13 março 2017

Do fim-de-semana:

Na 5ª feira enquanto ia a caminho do trabalho e recebia tooodo aquele sol maravilhoso que se fez sentir, pensei com os meus botões: "apetece-me passar o fim-de-semana fora, num sítio novo..." e lá fui eu mexer no telemóvel para descobrir que cidades bonitas tinham ficado na minha lista de 'sítios-para-conhecer-em-Portugal' e a verdade é que já conheço TANTO de Portugal (sem falsas modéstias, acho que já percorri o país de fio a pavio, de Ponte de Lima a Vila Real de Santo António) que já sobra pouco para conhecer.

Assim que abri a app no telemóvel, uma cidade saltou logo à vista: Costa Nova, seguida por... Aveiro. Sim, chicoteiem-me em praça pública mas ainda não tinha estado em Aveiro. Era a 'cidade grande' que me faltava conhecer... Sempre que estava em viagem e passava pela placa 'Aveiro', nunca tinha tempo para parar. O mais próximo que estive da 'Veneza Portuguesa' foi na viagem ao Gerês quando parei para almoçar em Águeda (mostrei-vos aqui).

Os hotéis no booking estavam cheios (já percebi que bastam uns raios de sol e sai tudo à procura do mesmo: escapadinhas de fim-de-semana, sabe tão bem!) e eu estava decidida a ficar num hotel na Costa Nova, que fosse ao estilo dos Palheiros, com riscas e toda aquela coisa típica... Na 5ª feira não encontrei nada mas na 6ª feira alguém desistiu de uma reserva no hotel que eu queria, então... foi perfeito!

Decidido que passaríamos o fim-de-semana fora, lá enviei sms ao marido a dizer que arrumasse as malas porque no sábado pela fresquinha rumaríamos a algum sítio no norte. Sim, sou dessas. Adoro ser imprevisível! :) A viagem foi maravilhosa, apanhámos uma Costa Nova cheia de sol (até parecia mesmo Primavera) embora com algum vento, comemos tãão bem, fomos recebidos por gente simples e atenciosa... e tirámos umas 500 fotografias, que se há coisa 'fotogrável' por lá são as casinhas de riscas. Um encanto!

(Assim que edite todas as 54534 fotos que tirei nesse fim-de-semana, faço um post com os detalhes da viagem, custos, hotel e dicas para quem quiser fazer uma escapadinha para lá.)
SHARE:

26 comentários

  1. Aveiro é provavelmente a minha cidade preferida! Adoro lá ir :) E a Costa Nova... Que sonho! Não me importava nadinha de lá viver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também entrou para o meu top de cidades portuguesas, AMEI Aveiro e nem acredito que demorei tanto tempo a ir visitá-la :D
      A Costa Nova é fantástica, cheia de história e casinhas lindas ;)

      Eliminar
  2. Também é um dos sítios que quero mesmo conhecer :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O meu conselho é: Não faças como eu que demorei 12 anos a ir conhecer :D

      Eliminar
  3. É claro que com viagens destas e gastos nunca vais comprar a tua casa... Goza a vida e quando fores velha quero ver como é que pagas o tecto onde vais viver.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensar desssa maneira é o problema de muita gente. Logo tenho tempo para gozar a vida quando for velha, logo tenho tempo de compensar os meus filhos/pais/irmãos por não lhes dedicar o tempo desejável agora, logo tenho tempo de fazer as pazes com esta e aquele, logo tenho tempo de, de, de ... e no final nem sempre temos. Não é por isso passar um fim de semana/férias fora de vez em quando que a pessoa vai ficar a morrer à fome, não vai ter um tecto para viver, não vai poder comprar isto e aquilo.

      Eliminar
    2. Anónimo das 15:27: Devo ter gasto à volta dos 250€ nesse fim-de-semana, não considero que isto seja relevante para a compra da minha casa. Se para comprar casa eu precisar abdicar de todos os meus passeios, compras, viagens e outras coisas de que gosto muito... então temos pena, mas vou morrer numa casa arrendada.

      Penso muitas vezes em comprar a minha casa mas depois penso que não quero abdicar da minha vida tal como é: sem dívidas, sem empréstimos, a poder viajar e conhecer sítios lindos quando me apetecer, enfim, a viver! Se tenho de deixar de gozar a vida para dizer que comprei casa (e na verdade, ficar agarrada a um banco) então deixa estar, fico como estou.

      Quando for velha tenho casas por onde escolher. O meu marido tem 2 (que são dos pais, logo, ficarão para ele), eu terei algumas (o meu pai tem 8 imóveis, entre vivendas e apartamentos), portanto, não é coisa que me tire o sono mas agradeço a sua preocupação.

      Eliminar
    3. Anne, 250€ é o que eu pago de prestação do meu T3, por isso... é sim relevante para a compra da casa gastar ou não esse dinheiro num fim de semana. São escolhas.

      Eliminar
    4. até parece que ela não gasta €250 noutras coisas que posta no blog.

      Eliminar
    5. Nem que ela ficasse sem tecto onde se abrigar, desde quando é que isso é problema alheio? Meu não é e garanto que seu também não.

      Eliminar
    6. Vocês não perceberam bem a cena (ou eu não fui clara): o meu problema em comprar casa não é pagar 250€ ou 500€ pela prestação (será sempre menos do que eu pago de renda, não é mesmo por aí), a questão é que não sei se quero estar agarrada a um crédito bancário (e não vale a pena, eu jamais teria a disciplina necessária para andar anos a fio a juntar até ter o dinheiro para comprar a casa a pronto, sei o que a casa gasta). Por isso, ando a ponderar...

      Obviamente que fiz contas à vida e "quando" for comprar a nossa casa, vamos fazer a coisa de maneira a que a compra não nos impeça de viver a nossa vida com os nossos extras (que são viagens, essencialmente). Gasto muito dinheiro em muita coisa (roupa, sapatos, malas, restaurantes, viagens, etc) mas continua a sobrar para pagar a minha casa (felizmente!). Se com todos os pequenos prazeres que tenho, ainda me sobra dinheiro para pagar a minha renda sem grandes sufocos... é óbvio que conseguiria pagar a prestação de uma casa ao banco. A questão é que não sei se é isso que quero.

      Não compliquem.

      Eliminar
    7. Eu gabo-lhe a paciência estar a dar explicações da sua vida!!! Mas o que é que esta gente tem a ver com o que gasta,e se tem casa quando for velha??????!!!! Mas por acaso estão a pensar doar-lhe uma???!!!!

      Eliminar
  4. Ui, vieste num fim de semana de muito vento (e por isso frio), mas como está a chegar a feira de março, é normal estar este tempo. Por norma quando vem esta feira (de 25 de março a 25 de abril, o tempo que até lá pode ser bom, passa a vento/frio e/ou chuva).

    Espero que tenhas gostado de Aveiro, como já deves ter percebido, é onde moro :).

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Cátia, pois foi meeesmo ventoso o fim-de-semana. No sábado ainda estava bom tempo pela Costa Nova, deu para ir à praia e tudo, céu sempre azulinho. No domingo é que a coisa ficou agreste e em Aveiro o vento ia nos levando rua a dentro. Adorei a cidade, AMEI os ovos moles e gostei ainda mais das pessoas. Quero voltar! :D

      Eliminar
    2. Ainda bem :)

      ovos moles não é a minha praia, não é lá muito do meu agrado mas tripas, isso sim, gosto muito. Chegast a provar?

      Eliminar
    3. Tripas não provei (seria um estrago muito grande na dieta) mas adorei os ovos moles! Aviava uns dez de seguida :P

      Eliminar
  5. Como está o caso da Joana? Está tudo bem? Os gémeos já nasceram?

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Joana está óptima (e enoooorme!), organizámos um baby shower para ela no outro dia (tenho fotos para vos mostrar, estou a fazer um post), os bebés estão ambos com mais de 2kg, pelo que os médicos pediram repouso absoluto até a data da cesariana (será daqui a 12 dias). Estamos tãão ansiosos! Eles já têm tudo o que irão precisar, quartinho pronto com berços montados e tudo o mais. Graças a Deus deu mesmo tudo certo! Um beijinho e obrigada por perguntar :**

      Eliminar
  6. Não quero acreditar que um post sobre uma escapadinhas a Aveiro gera está confusão...
    Vão escrever essas merdinhas nos blogs que vivem das vossas visualizações e dos vossos comentários. Porque vir comentar o que a pessoa tem e onde vai, quando é tudo pago com o dinheiro que a própria ganha é só duma estupidez enorme.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem eu... As pessoas pegam-se em cada detalhe, em cada coisa que a minha alma fica parva. Eu compreendo que possam não concordar com as coisas que eu escrevo (e têm total liberdade para comentar - desde que não sejam ofensivos) mas acho que andam a exagerar ultimamente... Só acho :O

      Eliminar
    2. Dor de CORNO (desculpe), já ouviu falar??? Pois é isso!!!!

      Eliminar
    3. Não consigo imaginar alguém a ter dor de corno por causa de um fim-de-semana em Aveiro, por amor da santa! Não é Caraíbas, não é Nova York, não é Polinésia Francesa, minha gente, é Aveiro. Menos, por favor.

      Eliminar
  7. Tipo, ridículo. Lol
    A pessoa vai a uma cidade dentro de Portugal e é considerada rica ou assim? E acham que uma mensalidade de 250€ é muito por uma casa? Há comentários que realmente não fazem sentido nenhum. Até parece que foi uma grande coisa. Já vi malas mais caras por aqui...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagino se soubessem que pago quatro dígitos para viver num minúsculo apartamento arrendado em Lisboa, e não é por opção, é por ter sido o que se arranjou. Eu sim, considero que pago um valor pornográfico. Infelizmente.

      Eliminar
    2. meu deus, Anónimo15 de março de 2017 às 22:10! Eu vivo com o meu marido no centro de Lisboa, num t2 + 1 já mobilado e equipado, e pagamos 600€. mas felizmente arrendámo-lo na altura da crise, quando os preços estavam mais baixos...

      Eliminar
  8. O que Aveiro une ninguém separa, lê-se por lá numa parede da cidade.
    Casei na Costa Nova e a festa foi precisamente onde tiraste esta fotografia, no Clube de Vela :)
    Tenho lá a minha família e uma grande parte do meu coração <3

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig