18 dezembro 2015

Deixa-me rir que chorar causa rugas...

Pois que eu fico sempre muito assombrada com a quantidade de médicos/psicólogos que pululam por essa blogosefera afora, é uma coisa assim impressionante! Fazem diagnósticos via blog e tudo (ai que são tão modernos!) e agora parece que sim, descobriram-me (mais uma) nova doença: agora sou oniomaníaca. Ou para os leigos, viciada em compras.

Já recebi tantos diagnósticos desde que tenho este blog que já nem sei bem qual receita aviar na farmácia. Já disseram que eu tinha endometriose (a propósito de uma post em que mencionava que tinha muitas dores menstruais), já me disseram que vou ter cancro de útero porque a minha mãe teve e isso é genético, já me disseram que tantos alisamentos de cabelo um dia vão me fazer ter uma queda brutal e vão me deixar carequinha da silva. Enfim... é à escolha do freguês. As maleitas são tantas que acho que é melhor ligar já para a Tranquilidade confirmar se a apólice do seguro de saúde está em dia porque de certezinha no futuro serei uma habituè no internamento do Hospital da Luz. Ou no Júlio de Matos, nunca se sabe.

Sobre a última polêmica em questão, sinceramente, nem me apetece comentar nada... Então agora a 'onda' é sermos todos minimalistas, destralhar e vender tudo o que seja 'excesso' no OLX e vivermos felizes da vida a comer bagas e sementes de goji no mais absoluto modo franciscano de vida. Adeus smartphones, adeus shopping, adeus carnes vermelhas (sim, o próximo passo será tornar-me vegan), adeus tudo.

Desculpem, meus xuxus, mas isto não é o meu modo de vida. Lamento se defraudei as vossas expectativas, se estavam à espera de outra Anne, aquela que miniminiza tudo, a simples, a que não compra nada. Esta não sou eu. Nunca vos enganei, pois não? Gosto de comprar, comprar me faz (mais) feliz embora já tenha passado longos períodos sem comprar nada 'para mim' (por exemplo, no ano do meu casamento em que tudo era para a casa ou para a boda) e mesmo assim nunca entrei em 'crise de abstinência' ou tentei pular da ponte 25 de Abril de desgosto. Tenho a felicidade de poder comprar aquilo que me dá vontade e não tenho qualquer remorso em fazê-lo (ao contrário do que muitos pensam, não faço compras indiscriminadamente  - caso contrário, teria que morar num T5 duplex para albergar toda a minha tralha mas não, moro mesmo num T2+1 e garanto-vos que não tenho tralha espalhada em nenhum canto da casa).

Também nunca fiquei endividada por comprar mais do que as minhas possibilidades, todo o dinheiro que uso dos cartões de crédito (por causa das milhas para viajar) é pago no final daquele mês, nunca transitando para o mês seguinte para não pagar juros. Tenho uma conta-poupança onde tiro 1/3 do que ganho (às vezes até mais) e vai tudo para ali sem piscar, assim que o ordenado me cai na conta. Todos os carros que já tive foram sempre pagos à pronto, nunca recorri à empréstimos para nada na minha vida (e assim será enquanto nós tivermos hipóteses de fugir dos bancos, tenho pavor de créditos), nunca tive o meu nome no Banco de Portugal, apesar de todo o dinheiro que gasto 'em tralhas' faço sempre viagens internacionais ao longo do ano (tantas como os dias de férias me permitem ter) e só não viajo mais porque o marido tem apenas 22 dias de férias por ano (todos estouradinhos em viagens para fora) e viajar sem ele não tem piada. Enfim, tenho a minha vidinha controlada e gosto muito dela da forma que está, por isso fiquem descansados que ainda não é desta que vou precisar ir para a rehab. Mas quando precisar destralhar a casa ou o closet, vocês serão os primeiros a saber, combinado? :)

SHARE:

27 comentários

  1. Existe gente que se sente terrivelmente mal neste mundo e depois gosta de despejar veneno nos outros!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso ou então estão com muito tempo livre em mãos e nada de interessante para fazer...

      Eliminar
  2. Excelente post !!
    Sabe Anne eu tenho um salário bastante baixo tenho que fazer sempre atenção às despesas !! Mas isso sou eu !! É neste momento felizmente que há pessoas com poder de compra !!
    Gosto imenso de vir aqui ver as novidades,as fotos maravilhosas das férias, das dicas onde comprar mais barato!!
    Gosto da sua sinceridade !!
    felizmente nunca tive nem em pensamentos o que descreve no post !! Fico bom pena dessas pessoas!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto! Lá por eu ter um salário baixo (que tenho) e não poder comprar não fico rancorosa por ver que há quem pode e compra. Acho óptimo, espero um dia também chegar a poder.
      E tb gosto das coisas que tenho, minimalismo é bonito para quem quer.
      É tão aborrecido hoje em dia, isto de apontar o dedo e opinar sobre a vida alheia. Tira-me a paciência os comentários, nem imagino ter um blog.

      Eliminar
    2. Eu não consigo compreender por que as pessoas não conseguem aceitar que somos todos diferentes, com estilos de vida distintos e até com padrões financeiros diferentes... Eu acompanho vários blogs onde as autoras ganham mais num dia de trabalho do que eu ganho em um mês, que esbanjam mesmo à grande, que vivem noutra realidade da qual eu nem sonho fazer parte... e isso não me faz achincalhá-las ou dizer que são umas putas materialistas, que deveriam doar tudo para a caridade e viver com o essencial. Gosto de pensar que respeito as pessoas e isso é o que também espero de quem me lê.

      Eliminar
    3. Anne, este comentário só mostra que não compreendeste minimamente o que eu e outras pessoas que comentaram no mesmo sentido no psot anterior queriam dizer. Achas mesmo que os nossos comentários se reduzem a sermos invejosas e não termos um estilo de vida como o teu porque não temos posses para isso e por isso virmos cá criticar? Os comentários que foram feitos foram educados e apenas para te mostrar que a perspectiva que dá é que ligas demasiado a coisas e és provavelmente uma compradora compulsiva. Eu provavelmente ganho o mesmo que tu, ou até mais, e não compro nem 20% do que tu compras. E podia fazê-lo. Não é isso que está em questão. Não comento porque tenho inveja de comprares mais uma vela ou um jogo de lençóis. Se eu quisesse, também os comprava. Nem digo que devas doar tudo à caridade. Simplesmente, percebe que nem toda a gente que PODE fica louca com mais uma mala Longchamp, ou mais um serviço de cozinha, ou mais um tapete e acha toda essa compulsão de compras e justificações arranjadas para o fazeres, ridícula. Tal como há quem adore e quem queira que só fales disso. Mas não arranjes desculpas de minimizar quem é o autor destes comentários, apelidando de inveja. Se eu comentar de forma positiva já não sou invejosa? Se não concordar e criticar, educadamente, já sou? Enfim, isso não faz qualquer sentido.

      Eliminar
    4. Sim, até porque se a Anne fala muito em compras no blog, é porque a vida dela é só compras, nem sequer há mais nada... nem familia, amigos, trabalho, enfim, aquelas coisas normais que pessoas normais fazem, mas que ela simplesmente opta por não partilhar no blog, não existem, simplesmente porque ela não fala delas -.-

      Se ganha mais que ela, e não o gasta como ela, ou se existe gente que PODE comprar o mesmo que a Anne compra, mas que decide não comprar nem fica entusiasmada com a ideia... ainda bem para si e para essas pessoas... mas pessoalmente, não estou a ver o porquê de dizer isso a alguem que não pretende ter o mesmo estilo de vida que você, como se fosse uma vantagem ou um ponto positivo. Quando claramente não é algo que a outra pessoa ambicione.

      Eliminar
  3. Bom natal para ti e para a família!!! aproveite a vida que ela passa tão depressa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada e igualmente para si.

      Acho que aproveitava mais a vida sem ter que perder tempo a explicar o óbvio e a fazer posts destes mas enfim...

      Eliminar
  4. Boa, Anne! Também assumo sem pudores que sou consumista e que gosto de coisas. Comprar e ter coisas bonitas faz-me mais feliz, ponto. Em relação ao restante, sou vegetariana (não vegan) mas é uma decisão de consciência, não tem nada que ver com a moda do minimalismo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nádia, sim, eu sei que a questão de comer ou não carne não tem relação direta com a moda mas é que também já me chatearam imenso com o assunto. Que eu, sendo bióloga, jamais deveria comer animais e blá blá blá. Admito que seja o caminho mais correcto mas ainda não sou capaz e essa decisão cabe somente a mim. Quando tiver que ser, será.

      Eliminar
  5. Boa Anne, deixa essa gente para lá :)

    Eu posso ter contribuído para a polémica com as minhas respostas, mas a verdade é que me custa ver/ler certas coisas a serem ditas e não reagir...

    Bom olhem, Feliz Natal a todos e todas! LOL Vou só ali fazer umas compras ahahahahah

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Joana :)

      Acredita, já passou ehehehe. Agradeço os comentários no post anterior, mas já percebi que discutir com estas pessoas é o mesmo que deitar pérolas aos porcos, não vale mesmo a pena.

      Um feliz Natal para ti também, com muitas coisinhas boas e família por perto :)
      E presentessss! hahaha
      Beijinhos

      Eliminar
    2. Olá Anne,

      Vai daqui um enorme beijinho para ti e para a tua família! Feliz Natal :)

      Eliminar
  6. Ai Anne gabo-te a paciência!! :P Feliz Natal =)

    ResponderEliminar
  7. Esta gente é engraçada...
    Tantos blogs que vivem à conta de quem lê, que vendem os filhos, que fazem pseudo concursos e que passeiam marcas griffe, e não são oniomaniacas. Tu que vives do teu trabalho já tens "rótulos".
    ENfim

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, também pensei nisso. Ninguém vai ao blog da Pipoca dizer que ela é oniomaníaca (e ela deve ter um closet que é prai 2x o meu), nem vão chatear outros blogs que estão sempre a tentar impingir produtos novos com a cena da publicidade. Se calhar é por que elas ganham as coisas e eu compro-as com o meu dinheiro. Aí já sou maníaca por compras hahaha. Não vale a pena :P

      Eliminar
    2. E já pensaste que se calhar até vão, mas que elas não publicam esses comentários? Ah, pois. De vez em quando passa um ou outro e há lá gente a mencionar isso, sim.

      Eliminar
  8. Ao ler o seu diagnóstico pensei que tinha um vicio relacionado com cebolas onion..., sempre a aprender!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. HAHAHAHAHA pode ser, aí já sou obrigada a concordar: amo cebolas!

      Eliminar
  9. As cariocas são muito materialistas!!! Falo por experiência própria ,estive lá alguns anos e as mulheres jovens não se envolvem sem saber do BI financeiro dos homens para além dos presentes caros que eram exigidos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E as portuguesas, não o são? Hummm pela minha experiência, deve andar ali no empate com as cariocas...

      E aquelas que fazem 'vista grossa' aos casos dos maridos, só para não perderem o status e a casa de férias no Algarve? Ah, pois. Só eu conheço pra cima de 10 casais que vivem casamentos da treta por causa do dinheiro. Não vamos entrar por ai, ok?

      Eliminar
    2. É verdade. A mulher do meu pai é brasileira, gasta o dinheiro todo em bens materiais fúteis e foi a própria a dizer que quando vai com o meu pai ao Brasil tem de dar a entender que ele não tem dinheiro nenhum porque senão corre o risco de se andarem por lá a atirar a ele, pois não interessa idade ou aspecto físico, apenas dinheiro mesmo! Isto dito por uma brasileira. Portanto não percebo qual a comparação entre portuguesas e brasileiras nesse sentido, pelo menos está bem longe de puder haver empate... Desconheço também que hajam portuguesas a ir para o Brasil em busca dos maridos das outras em vez de procurarem trabalho...

      Eliminar
    3. Meu Deus, vou só ali chorar um bocadinho com tanta gente preconceituosa e estúpida (e burra) que existe no meu País.... "PUDER"??? REALLY ??? PODER! JESUS ACUDA ESTAS ALMINHAS!

      Eliminar
  10. Who caresssss? A ana faz o que quiser com o seu dinheiro, por acaso ela anda a tirar dinheiro das vossas contas pessoais para comprar as coisas que compra ou falar que quer isto e aquilo? se incomoda porque estão aqui? quem perde o seu tempo a comentar a vida dos outros de forma negativa? de forma positiva ainda ganhas alguma coisa agora de forma negativa? jesus, tanto ódio e tanto julgamento em certos comentários. Se ela quer comprar ou ter ou desejar o que quer que seja é a dela de se julgar, não a vocês. São assim tão miseráveis nas vossas vidas que tem de odiar assim tanto? Quem são voces para fazerem julgamentos psicológicos a alguém? Provavelmente ninguém, façam um favor a voces próprios e sejam felizes em vez de andarem a perder o vosso tempo a fazerem comentários da treta.

    ResponderEliminar
  11. Anne, conselho de tia ursa:

    Never feed the trolls!

    Beijinhos

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig