28 outubro 2016

Cinema // A Vida é Bela [La vita è bella]

Eu seeei, o filme não é nenhuma novidade ou lançamento de cinema. Na verdade, é um filme de 1997 e que eu desconhecia totalmente a existência até pouco tempo atrás, quando li um post da Pipoca Mais Doce (no qual ela fazia menção à uma fala do filme) e fiquei curiosa para descobrir que filme era aquele. Ao ver o trailler, fiquei logo apaixonada pela história: é um filme que retrata o nazismo e todo o drama judeu (que é um assunto pelo qual nutro uma paixão enorme!), considerado um clássico italiano.


Procurei online para assistir e não fui capaz de pausar uma única vez, sequer! Manteve-me agarrada ao computador durante todo o filme, é apaixonante! Não quero entrar em detalhes porque tenho medo de acabar contando mais do que devia (spoiller!) mas a sério, se gostam do tema, assistam! É aquele tipo de filme no estilo 'fábula', cheio de pequenas frases inspiradoras pelo meio, com uma história fascinante (e triste) e a mensagem de que nessa vida, o que realmente importa é o amor que temos pelos nossos. E esse amor nos permite fazer todas as loucuras deste mundo. (se já assistiram, contem-me nos comentários o que acharam do filme)
SHARE:

36 comentários

  1. É um dos meus filmes preferidos, e por isso já o conhecia há algum tempo!
    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Ai Anne, agora deixaste-me super curiosa. Nunca tinha ouvido falar também (como pode). Quero muito ver.
    A propósito desse tema, li há uns tempos um livro fantástico - e nada maçador - no qual aprendi muito (ainda que de uma maneira nada pesada) sobre os judeus e a história de Israel. Chama-se "Dispara, eu já estou morto", e a autora é uma jornalista e historiadora espanhola, Julia Navarro. Acho que irás gostar, também.
    Bom fim de semana minha querida (vou tentar ver o filme nos próximos dias).
    Beijo.
    lefashionaire.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Catarine, é um filme daqueles que não podemos perder. Também não sei como fiquei tanto tempo sem descobrir essa maravilha.

      Não conhecia o livro que indicaste mas vou procurar, amo este tema e nunca me canso de saber mais sobre o que foi essa realidade.

      Um beijinho e bom fim de semana também :*

      Eliminar
  3. Eu vi, também n foi assim há muito tempo.
    Gostei muito mas achei demasiado triste.
    A personagem principal (n me recordo do nome) é surreal, de outro mundo mesmo, o que ele faz pelo filho é indescritível!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mari, é mesmo triste (impossível fugir a esse sentimento quando se trata de um filme sobre o holocausto) mas achei que valeu tão a pena... Realmente, o que o Guido faz pelo filho é extraordinário. Quantas pessoas naquela situação-limite teriam capacidade para inventarem um mundo à parte? Eu era a primeira a desatar aos gritos: "filho, prepara-te, vamos todos morrer!" LOL :P

      Eliminar
  4. Vi este filme com 17 anos na escola, e para desespero meu chorei imenso (na aula)é uma ode ao Amor, eu fiquei fã do Begnini. Mais tarde (2005) estreou o O Tigre e a Neve (com musica do Tom Waits logo para começar bem) com o Roberto Benigni e Nicoletta Braschi (mesma atriz da Vida é Bela)e foi uma outra ode ao AMOR, mas numa versão ainda melhor (também com muito choro) os diálogos são pura poesia... deixo uma das falas mais lindas do cinema https://www.youtube.com/watch?v=cVQb7RwPtTQ ("Se muore lei, per me tutta questa messa in scena del mondo che gira, posso anche smontare, portare via, schiodare tutto, arrotolare tutto il cielo e caricarlo su un camion col rimorchio, possiamo spengere questa luce bellissima del sole che mi piace tanto... ma tanto... lo sai perché mi piace tanto? Perché mi piace lei illuminata dalla luce del sole, tanto... portar via tutto questo tappeto, queste colonne, questo palazzo... la sabbia, il vento, le rane, i cocomeri maturi, la grandine, le 7 del pomeriggio, maggio, giugno, luglio, il basilico, le api, il mare, le zucchine... le zucchine...")

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também chorei (como segurar as lágrimas?). Também já escutei falar desse 'O tigre e a Neve' mas ainda não assisti, algo que pretendo remediar já neste feriado (obrigada pela sugestão!).

      E essa fala... de arrepiar!

      Eliminar
  5. Eu amo este filme, é o meu preferido. Já o vi há muitos anos, e foi este filme que me despertou o interesse (enorme!!) pelo Nazismo. Já o revi imensas vezes, mas acho-o sempre belíssimo e que retrata muito bem aqueles anos de horror.

    Um grande beijinho para ti, de uma leitora muito assídua há bastantes anos e que, ao contrários dos "anónimos" maliciosos, fica muito contente com cada conquista tua (a inveja é f*****):)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Bruna! Estou surpresa com a quantidade de gente que também é apaixonada por esse filme (o que não deveria ser surpresa nenhuma, já que o filme é um encanto).

      Oh, que querida! Obrigada pelas palavras :*
      Um beijinho

      Eliminar
  6. Um filme incrível, com uma história tão triste quanto poderosa!
    Aconselho também (dentro do mesmo tema) O Rapaz do Pijama às Riscas e O Leitor ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá! Obrigada pelas sugestões. O rapaz do pijama às riscas já conheço (é liiindo - até já fiz post sobre ele no blog) e me deixou em lágrimas no final. O segundo filme não conheço mas vou pesquisar a sinopse. Obrigada :*

      Eliminar
    2. O Leitor é qualquer coisa, de facto...

      Eliminar
  7. É um filme extraordinário que exalta que a "vida é bela " . Todos os anos mostro e debato o filme com os meus alunos de 11/12 anos e posso dizer-lhe que também eles ficam maravilhados.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E não é para menos... é um filme fantástico! Rico em conteúdo e que deve (merece) ser mostrado aos seus lados (vou mostrar à minha irmã neste fim de semana).

      Eliminar
  8. Pois eu chorei (e choro) tanto quando vi esse filme que só o consegui ver uma única vez o filme inteiro.

    Beijinho (e um óptimo fim de semana)!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também não consegui segurar as lágrimas...
      Um beijinho

      Eliminar
  9. Oh Anne, imperdoável ainda haver pessoas que desconhecem esta obra prima do cinema, mas mais vale tarde do que nunca :) Belíssimo é pouco para descrever o filme é o papel do, sempre magistral, Roberto Benigni!
    Agora estás apta a dizer um "buongiorno principessa" co mo deve ser :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, eu até fiquei tipo "oh-meu-deus-como-assim-eu-nunca-tinha-visto-esse-filme"? É muito bom, é fantástico mesmo! Nem sei como me passou ao lado.

      Ahahaha sim, o 'buongiorno principessa' ficou-me no coração ;D

      Eliminar
  10. Anne, Fã do tema nazismo e não conheces este filme? Que épico! É um básico!
    E dificilmente irias ser spoiler. Em Portugal já quase toda a gente viu este filme. Aliás, é normal nas Escolas passarem quando abordam o nazismo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, andei mesmo desatenta e o filme passou-me ao lado. Adoro fazer descobertas destas! Engraçado que o meu marido também não conhecia o filme e acabamos por assistir juntos. Tão bom!

      Eliminar
  11. Leitora assídua desde blog há anos nunca comentei. Foi preciso meteres aqui o melhor filme de todo o sempre para eu escrever. Já vi dezenas de vezes,nem me lembro da primeira vez! Sei apenas que chorei de todas as vezes que vi, é lindo, soberbo, tocante...Uma obra prima!
    Parabéns pelo blogue Anne. Beijinhos
    Lina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai ai ai... como assim leitora assídua e nenhum comentáriozinho? Tô de mal com você! :P

      É mesmo isso: uma obra-prima! Incrível e tocante.
      Um beijinho e obrigada pelas palavras simpáticas ;)

      Eliminar
  12. Esse filme é simplesmente tocante, pensei que já tinhas visto Anne,como já tinhas "dito" aqui no blogue que o nazismo te despertava interesse. Para mim, que sou uma curiosa nata pelo que aconteceu durante o nazismo e o holocausto, existem 4 filmes imperdiveis, são eles: A vida é bela, o menino do pijama ás riscas, a lista de schindler (muito bom) e na minha opinião, o meu filme favorito na categoria drama, o pianista (se ainda não viste,não podes perder Anne), o protagonista teve que emagrecer 10 kg para fazer esse filme e ganhou o Óscar de melhor actor, é um filme de 2002. Depois diz alguma coisa!! Beijinho



    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E desperta, eu adoro tudo o que esteja relacionado ao tema. Em termos de filme, achei que já tinha visto 'os clássicos' sobre o tema tipo: a Lista de Schindler, O rapaz do Pijama às riscas, Anne Frank e afins. Enganei-me, afinal ainda faltava o clássico italiano que me arrancou suspiros (e lágrimas, já agora). O pianista ainda não assisti, tenho que corrigir essa falha.
      Um beijinho e obrigada pelas dicas de filmes :*

      Eliminar
  13. Vi este filme pela primeira vez em 1999 no âmbito da disciplina de filosofia... Mudou a minha vida ... Este e o *Gato preto gato branco" de Emyr Kusturica... Fez me ver que a vida não é o que NPa rodeia é como querermos ver!
    " Bom dia, Princesa!"
    E encontrei quem mo o diz todos os dias!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois é, Petra, é impossível assistir a esse tipo de filmes e ficar indiferente. Adoro filmes que dão que pensar (e livros também, já agora).

      Que lindo, é uma delícia quando encontramos um amor verdadeiro como o do filme, não é? Somos umas sortudas :D

      Eliminar
  14. Anne o holocausto felizmente acabou, o nazismo nao. Tb vi o filme ha ja alguns anos, vale muito a pena assistir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem visto... infelizmente o nazismo ainda não terminou. O filme é incrível, já quero assistir de novo :D

      Eliminar
  15. Quem perde tempo com compras e mais compras depois falta lhe para o que se deve! Interesses culturais

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas que comentário idiota!

      Eliminar
    2. Exacto. Porque a minha vida é só compras. E mais compras. Não viajo, não vou ao cinema, não vou ao teatro, não visito museus... nada.

      Aliás, cheguei da Grécia (o berço da antiguidade) há precisamente um mês, fartei-me de ver museus (que adoro) e adivinha lá o que estou a fazer? Um roteiro para mais uma viagem, precisamente daqui há um mês. Para outro país cheio de cultura e museus.

      Realmente, falta-me tempo para interesses culturais. Ao invés de viajar de dois em dois meses, tenho que passar a fazê-lo com mais regularidade. Obrigada pela sugestão (que vou acatar com todo o gosto).

      Eliminar
  16. Filme SOBERBO E INESQUECÌVEL!!!!!!!

    ResponderEliminar
  17. ADOREI!!Chorei o filme todo..não há como não se emocionar!

    ResponderEliminar
  18. Anne, se o tema do nazismo te interessa (e aproveitando as promoções actuais da Ryanair), penso que deves ponderar uma viagem à Polónia. Acabei de regressar de 5 dias lá, estive em Varsóvia, Cracóvia e visitei Auschwitz (bem como também o museu do Warsaw Uprising e a Fábrica de Schindler). São cidades maravilhosas, com bons alojamentos e restaurantes espectaculares em cada esquina (e baratos), com museus, parques, edifícios lindos, ruas amplas, sítios fantásticos. Recomendo vivamente! Já tinha estado em Praga, Viena e Budapeste e estas cidades polacas não lhes ficam nada atrás (apesar de serem menos divulgadas/publicitadas). A Ryanair e a Wizzair voam de Lisboa para Varsóvia. Depois a volta de Cracóvia podes fazer com low-cost também, com escala em algum lugar (nós estivemos 3h em Bergamo e ainda deu para ir ao centro da cidade). Quanto ao filme, já o tinha visto há uns anos e é dos melhores sobre esse tema. Para além dos outros que já foram aqui recomendados, sugiro "O Pianista" (que quero agora rever, bem como outros, já que a visita ao campo foi recente).

    ResponderEliminar
  19. É um dos filmes mais bonitos de sempre. Adoro!!! :) Também gosto muito d "O pianista" e "Cine paradiso". Beijinhos

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig