15 dezembro 2016

Já cheira a Natal... | os embrulhos

Este ano estou completamente apaixonada pelo natal de estilo mais rústico e acabei por estender a 'moda' também aos presentes: o pinterest está apinhado de ideias giríssimas (e muitos blogs também), poupamos tempo nos embrulhos (já viram bem as filas que se formam nos balcões dos embrulhos?) e ainda damos uma prenda original q.b. e cheia de simbolismo. Já no ano passado fiz vários embrulhos assim mais artesanais e gostei imenso do resultado! Este ano optei pelo mesmo caminho e salvo duas ou três prendinhas, toda a árvore ganhou embrulhos em papel reciclado. Adoro o efeito!

Utilizei: Papel reciclado kraft (esse trouxe lá da empresa, de um fornecedor que nos deu um desses rolos para embrulhar não sei quê e ficou perdido por lá), etiquetas autocolantes do IKEA (comprei no ano passado mas vêm 100 etiquetas e sobrou imenso), fita de cordel daquelas mais rústicas (comprei  no chinês e achei caro pra xuxu, 5€ - estou uma forreta ultimamente), pinhas, azevinhos, raminhos e outras pinderiquices que comprei em sacos com vááários (também no chinês). Os cartões de natal (que não abro mão, sou moderna e adoro tecnologia mas nada substitui um bom cartão de natal escrito à mão - sorry!) trouxe do LIDL (sobraram do ano passado).

Bagas vermelhas (loja DeBorla), jarro em vidro com fundo em sal grosso (tinha que arranjar uma utilização para todo o sal que tinha na despensa e que substituí pelo sal biológico) e vela Diptyque (essa sim, é verdadeira :P) 

 Ignorem a belíssima arte de fazer embrulhos (só sei embrulhar formas geométricas, tudo o que seja objectos sem forma definida... sai sempre um embrulho todo cagado).

 Ficam tãão giros! Pronto, eu sou suspeita mas achei meeesmo bonitos :D

No final, a árvore já mais compostinha. Eu seeei, eu sei, o embrulho da Longchamp está ali a destoar mas o que é que querem? Achavam mesmo que o meu marido prestar-se-ia para andar a embrulhar as minhas prendas de maneira rústico-coiso? Aham... é o embrulho da loja e está a andar! (juro que se o homem não me escrever um cartão de natal daqueles suuuper melosos, está lixado comigo)

A mega estrela prateada é da Área (comprei na semana passada) e originalmente era para decorar a porta de entrada do closet mas achei 'brega' e decidi espetar com ela dentro de um embrulho. (sim, Anne, porque isso nem é brega nem nada... relevem, é natal, deixem-me espalhar glitter e magia pela casa, sim?).

E vocês? Optaram por embrulhinhos rústicos ou embrulhos mega elaboradas com laçadas e fitas das lojas? Contem-me tudo! E pensar que ainda me faltam duas prendas (as mais complicadas: mamãe e marido) e que provavelmente no domingo vou estar enfiada no Colombo a pensar porque raios fui estúpida o suficiente para deixar tudo para a última hora (como todos os anos). Aiiiii
SHARE:

8 comentários

  1. Adoro, mas sou suspeita, também faço embrulhos de papel reciclado igual a esse amarrados com corda. Com a diferença que para não ser tudo da mesma cor, embrulho um ou outro em papel de presente todo branco ou todo preto :)

    ResponderEliminar
  2. Estão tão lindos, Anne!
    Eu ainda não comprei nada, acreditas? Segunda feira lá vou eu às lojas, ver dos presentes.:)
    Beijo.
    lefashionaire.com

    ResponderEliminar
  3. Gosto muito deste tipo de embrulhos.Tenho feito com papel de embrulho natalício mesmo, mas gosto de acrescentar algum detalhe diferente só para não ser tudo igual. Cartões de Natal, aquelas notinha bonitas, nem me dou ao trabalho porque ninguém faz comigo nem sequer dá valor se eu fizer. Nem vale a pena :/ O pessoal quer é rasgar papel, ver os embrulhos... escrever coisinhas bonitas nem pensar.

    ResponderEliminar
  4. Aiiiii quero. Lindos lindos. Por norma sou eu que embrulho porque gosto e porque nao tenho paciencia para as filas e porque custa-me agora ter que pagar para isso (ok que é para instituiçoes mas irrita-me pagar para embrulhar). Contudo muuuuuito longe dessas obras primas. Amei

    ResponderEliminar
  5. Ficaram super lindos, adoro o jeito rústico :)
    Super fã. Obrigada por partilhares as ideias.
    E essa árvore linda?! :D
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  6. Aqui estão exemplos de como podemos gastar pouco dinheiro mas, algum tempo e obter coisas diferentes. Dão logo um toque de originalidade que o Mundo está a perder também por causa da globalização.
    Este é o espírito do Natal:gastar o nosso tempo com quem gostamos e dessa maneira o verbo gastar ganha outra dimensão e passa a ser investir.

    http://confessionsinpink.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Este ano, a trabalhar no estrangeiro, não vou passar o Natal em família. Vai daí, comprei 2/3 das prendas antes de ir 2 dias a Portugal, no início do mês, e as restantes numa correria. Como de cada vez que vou a casa passo a vida a correr, para chegar a toda a gente, não houve embrulhos fofinhos para ninguém. Comprei sacos natalícios, laços e etiquetas e está a andar. No próximo ano será diferente. Onde trabalho metade do staff trabalha Natal e metade Ano Novo. Sendo eu das mais novas, não tive grande hipótese, calhou-me na rifa o Natal. 😕

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig