06 janeiro 2017

Veterinários (ou aspirantes) cheguem-se aqui:

Eu vou fazer uma pergunta ridícula mas preciso mesmo tirar a dúvida: é possível que um cão esteja a 'dramatizar' uma determinada situação para chamar a atenção? É que desconfio seriamente que tenho uma drama queen canina em casa, senão vejamos:

Há cerca de um mês a cadelinha começou a fazer uns barulhos estranhos, como se fosse um engasgo ou uma tosse seca e acabou por vomitar duas vezes enquanto tinha esses acessos. Fomos ao veterinário e descobrimos que ela tem uma tal de Estenose Traqueal, que é uma espécie de estreitamento da traquéia, o que dificulta a entrada de ar e faz com que ela fique engasgada e acabe por vomitar. Pelo que vim a saber, é uma complicação bastante comum em cães de raça pequena/miniatura. A cadela é uma Bichon Maltês - era a mais pequena da ninhada - e não tem nem 3kg, é minorca, tipo cão à pilhas. Ficámos todos apaixonados por ela quando a fomos visitar ao criador e enfim, já não havia volta a dar. Ela já nos tinha escolhido.

(sim, a roupinha e o laçarote foram ideias da Vi porque 'é natal e ela merece vestir uma roupinha adequada à ocasião." Aham...)

Desde o dia em que descobrimos a Estenose que a minha vida não tem tido sossego. A cadela parece que ganhou ainda mais dificuldade em respirar porque agora todos os dias dá-lhe esses acessos de tosse/engasgo. Eu tenho para mim (é só uma teoria, obviamente) que a cadela está a brincar com a nossa cara e a 'exagerar' os sintomas para ter toda a gente à volta dela. Ok, eu sei que parece surreal mas é que antes de sabermos qual era a doença, ela só engasgava tipo uma vez por semana... agora são todos os dias! E assim que alguém vai pegá-la ao colo durante a crise de engasgo, ela fica imediatamente a respirar normal. Pá, a sério, eu falo isso para as pessoas e noto claramente que me olham como se eu fosse louca, tipo 'olha-me esta maluca, a achar que a cadela quer fazer drama..." mas posso jurar que a cabrona faz isso.

Eu já experimentei não ligar nenhuma enquanto ela tem os engasgos e ela continua a forçar a tosse até acabar por vomitar. Se intervirmos logo, ela não chega a vomitar e volta a respirar normalmente. É de enlouquecer! E a gaja tem atenção o tempo inteiro, não fica nunca sozinha (de manhã está a empregada em casa, de tarde tem a Vi que já chegou da escola, à noite chega a minha mãe... ao fim-de-semana ainda vem passar o dia na minha casa). A gaja tem a vida social mais intensa que a minha e ainda se põe a inventar e a fazer dramas. Eu não sei que técnica adoptar: ignoro-lhe? corro ao primeiro engasgo? Sei lá eu!
SHARE:

7 comentários

  1. Opa... eu tive cães toda a vida e nunca ouvi falar de tal coisa! É provável que ela fique melhor quando a pegam, se for algo mais psicológico. Mas nada como perguntar ao veterinário :)

    ResponderEliminar
  2. Anne, apesar da pequena ter um problema, acredito mesmo que esteja a chamar à atenção.

    Tenho um Bichon Francês - o mesmo focinho e pêlo, mas maior :) - que odeia tomar banho. Ele também tem esse problema de se engasgar com facilidade, normalmente quando lhe damos algum biscoito maior ou quando come com mais correria. No entanto, no banho, de cada vez que abro a água ele começa a ganir e, quando vê que não está a resultar, desata a "tossir" e a engasgar-se. No minuto em que fecho a torneira para o acalmar, o pequeno acalma e começa a abanar o rabo todo contente! São demasiado espertos, estes bichinhos!!

    Tenho uma amiga que estuda o comportamento dos animais e ela já me disse que eles têm muitas manhas para chamar a atenção. Não deixes de ter cuidado e atenção com a situação, porque sempre que ela força a "tosse" está a magoar a traqueia, mas em vez de procurares um veterinário normal, procura alguém especializado em comportamento animal que talvez te ensine um ou dois truques para lidar com a a situação.

    Espero ter ajudado! *

    ResponderEliminar
  3. Olá Anne.Eu tenho dois Yorkshire, ambos têm esse problema, mais ele do que ela.Os meus as maiores crises que têm é quando o meu marido chega a casa do trabalho, às vezes penso que é um pouco de manha porque eles não param enquanto ele não lhes vai fazer festas, mas o veterinário também disse que pode ser ansiedade.A sachaa agora está de dieta porque o excesso de peso é muito prejudicial.Embora ela seja mais nova do que ele ( ela tem 3 anos e ele 5) agora deu em "roncar" a dormir ahahah
    Tem mesmo de perder peso!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Bem, Anne, o que eu me ri com este post! Não leve a mal que não foi por causa da cadelinha; foi mesmo a forma como o escreveu. "A gaja tem a vida social mais intensa que a minha e ainda se põe a inventar e a fazer dramas."- bom demais!

    ResponderEliminar
  5. Tenho um cão rafeiro que faz o mesmo mas com "espirros": faz um barulho estranho, parece que está a espirrar porque sabe que olhamos para ele quando faz isso para saber se está tudo bem.
    Começamos a perceber que era mesmo uma mania para nos chamar à atenção quando começou a fazer isso APENAS quando estamos todos à mesa: ou seja, está a querer pedir da nossa comida :P

    Beijinhos

    Let me Believe

    ResponderEliminar
  6. Sim! Definitivamente a gaja está a fazer dramas!! Embora o vet vá dizer que não, nada a ver, mas a realidade é que eles fazem muito isso, como outras pessoas aqui já partilharam a experiência. Acontece direto com a shi tzu, que é pequenina. O que faço é correr a acudir, dar muitos beijinhos e colinho. Quero lá saber se está errado... Ela já é mimadinha mesmo, assumo.

    ResponderEliminar
  7. Drama, manha! A Nina tem o mesmo problema há anos. Pode estar muito bem da vida dela, assim que lhe pegamos ao colo (ela detesta), reage da mesma forma. Hora de ir ao banho? Idem. Curiosamente, quando está feliz a passear nunca tem destes ataquinhos.

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig