias de férias me permitem ter) e só não viajo mais porque o marido tem apenas 22 dias de férias por ano (todos estouradinhos em viagens para fora) e viajar sem ele não tem piada. Enfim, tenho a minha vidinha controlada e gosto muito dela da forma que está, por isso fiquem descansados que ainda não é desta que vou precisar ir para a rehab. Mas quando precisar destralhar a casa ou o closet, vocês serão os primeiros a saber, combinado? :)

SHARE:

17 dezembro 2015

Meu querido Pai Natal,

Já seeeei, já sei, não tenho mais idade para estas coisas e a bem da verdade, este deve ser o primeiro ano em que não quero nada de especial e também não estou a precisar de nada. Felizmente não preciso esperar pelo natal para comprar o que quero, vou comprando ao longo do ano e depois chega em Dezembro e puft... não há nada que realmente me faça falta. Mas como boa gaja que sou (e nisso sou meeesmo gaja!) há sempre uma ou outra coisinha que uma pessoa não consegue recusar, não é assim? E eu cá não sou nada esquisita e escolhi 9 coisinhas que me fariam feliz neste natal (já sei que três delas estão debaixo da minha árvore hihihi - o meu marido é péssimo a esconder coisas!):


1) A nova vela da Zara Home 'white petal' (amooo esse cheiro) mas na verdade pode ser qualquer uma da Zara Home, adoro as velas desta loja. // 15,99€
2) No nosso último dia em Amsterdão descobri que a Pandora holandesa tem essa conta linda representando um moinho de vento e fiquei maluca para comprar (mas era muito cedo e a loja estava fechada). Cá em Portugal não se vende mas dá para comprar online e eu gosto tanto dela... // 29€
3) Mala 'bowling' tamanho grande da Bimba & Lola (adoro estas metalizadas, em prateado ou dourado) que são a minha cara e eu fiquei apaixonada por este modelo depois de tê-lo visto na montra da loja (o precinho proibitivo me impediu de entrar para ver melhor ahahah) // 285€
4) É oficial: não tenho mesmo sorte nenhuma com os iPhones... Perdi o meu há duas semanas, num restaurante (tenho a certeza absoluta que deixei-o em cima da mesa mas os empregados garantiram que não viram nada... e eu fiquei fula da vida!) e como já é o terceiro que tem o mesmo destino, desisti de dar tanto dinheiro por um aparelho e agora estou revoltada e só compro telemóveis de marca branca (neste caso, Huawei). Até que me passe a raiva, é assim que vai ser, por isso depois de estudar várias hipóteses (o máximo que quero gastar num telemóvel são 250€) cheguei à conclusão de que o modelo P8 era a melhor opção dentre os baratinhos e gosto muito deste dourado.// 245€
5) Adoro esse relógio Eletta na cor 'gold rosé', acho-o super elegante e fica lindo em peles morenas como a minha (já o experimentei e tudo hihihi). Acho que é uma prenda fabulosa para este natal, ouviste marido? ;) // 149€ 
6) Eu e o perfume Noa da Cacharrel somos um caso de amor antigo... Por mais que troque de perfume e experimente novos cheiros, esse é sempre o preferido. Como o meu vidrinho está quase a acabar, já era bem pensado ter um novo em stock. Digo eu... // 70€
7) Este anel da em aço da Swatch é um caso de amor antigo, nunca o encontrei no meu tamanho (está sempre esgotado) de maneira que ele ficou-me no coração. // 60€
8) Uma viagem de inverno para um sítio cheio de neve! Ahh, ando a sonhar com uma viagem assim há uns meses mas o marido agora cismou com um cruzeiro em Março para o outro lado do mundo e até lá cheira-me que não vai querer enterrar-se em neve maaas eu adorava passar uns dias num destino com neve tipo Alpes Suíços ou Serra Nevada (a Serra da Estrela ao pé destes destinos não conta, pois não? Já lá fui e fiquei tão decepcionada... a neve é tipo uma fuligem no chão, mal se notava)
9) As minhas galochas de sonho! Ainda não me esqueci delas, estou só à espera que entrem em saldos para açambarcar uma para mim e outra para a Vi. São só a coisinha mais fofa que já vi! // 80€

Pronto, pronto... era mesmo só isso. Vá, a lista nem chegou aos quatro dígitos, este ano fui contida e para provar que sou mesmo boa moça, como faço anos a 3 de Janeiro até deixo esta lista como 'wishlist de natal e aniversário', está bem assim? Eu cá não tenho culpa de ter nascido perto do Natal, por isso dá o teu melhor, Pai Natal.
Sempre tua, 
Anne
SHARE:

14 dezembro 2015

Aaahh, ainda nem acredito...

... que a exatos dez dias do Natal já tenho todos os presentinhos comprados! Eu, a pessoa que sempre deixa tudo para a última da hora, que acha que vai ter tempo depois, que 'logo se vê' e que sempre encarou centros comerciais lotados no dia 23 de dezembro (e também no 24 pela manhã). Ahh, que sensação tão boa, olhar para a árvore e ver tudo ali arrumado e devidamente etiquetado... E sim, sou o tipo de pessoa que retira as prendas das embalagens originais e embrulha tudo com papel fantasia - detesto ver sacos com os nomes das lojas tipo "Pandora", "Zara", "Adidas" tira logo a piada da coisa e já não temos a mesma sensação de surpresa porque já vamos com a ideia do que será a prenda. E eu adoro o fator 'surprise' e amo ver a cara das pessoas quando abrem os seus 'embrulhos mágicos'. É que não fazem mesmo ideia do que poderá sair dali de dentro. (já o marido não tem a mesma paciência que eu e vá de enfiar tudo na árvore com os sacos de cada loja - um chato!)


Adeeeus, centros comerciais apinhados. Adeus, vendedoras mal dispostas que nos despacham como gado. Adeus, filas para tudo: estacionar, pagar, experimentar, embrulhar. Adeeeeus, sim? Agora só volto a me enfiar em centros comerciais lá para o ano de 2016...

SHARE:

12 dezembro 2015

dica de poupança: o outlet do E.C.I

Na semana passada tive que buscar uma encomenda ao Dolce Vita Tejo (um gadget que vou oferecer ao Pê no natal e que estava esgotado em todo o lado - só havia na loja da Amadora) pelo que como eu estava na hora do almoço (e o tempo era curto) aproveitei para deixar o carro no estacionamento exterior do shopping para ser mais rápido. Mal saí do carro reparei (pela primeira vez - shame on me!) numa loja enorme chamada "Centro de Oportunidades" da cadeia El Corte Ingles. Entrei no shopping a correr, busquei a encomenda e aproveitei para espreitar o outlet num tirinho (já só tinha 15 minutos antes de ter que voltar para o trabalho).

Foram só quinze minutinhos mas foi quanto bastou para eu sair da loja com esse sacalhão com coisinhas a preços muito convidativos :)

Começo por dizer que a loja é uma grande confusão, tudo ao molho, montes de roupa no chão, parecia uma autêntica feira. É enorme, com várias secções (acessórios, casa, infantil, moda senhora e por ai vai) e artigos de qualidade, especialmente sobretudos de lã, luvas em pele, roupa de cama em algodão egípcio, toalhas daquelas fofas com 1000 fios... ou seja, apesar da enorme confusão, acho que vale a pena! 

A primeira coisa que vi, logo ao pé da linha de caixas, foi esse kit de coleira e trela em pele com assinatura de Oscar de La Renta. É muita mariquice, eu sei, maaaas por 3€, quem diz que não? O preço inicial era de 40€ e eu nem acreditei quando vi a bagatela que me custou. A nossa lady vai ficar um encanto com essa coleira de designer ;)

Havia em dois tamanhos (comprei o small porque ela só tem 3kg, coitadinha) e ainda ficaram várias unidades na loja. Ao vivo a coleira é ainda mais gira, super amorosa.

Fui espreitar a secção de coisas para a casa (queria um jogo de toalhas especial para o Natal mas não encontrei nada de jeito) e acabei por descobrir estas almofadas viscoelásticas (as minhas preferidas) por um preço ridículo (em outlet custavam 12€ - e ainda tinham 50% de desconto sobre esse preço pelo que cada almofada saiu-me por 6 euritos). Deus sabe o quanto eu amo roupa de cama de qualidade (se fosse rica, era menina para investir uns bons euritos em lençóis de algodão egípcio e afins - amo uma cama luxuosa!) de maneira que aproveito sempre os saldos para comprar estes artigos mais caros, fazem toda a diferença no conforto de uma cama.

Difícil, difícil vai ser encontrar fronhas/capas para este tamanho de almofadas (90x38cm) mas o lado bom é que elas já vêm com esta capa branca com relevos que faz de fronha :P

Ainda deu tempo para descobrir estes tapetes cinzentos (na foto não parece mas são cinzentos) peludinhos e fofos como eu gosto, para pôr no nosso quarto, um em cada lado da cama. São de ótima qualidade e custavam 45€ mas vieram para mim por 9,90€ cada. Uma pechincha!

Foram 15 minutos muito bem aproveitados, não foram? ;) Ando agora cheia de vontade de passar por lá com mais tempo e calma para poder espreitar tudo ao pormenor, de certeza que encontrarei mais coisinhas de qualidade a preços simpáticos. Não sei se existe outro outlet do El Corte Ingles (se souberem, partilhem nos comentários) mas adorei descobrir este tão pertinho de mim! Mais alguém já conhecia?
SHARE:

09 dezembro 2015

11 anos de vida em Portugal:

(...) Mas, de todas essas coisas, Lisboa fez com que eu crescesse muito, em pouco tempo. Nesses 9 anos de cidadã portuguesa, que também o sou, aprendi imenso. Descobri que posso qualquer coisa, desde que lute com garra. Descobri que o melhor tesouro que podemos ter nesta vida é a nossa família por perto. Que as pessoas julgam pelo que vêem. Que não há lugar mais especial do que aquele em que somos verdadeiramente felizes. Como eu sou quando estou aqui. ❤ 

(já escrevi sobre isso aqui e aqui)

Em todos estes anos de vida em Lisboa nunca me arrependi da decisão que tomei, ainda que na altura não tenha tido voto na matéria (visto que com 17 anos não podia opinar em muita coisa) e foi uma decisão que a minha mãe tomou por todos nós... Sei que dei um passo que acabou por me afastar de muita gente que amo mas não existe crescimento sem dor e essa mudança de ares me fez descobrir quem realmente sou. Não foi fácil, continua não sendo fácil... mas ser feliz compensa tudo. Amo-te, minha Lisboa!
SHARE:

04 dezembro 2015

O blog está de cara nova!

Depois de uma semaninha em modo off eis que o blog retorna ainda mais bonito (tão modesta, eu) e muito mais fácil de manusear (o campo de busca funciona direitinho - ao contrário do outro que nunca me mostrava os posts todos). Agora temos uma barrinha lá acima com toodas (vá, quase todas) as viagens que fiz já depois do blog (ou seja, está tudo escarrapachadinho aqui, desde os roteiros até as fotografias - ainda estou em falta com as cidades que visitei antes da criação do blog mas tudo a seu tempo, não sejam apressadas). 

Temos também, no footer (tipo o rodapé do blog) uma seção sobre os detalhes do meu casamento (um dos assuntos mais pedidos no que toca a dicas) com toda a informação sobre o tema e lista de fornecedores. Há uma inovação (espero não vir a ficar arrependida disto) que é, basicamente, uma secção onde podem fazer perguntas sobre qualquer curiosidade que tenham a respeito do blog ou de mim (não prometo responder a tudo mas vou tentar - não se estiquem demasiado) que está lá no fim do blog, próximo do rodapé. 

E para já é tudo, estamos de volta com a programação habitual.

(peço-vos que especialmente durante estes primeiros dias de adaptação - ainda não tive tempo de testar tudo - caso encontrem alguma coisa a funcionar mal, desconfigurada, a dar algum erro... avisem-me pelos comentários, pode ser? Obrigada)
SHARE:
© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig