04 fevereiro 2016

Coisas interessantes que aconteceram nos entretantos...

Nesses 30 dias de ausência blogosférica muita coisa aconteceu (algumas totalmente bizarras, como já é habitual por esses lados) pelo que aqui fica uma compilação dos acontecimentos:

- Fiz 29 anos no comecinho de Janeiro (ainda tinha as luzes de natal e tudo pela casa, pelo que decidi aproveitá-las na decoração ahahaha) e comemorei com um jantar em casa, com a minha família e muitos mimos para evitar que eu ficasse deprimida por pensar que "os-trinta-estao-mesmo-a-porta-e-eu-ainda-sinto-que-tenho-18-anos". Comi o meu bolo de brigadeiro preferido (que infelizmente para mim, foi assim uma espécie de despedida - mais adiante explico-vos), ganhei montes de coisas giras (e mais viagens, uma delas já para o mês que vem hihihi) e o presente-surpresa ficou por conta de mamãe que entre outras coisas ofereceu-me... uma máquina de costura Singer. A mim! Eu, pessoa que não sabe coser nem à mão, que mal sabe enfiar linha na agulha, enfim... vai ser bonito, vai. (e não, ainda não tentei fazer nada com a máquina, vou ter mesmo que me enfiar numas aulas para aprender o básico: bainhas, ajustes em roupas minhas, umas capas de almofada e coisinhas assim)



- Fiquei maluca com os saldos das lojas de decoração e numa noite soltei a bomba: "ai amor, apetece-me mudar umas coisinhas cá em casa, umas pequenas alterações..." e vi o homem mudar de cor, arregalar os olhos e espumar-se todo. Blá blá blá, "não tem nem um ano que temos a casa pronta e já queres mudar... tu nunca estás satisfeita... " a ladainha do costume. É claro que eu não queria mudar a casa inteira, eram só algumas (pequenas) alterações e coisinhas que nos faziam falta. A ver: uma tela para pôr em cima do sofá, umas flores novas para a jarra da sala (artificiais), um tapete diferente para o corredor, uma cadeira de apoio para o nosso quarto e claro, uns candeeiros novos para a mesinha de cabeceira e pronto. Andei a saltar entre a Área, a Conforama, a Zara Home e a IKEA e fez-se luz: comprei tudo o que queria e posso dizer que estou satisfeita com a decoração (até ver, meus amigos, até ver). Ah, e (quase) tudo pela metade do preço, como eu gosto.

- Numa consulta de medicina do trabalho, naquela fatídica altura de picar o dedo para o exame de glicose... a má notícia: "olhe que você deve estar com um pé no diabetes, tem a glicose a 145 em jejum!" e eu ia caindo da cadeira. Perdi o meu avô paterno de diabetes tipo 2 (o coitado morreu sem vários dedos dos pés e foi uma coisa assustadora), há uns meses o meu pai descobriu-se também ele diabético e a coisa não é muito famosa em termos de genética para o meu lado, infelizmente. No dia a seguir já eu estava enfiada na CUF a fazer mil e um exames, preocupadíssima da vida e a pensar que nunca mais havia de pôr um brigadeiro na boca ou beber uma garrafinha de fanta uva (a minha perdição). Descobri que, para já, ainda não estou diabética de todo mas que o meu fígado anda resistente à insulina (ou coisa que o valha) e como tal, estou a fazer uma dieta restritiva e mudei radicalmente os meus hábitos alimentares. Acho que é desta que me apanham a comer bagas e sementes, xiça!

- Estava enjoada com o meu cabelo, tão comprido e sem movimento... fiz uma loucurinha e cortei-o num long bob, aproveitei para retocar a cor e fiz um novo alisamento. Jurei que me manteria afastada das químicas capilares mas foi mais forte que eu. Ando sem tempo para cuidar de um cabelo com caracóis (e sim, exige muuuito mais cuidados em relação a um cabelo liso) e agora nem parece que tenho cabelo: é acordar, pentear e já está! Depois de experimentar vários alisamentos, descobri que o que realmente funciona no meu tipo de cabelo (seco, volumoso e com química) é o alisamento da linha Purah e apesar de ser ligeiramente mais caro que as famosas "escovas progressivas", é totalmente livre de formol e deixa-nos o cabelo super macio e brilhante. No meu cabelo dura quatro meses, mais coisa menos coisa, pelo que estou mesmo satisfeita!

- Desgracei-me nos saldos da Bimba y Lola e da Michael Kors e mantive-me fiel à minha resolução de ano novo: nada de malas 'rascas' este ano, nada de poliuretano, nada de plástico mal cheiroso... este ano quero investir em malas de qualidade e de preferência, em pele natural. Na Bimba y Lola do Freeport parecia que estavam a distribuir doces, tamanha a histeria do mulherio à volta das malas com o símbolo do galgo. Um atropelo total! Trouxe duas malas (uma para mim, outra para oferecer) sendo a minha de 245€ por 69€ o que foi assim um preço super convidativo. Na Michael Kors fiquei rendida por um relógio dourado, coisa linda da mamãe, era 245€ e veio para mim por 124€ (o preço de um Swatch, como resistir?) e claro, uma malinha pequenina que é tão amorosa... de 174€ por 87€. Só compro essas malas mais caras em época de saldos (assim posso comprar mais hihihi) e por isso não me sinto 'culpada' por dar tanto dinheiro por elas, penso sempre naquilo que estou a poupar e saio da loja feliz e com a sensação de que sou uma grande gestora financeira! :)

- Para quem me perguntou se o Freeport tinha fechado... epá, não fechou mas deve andar ali no limiar. A última vez que tinha lá ido foi perto do Natal e não dei por nada, parecia-me tudo igual ao de sempre (notei algumas lojas fechadas - como a Fornarina - mas pensei que era alguma remodelação ou assim). No último fim de semana lá fui novamente e meu Deus, que transformação! O corredor da Purificacíon Garcia, Modalfa, Continente e afins... está todo encerrado a partir da PG. Várias lojas fechadas com logotipos e frases chinesas (medo do que vem por aí), uma tristeza mesmo. No corredor principal (Lefties, Adidas, Nike...) também tinham várias lojas fechadas e a intuição me diz que o Freeport está a um passo de se transformar no novo Campera: um deserto, lojas às moscas e outra série delas encerrada. E fico tão triste! Gosto mesmo de fazer compras por lá!

- Numa noite, à pressa, fui tirar a carne do congelador para o dia seguinte... Como a embalagem ficou agarrada à gaveta do congelado, tive a brilhante ideia (not!) de buscar uma faca de ponta (logo uma Tramontina, daquelas de churrasco que furam tudo) para andar ali a escavacar e soltar a embalagem. O marido ainda soltou um: "vais fazer merda..." e o raio do homem tem uma boca santa! Não passou nem trinta segundos e 'fuuuuuuuu' começa-me a sair um fumo/gás de dentro do congelado e o esturpor exclama: "pronto, já fizeste!". Aiiii que ódio! Furei um cano de metal que refrigera lá o congelador e aquela treta não parava de deitar fumo, eu fiquei histérica porque não sabia se aquele gás era tóxico ou não (já estava a ver-me na capa do CM: "brasileira faminta fura o congelador em busca de carne e morre intoxicada com o gás" ou qualquer coisa do género), liguei imediatamente para a assistência técnica e contei o sucedido: "ah minha senhora, mas se furou o congelador não há mesmo nada a fazer, é deitar o frigorífico para o lixo..." Oi?! Como assim, para o lixo? O frigorífico não tem nem um ano e meio de uso, ainda está na garantia, não é possível que não haja reparação! Não dá para soldar o cano de metal?! Não. Não dava. Foi mesmo para o lixo e eu tive vontade de me chicotear quando caiu-me a ficha: vamos ter que comprar um frigorífico novo. Foda-se. Lá fomos nós comprar um novo e o marido não se calava: "estás a ver? com este dinheiro que gastámos à toa podíamos ter pago uma viagem à Marrocos, que tu queres tanto ir!" Aiiiii tive quase a chorar mas já passou, temos um novo frigorífico ainda mais giro que o anterior (e com aquela mariquice de sair água e gelo na porta) e já estou quase a esquecer o quão idiota eu fui. Pessoas, não tentem fazer isso em casa. Facas e congeladores jamais serão boas amigas.

Ufa, tanta coisa!
SHARE:

10 comentários

  1. Que Saudades destes seus posts!!!Uma delícia! Gosto da maneira como escreve, como se diz cá em Portugal, faz a festa e deita os foguetes!!!

    ResponderEliminar
  2. Para a próxima vez ao invés de faca, experimenta um secador de cabelos! Dá aquela derretidinha básica e num minuto fica fácil.

    ResponderEliminar
  3. Aí Anne... O quanto me ri com o título da capa do CM... :)
    Não e terrível quando eles têm razão nos avisos que fazem?
    Mas pensa positivo, tudo tem um motivo... Era para comprares um novo frigorífico... De certeza que esse ficou muito melhor com os retoques que deste à decoração ;)

    ResponderEliminar
  4. "brasileira faminta fura o congelador em busca de carne e morre intoxicada com o gás"!!
    hilariante :)
    Tinha saudades tuas, e na verdade até fiquei preocupada que tivesse acontecido algo
    Estou mortinha por ver o novo penteado (já agora, a fofa da Vi está linda e a sortuda herdou o cabelão da mãe e da mana!)

    ResponderEliminar
  5. Bem, esse sentido de humor na escrita é genial.
    Muitoooo bom!
    Vou ficar por aqui :)

    ResponderEliminar
  6. Bom dia
    Aonde faz o alisamento?
    Obrigada
    Ana

    ResponderEliminar
  7. Já tinha saudades de ler suas aventuras, Anne. Tens uma escrita leve, fluida, parece até que estou a escutar-te! bjinho

    ResponderEliminar
  8. Já tinha saudades suas Anne :) Beijinhos

    ResponderEliminar
  9. a razão de ter saudades de te ler :)

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig