15 fevereiro 2017

Particularidades do meu sotaque...

No domingo estava sentada na sala da minha mãe, a ver televisão com o marido, enquanto a Vi acabava de se arranjar para a levarmos num aniversário. Nisto a miúda aparece na sala e pede-me para ajudá-la a fazer uma trança lateral no cabelo. Assim que a vejo, reparo que tem as calças de ganga curtas:

- Vi, que calças são essas? Estão super curtas!
- Não estão, é a moda, são mesmo assim (deus-me-livre-de-discutir-moda-com-uma-adolescente)
- Estão estranhas, parece que estão mesmo curtas, são completamente surucas!
(risadas enlouquecidas do sofá, olho para o M. com cara de poucos amigos.)

- O que queres? Quando vocês começam a falar esses termos em brasileiro eu não aguento... Que palavra engraçada... Suruca... Hahahaha... Quer dizer o quê?

Resposta da Vi: Quer dizer que algo está curto mas olha, não quero saber, suruca ou não, vou mas é com estas.

Ai.
(respira, Anne, respira senão vai te dar uma coisinha má).

- Pois agora é que não vais MESMO com estas calças. Vai trocar isto JÁ que parece que estás a vestir umas calças de cinco anos atrás. E rápido, que já estamos atrasados!

Lá foi ela, a bater os pés, p#ta da vida, com vontade de me trucidar com os olhos. Eu fico possuída quando ela dá essas respostas cheia de autonomia e decisão... salta-me completamente a tampa. Agora deu-lhe para estas tiradas mas quando começa a 'brilhar' muito, tenho de meter ordem na coisa e ser um bocadinho 'má', faz parte da vida.

Welcome, adolescência! Vê lá se não me fazes muitos estragos que temos aqui uma miúda impecável que, parecendo que não, eu gostava que continuasse a ser como era: amorosa, querida e educada. Pode ser?
SHARE:

15 comentários

  1. Sou brasileira e esta é a primeira vez que escuto a palavra. Será que é mais usual no Rio de Janeiro?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério? Eu costumo utilizar imensas vezes, sai-me naturalmente. Não sei se é algo do Rio de Janeiro mas sempre ouvi a minha mãe e avó falarem, acabei por apanhar o vício. Sempre que algo está curto... é suruca! :D

      Eliminar
  2. Mas a Vi tem razão, de há dois anos para cá que as calças usam-se mais curtas, e este ano parece mesmo que são curtas por terem encolhido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sei que tem, estou farta de ver em todas as lojas as calças pelas canelas, com a barra toda mal cortada ou desfiada, enfim, é uma moda que não percebo de todo. O que me fritou o juízo foi a maneira da Vi falar, com uma autoridade e um 'eu é que mando' que me deixou doente.

      Eliminar
  3. Mas porque é que hás-de mandar no estilo dela? Não consigo entender... Por acaso essas calças usam-se mesmo e ficam super giras, mas isso não está aqui em questão. A questão é mesmo que não acho que devas mandar na maneira como ela se veste. Ela já não tem 5 anos e não sendo nada de muito chocante, não vejo porque hás-de meter o bedelho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, se eu mandasse no estilo dela... não usava metade das coisas que adora. Há mais de dois anos que é ela que escolhe o que quer vestir, em que lojas quer comprar, etc... Nós só vamos com ela fazer companhia e pagar, a palavra final é (quase sempre) dela. E bem pode usar as calças à pescador que eu não me importo, só fiz uma observação porque nunca tinha visto ela usar calças desta forma. A maneira arrogante como me respondeu é que lixou tudo. Temos pena mas a falar sem educação não ganha nada comigo (antes pelo contrário, só perde). E perdeu. Personalidade é uma coisa, mania que sabe tudo é outra.

      Eliminar
  4. Olá Anna.
    Se a rapariga gosta deixa-a ir :) e sim, essas calças estão mesmo na moda, com botins ou ténis ficam muito giras.
    Beijinho,

    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mas eu não estava com ideias de impedi-la de sair com as calças, só fiz um comentário surpreso porque nunca tinha visto ela usar esse tipo de calças, achei estranho e fiz uma observação. Ela armou-se em má educada, lixou-se :P

      Beijinhos

      Eliminar
  5. Desculpe, mas não concordo,ela é sua irmã, não filha. Também não tem a sua personalidade e usa o que gosta? E ela tem razão usam-se curtas. Basta estar atenta já tinha percebido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Teresa, tem razão, ela é minha irmã mas na ausência da minha mãe (em viagem no estrangeiro) eu é que cuido dela e educo da melhor forma que sei. Não gostei da forma como me respondeu (nem eu, aos 30 anos, respondo assim a minha mãe, de nariz pra cima e tom arrogante).

      Eu sei que as calças agora usam-se assim (era impossível não saber, a Zara e cia estão pejadas delas) mas lá por toda a gente usar não quer dizer que adore esta moda.

      Eliminar
  6. A tua irmã está a desenvolver uma personalidade, o que é saudável. A mim preocupar-me-ia mais criar uma pessoa submissa do que uma que sai com essas tiradas que só mostram autonomia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, ela ultimamente anda muito saidinha da casca, o que para mim é uma novidade visto que ela sempre foi muito 'paz de alma'. Eu acho graça as coisas que ela diz (acho um piadão) mas não tolero esse tipo de respostas enviesadas. Acho que precisamos diferenciar 'personalidade' de 'má educação', sabe? Muitas vezes vejo crianças em birras descomunais no shopping ou no supermercado e os pais justificam como 'ele tem esse feitio...' ou 'tem muita personalidade'. Isso para mim não existe e não tolero tal coisa. (a ver se eu não pago a língua quando vierem os meus hahaha).

      Eliminar
    2. Pois, percebo. A frase que ela disse não me parece, por si só, um exemplo de má-educação... mas a Anne estava lá, ouviu o tom, e isso às vezes faz a diferença.

      Eliminar
  7. Olha que fixe... encontrei outra carioca (e mãe) na blogosfera Tuga.... Esta do Suruca não conhecia..mas meus pais sáo portugueses, talvez seja por isso. Mas lembro-me de ouvir dizer que estavam "pescando siri" lol...

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig