04 abril 2017

É por estas e outras que eu adoro road trips:

Nada como voltar a Lisboa e decidir passar por Alcobaça para matar saudades (há muitos anos que não passava por lá). Pelo caminho, já a poucos minutos de Alcobaça, enganamo-nos na saída e fomos parar a uma cidadezinha que parecia perdida no tempo (não fixei o nome, sorry). Enquanto eu tentava ligar o GPS (completamente maluco) e sincronizar o caminho até o centro de Alcobaça, vi uma lojinha com cestos de junco artesanais e quis parar para espreitá-los. Eram lindos, cada um mais giro que o outro. Eu adoro esse tipo de cesto para o verão (e diz que estão super em alta, tenho visto deles por todo o lado), então não pensei duas vezes: Veio comigo.


Havia em imensas cores, padrões, tamanhos, com alça curta, com alça a tiracolo em pele, uma panóplia de cestos que uma pessoa até ficava tonta. Já tinha andado à procura destes cestos cá em Lisboa e nunca encontrei por menos de 45€ (confesso que sou forreta e acho sempre que este tipo de malas não tem grande durabilidade, por isso não compensa). Contudo, a senhora lá da lojinha (tão querida!) explicou-me que os cestos de junco duram imenso tempo, que são feitos à mão por uma família que aprendeu a técnica com uma marca famosa de cestos da região (que diz a senhora, vendem estes cestos depois a 70€ e 80€ - achei a história um bocadinho fantasiosa mas enfim, lá comprei o cesto).

Quis a versão clássica em natural e paguei inacreditáveis 19,50€ (até perguntei duas vezes quando a senhora disse o preço, pareceu-me mesmo inacreditável). Tem o tamanho perfeito para as minhas tralhas de praia (talvez arrisque noutros sítios que não a praia, ainda não sei) e adoro a ideia de combiná-lo com lenços de seda como o da fotografia (que trouxe do Marrocos junto com mais 4239 outros - amo lenços!).


E depois lá chegamos ao centro de Alcobaça e eu perdi-me pelos labirintos do Mosteiro, que coisa mais linda! Nem dá vontade de uma pessoa sair lá de dentro!
SHARE:

5 comentários

  1. Temos imensos sítios em Portugal lindos 😊

    ResponderEliminar
  2. A minha cidade! Linda, linda, linda!
    Espero que tenha passado pela pastelaria Alcoa para provar os melhores doces conventuais de sempre, que nos faz engordar só de olhar para eles.

    ResponderEliminar
  3. Devia ser este o contacto que a senhora explicava: https://www.toinoabel.com/

    ResponderEliminar
  4. A história não é fantasiosa: esses cestos são vendidos a mais de 80 euros por uma marca famosa da região.

    ResponderEliminar
  5. O cesto fica um arraso com o lenço <3

    ResponderEliminar

© A GAROTA DE IPANEMA . All rights reserved.
MINIMAL BLOGGER TEMPLATES BY pipdig