08 abril 2016

Inspiração de Decor #2

Um dos meus sonhos de consumo é ter um lenço Hermès daqueles mega coloridões, acho um acessório muito versátil, chique e que deixa qualquer look mais especial. Sempre que posso fico a espreitar leilões no ebay desses famosos lenços mas todos os Hermès que encontro são muito simples, em cores clarinhas ou com cavalinhos dourados (que acho muito feio - pronto, falei - sei que é um dos símbolos da marca mas por favor...). Ainda não encontrei o meu lenço, todo coloridão e espampanante mas um dia lá chegarei :)

Enquanto isso, delicio-me a ver inspirações no Pinterest e dentre várias maneiras de usar um lenço (no cabelo, na mala, a fazer de cinto, como pulseira, enfim...) há uma que para mim foi novidade: emoldurar um lenço e usar como 'obra de arte' numa parede de casa (se repararmos no preço de um Hermès, é bem capaz de ser eleito como obra de arte ahaha). Achei a ideia genial e assim de repente lembro-me de uma parede branquinha solitária no nosso quarto... onde um lenço em tons de turquesa ficaria a matar! E assim como assim, estamos a investir em pequenas obras de arte, não acham?


O difícil vai ser querer usar o lenço e ter tooodo o trabalhão para removê-lo da parede. Mas que é uma ideia fora do vulgar e gira, gira... lá isso é ;) Há por aí quem tenha um Hermès? Vá, comentem e deixem-me cheinha de inveja.
SHARE:

7 comentários

  1. Se a Turquia não estivesse agora "em pé de guerra" com atentados e afins e dado que a Anne gosta tanto de viajar, sugerir-lhe-ia uma viagem até lá, porque além de ser muito bonito, perdia-se completamente com os lenços em seda natural, feitos nas fábricas de Bursa e em cores absolutamente deslumbrantes. Não são da Hermés mas têm a mesma qualidade pois estes são feitos, na sua grande maioria lá (e, by the way, também em Portugal, ali para os lados de Chaves...). Não têm a etiqueta da Hermés mas têm a marca original e certificado de origem e garantia(Bursa tem as maiores e melhores fábricas de lenços de seda do mundo. Quando se entra numa destas fábricas até a alma "se nos dói")e são beeeemmmm mais baratos. Eu cá tenho dois que são cobiçados por quem os vê.

    ResponderEliminar
  2. Eu comprei o ano passado um lenço lindo da Hermés (90x90), adoro-o e para além de ter vindo na famosa caixa laranja veio também noutra caixa com o padrão da colecção da qual comprei o lenço. O problema é que o lenço foi caro e gosto tanto dele que tenho medo de o estragar e ainda nem o usei.

    Tenho também um twilly da Hermés, e esse sim uso bastante, é muito versátil. Uso como gravata sobre uma camisa, no pulso, na mala,...

    ResponderEliminar
  3. Eu tenho dois que herdei da minha mãe, uma 225 da Chanel e a famosa Kelly e umas cositas más da Dior, mas sem inveja, quem me dera que não fossem minhas e que tivesse que as pedir emprestadas, não ia ser fácil que ela era fan do "o que é meu é meu e o que é teu é teu".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como eu te compreendo, Maria. Perder a nossa mãe deve ser das dores mais profundas dessa vida e eu tremo só de pensar que um dia vai acontecer (é a lei da vida) mas sabes, temos que nos lembrar sempre dos momentos que passámos com ela, das conversas, do amor que une mãe e filha. É um laço tão forte... As lembranças e o amor ficam para sempre.
      Um beijinho :*

      (e quando quiser emprestar a 255 da Chanel e os lenços, estou à disposição ehehe)

      Eliminar
  4. Até parece que os lenços são muito caros...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O ser muito caro ou muito barato, como é óbvio, é bastante subjetivo. Para mim um lenço que custa 300/400€ é muito caro (sou forreta em certos aspectos)e estamos a falar dos modelos mais simples da Hermès.

      Eliminar
  5. Não é o meu maior sonho de consumismo, mas confesso que gostava de ter um :))

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig