22 julho 2016

RIP Reeducação Alimentar:

Esta semana fiquei sem a minha 'fada do lar' por motivos de saúde (mas felizmente já está tudo bem com ela) e ontem quando percebi que chegaria tarde em casa, liguei ao marido e pedi para ele grelhar um bife de atum para mim (os do Lidl são uma delícia, já agora) que quando eu chegasse fazia a salada.

Cheguei a casa pelas 23h, esganada de fome, já a salivar pela minha salada de rúcula com coentros (quem diria que algum dia nessa vida eu estaria salivando por uma salada? Fome a quanto obrigas!) e assim que entrei na cozinha, vejo o homem de sorriso no rosto:

- Olha, o atum já está grelhado, coloquei umas rodelinhas de cebola com azeite para dar um gostinho...
(pensei: oh foda-se! Azeite?)
- Hummm mas supostamente eu não poderia comer nada com óleos a essa hora da noite...
- Ah, mas é cebola, é um vegetal... não engorda nada.
- Pronto, tá bem. Fizeste arroz só pra ti, certo? Eu vou acompanhar o atum com a salada.
- Sim, fiz só pra mim. Pra ti fiz umas batatinhas assadas no forno.
- Batata? Amor, é carboidrato, eu não posso comer batata às 23h e tal da noite!
- Ah, só hoje, tá bem? Hoje podes.

E é isto a minha vida. O 'só hoje' tem sido todos os dias desta semana e é óbvio que eu não tenho a força de vontade necessária para dizer que não (adoro comer, caramba!). Esta semana não consegui emagrecer nem meio quilo (mas também não engordei, o que é óptimo) Com o M. na cozinha vou voltar a ser um pequeno texugo, o homem não sabe cozinhar nada 'magro', é tudo com molhos, com batatas, com montes de coisas que eu não posso comer.

Quer dizer, não é que não possa comer, é mais do género: optei por comer quantidades mínimas de hidratos de carbono e só os permito ao almoço. Ao jantar é sempre salada e um grelhado. Ou sopa. São hábitos que espero manter para a vida e que só me têm feito bem, em todos os aspectos. As minhas análises de sangue deram excelentes, perdi 20kg, sinto-me linda (desculpem mas não consigo ser modesta ahaha), já não tomo remédios para controlar a glicémia, faço exercício físico todos os dias (é que não falho nem ao fim-de-semana, estou um Hitler da disciplina) e acho que este é o caminho.

O difícil é fazer este caminho acompanhado de um gajo com um metabolismo de fazer inveja, que come o que quer e quando quer... e não engorda. Que inveja, pessoas! Desconfio seriamente que se na segunda-feira a minha empregada não estiver de volta e o M. tiver que bancar o MasterChef, vai dar ruim para o meu lado. Só acho! :P
SHARE:

13 comentários

  1. Realmente... assim está difícil ter "força de vontade" que resista =)
    Vê o lado bom da coisa: teu marido quer agradar.

    bj amg

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, Carmen, assim fica difícil ;)
      Mas não ralho com ele, é um querido e faz tudo para me ver feliz. Na cabeça dele 'um dia não são dias' e posso furar a Reeducação Alimentar sem ter consequências só que no meu metabolismo... tem consequências :P

      Um beijinho

      Eliminar
  2. Cuidado, estás muito perto de te transformares naquelas fundamentalistas da dieta, que contam as calorias de uma folha de alface.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito perto não sei, mas já me apanhei a pensar nisto: "será que estou a ficar como aquelas gajas chatas que controlam cada caloria que comem?" hahaha e a verdade é que acho que ainda não estou nesse nível. A verdade é que estou ansiosa para chegar à minha meta final (falta tããão poucochinho) e quero cortar ao máximo nos excessos para poder chegar ao meu nome 'eu' e então, na fase da manutenção, tudo será mais fácil (a ideia é manter o foco durante a semana e aos fds ser mais flexível). A ver vamos.

      (mas obrigada pela dica)

      Eliminar
  3. Perdeste 20kg e continuas a vestir L/XL (e M's da Mango, que são o mesmo que um L na maioria das lojas!)? Mas afinal quanto pesavas tu? A julgar por toda essa perda de peso devias estar na obesidade mórbida!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Yap...cheira-me que ela estava perto dos 90kg!

      Eliminar
    2. Continuo a vestir L/XL? Onde viste isso? É que as minhas últimas roupas são todas M (só um vestido L por que quis de propósito que ficasse mais fluido). O 'M' da Mango é um L? LOL Ceeerto. E o "M" da H&M deve ser um XL na Zara, não?

      Na verdade, não ligo nada a tamanhos mas sim ao que vejo no espelho. O mundo dos tamanhos é tooda uma aventura à parte e nunca confio nas etiquetas. Ainda esses dias partilhei no Instagram um top novo que comprei, tamanho S e comentei sobre isso "mas alguma vez eu visto um S?" só mesmo esses tamanhos doidos que as fabricas inventam.

      Quanto eu pesava, por enquanto, está no segredo dos deuses mas pode ser que em breve descubram ;) Até lá, é aguentar a curiosidade.

      Eliminar
    3. O problema não é o M da mango ser um L na zara por exemplo, o problema é o L na zara e mais meia dúzia não ser efectivamente um L mas sim um M e pequeno. A mango felizmente ainda é dos poucos sítios que mal mexeu nos tamanhos.

      Eliminar
    4. eu também perdi muito peso (+de 40 kg) e ainda me custa comprar roupa pelas etiquetas (ainda não consigo avaliar o tamanho "a olho"). No mesmo dia já comprei tops XL numa loja e S noutra!

      Eliminar
    5. Não quero que me tomem como uma anónima azeda, mas quem emagrece 20 kgs, escrevia em posts antigos que nunca seria pessoa de sair por aí a correr ou fazer exercício físico que nem louca (agora faz todos os dias), de deixar de comer o que gosta e ainda pretender perder mais peso, ou estava sim, muito acima do peso recomendado, ou vai transformar-se numa anorética, voto na primeira. Desculpa a sinceridade Anne. (e é óbvio que nada tenho a ver com isso, mas não deixo de dar razão a quem acha estranho!)

      Beijinho,
      Anabela

      Eliminar
  4. A minha dieta é baseada em carbohidratos e estou convencida de que é esse o caminho certo para ter um peso saudável sem passar fome, mas percebo-te bem em relação ao azeite. Aquilo é só gordura, e ainda por cima sem valor nutricional algum. Parabéns pelos bons resultados :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Nádia. Como assim uma dieta baseada em carboidratos? Meu sonho! hahaha agora a falar sério, nunca li nada sobre isso... Acho que depende do metabolismo e estilo de vida de cada um. Tenho amigas que seguem a dieta Paleo e dão-se lindamente, outras que engordaram... Eu já tinha experimentado de tudo: dieta da sopa, da lua, dos 30 dias, Paleo, enfim... nada deu tão certo (para mim) como a Reeducação Alimentar feita pela minha nutri. Fizemos vários testes antes (inclusive o da intolerância alimentar a quase 300 alimentos) e percebi montes de alimentos que comia e que me faziam alergia nos braços (umas bolinhas tipo eczema que eu tinha há anos) e que afinal era... excesso de glúten. Nada como conhecermos o nosso corpo e compreendermos o que ele necessita para viver saudável. Pena que eu tenha levado 20 e tantos anos para compreender isso :P

      (o meu próximo passo é diminuir o consumo de carnes vermelhas - pelo risco associado aos cancros digestivos - vou cuscar receitas no teu blog!). Um beijinho!

      Eliminar
    2. Eu também não conhecia até há uns meses. Aliás, não sabia nada sobre nutrição até o meu metabolismo ter começado a mudar e ter visto que estava ganhar celulite e formas que antes não tinha. Ao início estava meio que conformada, a achar que é normal o corpo ir mudando e, como continuava magra (ou falsa magra, porque despida já não gostava do que via), deixei andar. Mas entretanto descobri um canal de Youtube em que a youtuber seguia essa dieta, e a partir daí descobri imensos e fiquei inspirada, especialmente porque comiam imeeeeensa fruta e quase nenhuma comida processada. A ideia é a de que o corpo humano prefere, como a sua fonte de combustível principal, a glucose proveniente de hidratos de carbono. Não precisamos de ingerir muita gordura nem muita proteína, os carbohidratos são a fonte preferida - fruta, batatas, arroz, etc., sempre acompanhados de vegetais e legumes e mantendo a gordura baixa. As pessoas que seguem esta dieta (que não é "dieta" no sentido de ser temporária, é um estilo alimentar) comem sem restrição, até estarem satisfeitas. (Está tudo explicado neste vídeo se tiveres interesse, começa com uma crítica à dieta paleo https://www.youtube.com/watch?v=8JG4Whjr9t0). Como adoro comer e estava cansada dos truques do costume para controlar as porções (tipo, comer num prato pequeno, demorar séculos a mastigar, etc.) resolvi experimentar. Tem sido um período de descoberta mesmo entusiasmante e tem funcionado lindamente, só espero que funcione para sempre :P

      Também tenho curiosidade em fazer um teste de intolerância alimentar, não sei sequer se sou intolerante ao glúten! Mas como tenho PAVOR de agulhas tenho adiado, adiado...

      Beijinhos :)

      Eliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig