02 abril 2016

Das coisas que só acontecem comigo #12

Fui jantar na casa da minha mãe e às tantas ela diz que está a ficar com muitos cabelinhos brancos e que tinha comprado uma tinta no supermercado para aplicar em casa sozinha. Eu voluntariei-me para aplicar a tinta no cabelo dela e lá fomos nós para a casa de banho, toalha velha na mão, pente de dentes finos, embalagem de tinta, mola de cabelo e afins. Começo pela parte da trás, vou aplicando e reparo que estou a deixar cair imensa tinta no chão (sou uma lambona, não sei se já vos tinha dito - e desastradérrima) mas pensei: oh, deixa lá, quando terminar limpo tudo (não queria parar a meio por causa do tempo de pose que já estava a contar). Continuei o serviço, sempre preocupada se estava a manchar a testa da minha mãe (só por acaso, a tinta é preta azulada - imaginem o drama), pinta daqui, pinta de lá, respinga aqui, cai mais um bocado ali... Quando termino, viro-me para trás para começar a limpar o chão da casa de banho, a pia, etc... E mando um grito:

A cadela, branca como a neve, estava toda salpicada de tinta preta! Ninguém deu por ela no cantinho da casa de banho, ela segue-nos por todo o lado, é uma sombra da minha mãe. A bichinha está num estado que, sei lá, anda ali numa mistura de dálmata com vaquinha dos açores, toda às pintas.

Ligamos imediatamente para a veterinária, que depois de parar de rir (sim, ela já nos trata como amigas) pediu-nos para dar um banho com o shampoo violeta (que clareia o pêlo branco) e deixá-la estar assim uns minutos, a ver se a coisa melhora. Diz que não lhe fará mal (em princípio) e que na pior das hipóteses, daqui a um mês a coisa desaparece quando tivermos que levá-la para tosquiar. Ninguém merece, uma maltês às pintas. Só a mim...

(assim de repente consigo lembrar de mais um desastre doméstico que aconteceu com outra cadela que tivemos: a empregada deixou a banheira 'de molho' com uma solução de lixívia e não é que a cadela mandou-se lá para dentro e bebeu uma parte da lixívia? Ficou dois dias internada, a beber/comer carvão, com direito a soro espetadinho no braço e vómitos horrorosos mas felizmente safou-se. Nós, os donos, já não batemos muito bem da mona e ainda nos calha na rifa uns animais assim mais maluquinhos e pronto, está a festa armada).
SHARE:

4 comentários

  1. Opaaaah nao aguento eheh tens que mostrar essa cadelinha linda cheia de pinta ahah

    ResponderEliminar
  2. por acaso podias fazer um post sobre ela :)
    há tanto tempo que não ouvimos falar dela!

    ResponderEliminar
  3. Ahah muito bom! :)

    E, já agora, é "daqui a um mês" e não "daqui há um mês"... Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Carla, obrigadíssima pela correcção. Já está arrumado :)

      Eliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig